Cerca de 4 milhões de profissionais da saúde pegaram Covid-19 em todo o mundo

O maior impacto da pandemia nos serviços de saúde foi nos cuidados básicos

Pelo menos quatro milhões de trabalhadores do setor de saúde em todo o mundo foram infectados com a Covid-19 durante a atual pandemia, informou nesta sexta-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS), após indicar que 90% dos países continuam sofrendo distúrbios em seus serviços sanitários.

O diretor do departamento de Força de Trabalho da OMS, Jim Campbell, apresentou esse número em entrevista coletiva após divulgar os resultados da segunda pesquisa realizada pela organização para medir a forma como a pandemia afetou os serviços de saúde em todo o mundo, com dados de 135 países e territórios.

Entre os serviços mais afetados estão os de tratamento de doenças mentais e neurológicas, tuberculose, HIV, hepatite, câncer, hipertensão, diabetes ou planejamento familiar, afirmaram os especialistas ao apresentar o relatório.

As interrupções nos serviços “afetam particularmente os países de baixa e média renda, com a África e a América entre as regiões que relataram as maiores interrupções”, disse Patrick Zuber, chefe da Coordenação de Sistemas de Saúde da OMS.

Um terço dos países pesquisados também relatou problemas persistentes de abastecimento de certos itens essenciais, como medicamentos, testes de diagnóstico ou equipamentos de proteção.

Mais da metade das redes de saúde indicaram que as interrupções de seus serviços se deviam, em grande parte, ao fato de muitos pacientes deixaram de procurar consulta por medo de contrair a Covid-19.

O maior impacto da pandemia nos serviços de saúde foi, de fato, nos cuidados básicos, embora a pesquisa também apresente problemas nas redes de atenção a pacientes crônicos, reabilitação ou atenção a doentes terminais, entre outros.

Finalmente, mais de um terço dos países admitiu ter sido afetado em seus programas de vacinação para diferentes doenças. EFE

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e