Chega de agressão! Até quando teremos que ouvir isso?

É triste ver que ainda que em pleno século 21  muitas mulheres ainda são agredidas no mundo todo por seus parceiros. Mesmo amparada pela Lei Maria da Penha, muitas delas ainda tem medo de denunciar seus agressores e com razão, nem todos ficam detidos por muito tempo, logo estão a solta e aterrorizando suas vítimas.

E parece que a agressão não escolhe cor, credo ou classe social. Recentemente uma reportagem  mostrou as agressões que uma atriz sofria do seu marido, uma pessoa aparentemente bem apessoada, mas que por trás era simplesmente um monstro. Parece piada, mas o agressor quando é pego no flagra, sua defesa diz que ele foi influenciado pela vitima. Ora, impossível ser influenciado pela vitima, afinal ela está ali para se defender  e não aceitar a ofensa recebida e isso não dá o direito do parceiro, aquela pessoa a qual entregamos parte da vida agredir forma mais dura.

Já faz muito tempo, mas conheci uma senhora, que me adotou como filha postiça, cujo marido, era um monstro, sempre a agredia e depois abusava dela. E pior seu filho mais velho fazia pouco caso do que acontecia com ela. Ela sempre tinha algum hematoma pelo corpo e sua única força para aliviar seu sofrimento era fica a maior parte do tempo fora de casa, ocupando sua cabeça com musica, estudo e ginástica. Um dia ela me convidou para almoçar em sua casa e seu agressor estava lá, mas, na frente de estranhos não encostava a mão nela, mesmo não fazendo nada, era perceptível ver nos olhos do seu agressor a alma de uma pessoa amargurada e cruel. Certa vez perguntei a ela, porque ainda não havia denunciado seu marido às autoridades, e a resposta foi medo. Apesar da dor na alma e na parte física, essa pessoa ainda sorria para a vida. Infelizmente perdi o contato com essa pessoa maravilhosa e não sei como está, mas espero que seu agressor esteja longe dela e pagando pelos crimes.

Por

Ex-repórter redatora (editoria geral) e editora chefe do webjornal O Estado RJ. Atualmente é colunista (Vamos Lá!)

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e