Cazaquistão não vai interromper reformas mesmo que haja protestos

As reformas políticas planejadas no Cazaquistão continuarão mesmo que surjam protestos como os que abalaram o país no início do ano, advertiu nesta quinta-feira o secretário de Estado cazaque, Erlan Karin.

“A única resposta é não parar as reformas”, disse Karin, quando questionado sobre o surto de violência em janeiro durante uma reunião com jornalistas estrangeiros em Nursultan. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e