Chacina e trabalho

Apesar de termos medo incondicional da morte, é dela que sobrevivemos por um período chamado de existência no planeta terra. Não só nós seres humanos, mas todos os seres. Como descrito na cadeia alimentar: uns “comendo” os outros.

Parece que é uma lei universal morrer para dar(gerar, sustentar) vida. Até Jesus falava “parecidamente” assim aos discípulos nas vésperas da entrega de seu corpo à morte.

A morte dá trabalho (conjunto de atividades e esforços físicos e mentais), ou seja, exige tarefas laborativas de toda ordem. Algumas são verdadeiras chacinas.

Chacinas, lá nas organizações com alta tecnologia – os frigoríficos de gado, de frangos, de suínos…tudo para dar vitalidade ao organismo humano. Mortes justificáveis para muitos (carnívoros) e discutíveis para muitos (vegetarianos por exemplo). Mas, é um trabalho danado chacinar.

O maior problema é quando a chacina no trabalho dos frigoríficos ganham outros ambientes de trabalho (outras organizações) e ocasionam mortes psicológicas que em seu processo evolutivo e constante, acaba por levar a morte física de muitos colaboradores, mas, não antes, para a maioria, após passarem por equipamentos de última geração científica e medicações fantásticas – alta tecnologia. São muitas e muitas pessoas vivenciando essa situação. São, portanto, chacinas sofisticadas; sofrimentos e mortes sofisticadas. Mas, é, e dá trabalho!

Todos nós trabalhando arduamente para dar continuidade ao ciclo da nossa própria vida individual e do grupinho a que pertencemos. Isso porque, quando um grupinho faz guerra de qualquer tipo contra o outro(individuo ou grupo de indivíduos), é para poder matar o outro (tomar suas posses, seus cargos,etc. com o propósito e justificativa de garantir o alimento e sobrevivência de si e de seu grupinho). Parece que ainda a humanidade não percebeu que tem comida pra todos e ainda sobra. Parece que a brutalidade humana ainda supera sua capacidade de raciocínio. Será que somos seres superiores mesmo? Bem, na cadeia alimentar sem dúvida.

Por

presidencia@institutohumanizar.org.br

* Cientista Social, Pesquisador e Consultor de Desenvolvimento Humano e Empresarial. Especilizações em Psicologia Social, Análise Transacional, Administração Mercadológica, Psicodrama e Dinâmica de Grupo. Autor de livro e de programas de treinamento comportamental, com reconhecimento científico a nível nacional.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e