Com mudanças, Carnaval de 2023 começa a ganhar forma no Rio de Janeiro

Tradicionalmente, as agremiações intensificam as negociações e os anúncios dos enredos do ano seguinte após o desfile das campeãs

A apuração das notas do Carnaval marca o fim da temporada da folia. Assim como no esporte, é quando o mercado de negociações se agita em busca dos artistas responsáveis pela estética da festa. Depois de ter assinado o desfile do Paraíso do Tuiuti, que acabou em 11º e penúltimo lugar, Paulo Barros troca a agremiação de São Cristóvão pela quarta colocada Vila Isabel, para sua terceira passagem pela azul e branco.

Edson Pereira, que estava na Vila Isabel, onde conduziu o enredo-homenagem a Martinho da Vila, já acertou com a Acadêmicos do Salgueiro, que dispensou Alex de Souza após quatro anos. Em Ramos, Rosa Magalhães, detentora de sete títulos, deixou a Imperatriz Leopoldinense, onde obteve cinco das oito conquistas da agremiação, que ainda não anunciou substituto.

Campeão da Série Ouro com o Império Serrano com uma homenagem ao capoeirista baiano Besouro Mangagá, Leandro Vieira, carnavalesco da Mangueira no Grupo Especial, já anunciou que não vai comandar a escola da Serrinha em seu retorno à elite do samba carioca. A escola ainda não anunciou quem vai assumir o posto.

Bem perto dali, do outro lado de Madureira, a Portela anunciou a renovação dos contratos do casal Renato Lage e Mônica Lage, que levou a águia à quinta posição do Carnaval deste ano. A agremiação, maior vencedora da história do carnaval carioca, completa 100 anos em 2023.

Gabriel Haddad e Leonardo Bora deram à Acadêmicos do Grande Rio, de Duque de Caxias, o título inédito com o enredo “Fala, Majeté! Sete chaves de Exu”. A dupla já anunciou que vai permanecer na tricolor para 2023.

Mais trocas na dança das cadeiras dos carnavalescos são esperadas após o desfile das campeãs, que envolveu as seis primeiras colocadas da folia carioca, desse sábado (30), na Marquês de Sapucaí.

Tradicionalmente, as agremiações intensificam as negociações e os anúncios dos enredos do ano seguinte após o desfile das campeãs. Em 2023, os desfiles do Grupo Especial estão previstos para 26 e 27 de fevereiro, com o retorno das apresentações para os tradicionais domingo e segunda-feira de Carnaval. Os dois dias anteriores serão dedicados à Série Ouro. CNN

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e