Chefe da inteligência da Espanha é destituída após polêmica por espionagem

O governo da Espanha destituiu nesta terça-feira a diretora do Centro Nacional de Inteligência (CNI), Paz Esteban, após uma forte controvérsia sobre espionagem a políticos defensores da independência das regiões de País Basco e Catalunha, assim como aos telefones do próprio chefe do Executivo, Pedro Sánchez, e dos ministros de Defesa e Interior.

A ministra da Defesa, Margarita Robles, responsável pelo CNI, negou hoje que Esteban tenha sido “destituída”, mas “substituída” por Esperanza Casteleiro, uma pessoa de sua máxima confiança na pasta e com ampla experiência nos serviços secretos espanhóis. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e