Chanceleres da Otan rejeitam adotar zona de exclusão aérea sobre a Ucrânia

Os ministros das Relações Exteriores dos países que integram a Otan, que estão reunidos de forma extraordinária em Bruxelas, para discutir a crise no Leste Europeu, rejeitaram a ideia de adotar uma zona de exclusão aérea sobre o território da Ucrânia, como pediu o governo local.

“Significaria que a Otan estaria em um conflito, sendo que seriam as forças da Otan que aplicariam essa zona de exclusão aérea”, afirmou a jornalistas o chefe da diplomacia da República Tcheca, Jan Lipavsky, ao chegar para o encontro. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e