Chefe do FMI alerta sobre guerra comercial entre EUA e China

A chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, advertiu que a guerra comercial entre os Estados Unidos e a China pode reduzir a produção econômica global em 0,5%, em 2020. Isso representa uma perda de aproximadamente US$ 455 bilhões.

Lagarde deu entrevista à NHK, emissora pública de notícias japonesa, antes de reunião de ministros das Finanças e de presidentes dos bancos centrais do Grupo dos 20 no próximo final de semana, em Fukuoka. Ela declarou que as autoridades têm a missão de voltar para casa munidas de políticas que gerem crescimento.

Christine Lagarde disse: “Todas as autoridades deveriam estar muito preocupadas de que meio ponto percentual de crescimento vai provocar um impacto real em todas as economias do mundo.”

A chefe do FMI afirmou que o Japão, como anfitrião do encontro, está na posição de exercer o papel de mediador.

Lagarde afirmou que o protecionismo é o caminho errado a tomar. “Uma das razões pelas quais o G20 [se transformou em organismo] tão eficaz há dez anos foi o fato de que todos os líderes concordavam em não recorrer ao protecionismo. Eu penso que esse compromisso deveria ser renovado”, disse.

Christine Lagarde disse que as autoridades deveriam aproveitar a reunião de dois dias para trabalhar em prol do fortalecimento e rejuvenescimento do sistema de comércio mundial.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e