Saúde

Taxa de transmissão da covid-19 no Brasil cai para 1,01

A taxa de transmissão de casos de covid-19 no Brasil chegou a 1,01 em 9 de agosto, segundo estudo divulgado nesta semana pela universidade Imperial College, do Reino Unido. O dado está em queda em relação à semana anterior, mas ainda indica que a doença está em expansão. Uma taxa de 1,01 significa que cada 100 pessoas infectadas pelo novo coronavírus transmitem a doença para outras 101 pessoas, e que, portanto, o número de novos doentes continua crescendo. Na semana passada, o indicador do país era de 1,08 - uma transmissão de 108 novos casos a cada 100. O relatório do Imperial College trouxe nesta semana dados sobre 69 países em que a transmissão da doença é considerada ativa. Na semana passada, havia 65 países nesse grupo. Para ser considerado na pesquisa, é preciso ter ao menos 100 mortes reportadas desde o início da pandemia e pelo menos 10 em cada uma das duas últimas semanas. As maiores taxas de transmissão...
Leia mais

Brasil registra mais 1.274 mortes e 52.160 casos po covid-19

A atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada hoje (11), mostra que o Brasil tem 3.109.630 casos confirmados de covid-19 acumulados desde o início da pandemia. Desse total, 103.026 evoluíram para óbito (3,3%); 2.243.124 pacientes se recuperam da doença (72,1%); e 763.480 estão em tratamento (24,6%).  Nas últimas 24 horas, passou a fazer parte dessa estatística 52.160 novos casos confirmados e 1.274 mortes. Atualmente, 3.580 óbitos estão em investigação.  A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 3,3%. A mortalidade (quantidade de óbitos por 100 mil habitantes) atingiu 49. A incidência dos casos de covid-19 por 100 mil habitantes é de 1.479,7. Desde o início da pandemia, São Paulo soma 639.562 casos acumulados de covid-19. É o estado com o maior registro da doença, seguido por Bahia (198.767), Ceará (190.550), Rio de Janeiro (182.563) e Pará (169.613). São Paulo também lidera o maior número de óbitos causados pela covid-19 (25.571). Em seguida estão Rio de Janeiro (14.212), Ceará (8.011, Pernambuco (7.008) e...
Leia mais

Brasil tem 3,05 milhões de casos e 101,7 mil mortes por covid-19

Desde o início da pandemia, o Brasil acumula 3.057.470 casos de covid-19, conforme balanço diário divulgado hoje (10) pelo Ministério da Saúde. Desde domingo (10), foram 22.048 novos casos informados pelas secretarias de saúde. No domingo (9), o painel apresentava 3.035.422 pessoas infectadas desde o início da contagem. O número de mortes chegou a 101.752. Há ainda 3.569 óbitos em investigação. Nas últimas 24 horas, foram registrados 703 óbitos. no domingo, o sistema do Ministério da Saúde marcava 101.049 falecimentos. Atualmente, 791.096 pacientes com covid-19 estão em acompanhamento. Já a quantidade de pessoas recuperadas chega a 2.163.812. Os números diários de casos e mortes são menores aos domingos e segundas em função da dificuldade de pessoal para alimentação dos bancos de dados durante os fins de semana. Já na terça-feira, em geral, há mais casos pois o balanço diário traz o acúmulo dos casos registrados nos dias anteriores. A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 3,3%. A mortalidade (quantidade...
Leia mais

Brasil ultrapassa 100.000 mortes pela Covid-19

O Brasil ultrapassou neste sábado a marca de 100.000 mortes pela Covi-19 e de 3 milhões de casos confirmados de infecção com o novo coronavírus, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Segundo país do mundo mais afetado pela pandemia, atrás dos Estados Unidos, o Brasil registrou 905 novas mortes, elevando o total de óbitos pela Covid-19 para 100.477. O país tem agora 3.012.412 casos confirmados, depois de 49.970 novos registros neste sábado. Apesar de o Brasil ao longo de sua história ter enfrentado diversas epidemias, nenhuma delas matou tantos em tão pouco tempo. [nL1N2F82F1] “Isso é inédito, algo que nunca teve. Deveríamos estar em desespero, isso é uma tragédia como uma guerra de verdade, um conflito armado. Mas o Brasil está em uma anestesia coletiva”, disse à Reuters o infectologista José Davi Urbaéz, porta-voz da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI). A comparação com outras doenças que, como a Covid-19, são virais e não têm vacinas, mostra o tamanho do estrago...
Leia mais

Pesquisadores desenvolvem tecido capaz de matar o vírus da covid-19

Dentro de dois meses, pesquisadores do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe/UFRJ), do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC Rio) vão apresentar um tecido antiviral para máscaras que oferece maior proteção aos profissionais da área de saúde contra a covid-19. A informação foi dada pela professora Renata Simão, dos Programas de Engenharia de Nanotecnologia e de Engenharia Metalúrgica e de Materiais da Coppe. O tecido está sendo produzido no Laboratório de Engenharia de Superfícies da Coppe/UFRJ. Renata esclareceu que, no momento, os pesquisadores estão desenvolvendo, na verdade, produtos que vão ser colocados em um tecido normal de algodão, para fazer com que esse tecido comum tenha propriedades aprimoradas e atinja, até, o nível de uma máscara similar à N95. “O que a gente está fazendo não é desenvolver o tecido e, sim, estamos modificando o...
Leia mais

Bolsonaro assina MP que libera recursos para produção de vacina de Oxford

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) assinou nesta quinta-feira (6) uma medida provisória que abre crédito extra de cerca de R$ 2 bilhões no orçamento federal e abre caminho para a produção da vacina para Covid-19 de Oxford e da farmacêutica AstraZeneca. Bolsonaro projetou que a vacina esteja disponível a partir de dezembro e a atual crise se resolva "em poucas semanas" depois disso. O governo brasileiro firmou com a empresa e a universidade um memorando de entendimento, uma espécie de pré-acordo, no qual o Brasil havia se comprometido em investir R$ 522 milhões na reforma da fábrica de Bio-Manguinhos e outros R$ 1,3 bilhão em investimentos. Faltava espaço no orçamento para que os repasses fossem feitos. A MP foi necessária porque o Executivo precisa de autorização legal para gastos não previstos no orçamento do ano aprovado pelo Congresso Nacional. Há a expectativa da produção de 100 milhões de doses. Em nota, a Secretaria-Geral da Presidência afirma que o Brasil decidiu assumir...
Leia mais

Trump cita Brasil como mau exemplo na pandemia de Covid-19

O presidente americano Donald Trump citou o Brasil como um mau exemplo no trato com a pandemia da Covid-19 durante entrevista ao Axios, na HBO. Questionado sobre o alto número de casos e mortes que o país registra, Trump respondeu que existem países em situações muito piores.   "Se você assiste as fake news na televisão, eles nem falam sobre isso, mas você sabe, existem outros 188 países que estão sofrendo proporcionalmente muito mais do que nós, tão ruins quanto nós... Neste momento a Espanha está tendo um grande aumento, e há um tremendo problema no mundo. Você olha para Moscou, olha o que está acontecendo com Moscou, olhe para o Brasil, olha o que está acontecendo nestes países", afirmou Trump.  Os Estados Unidos são o país mais afetado pela pandemia, com 4.793.950 casos confirmados e 157.416 mortes pelo novo coronavírus até esta quarta-feira (5).  Na mesma entrevista, que foi ao ar na noite da última segunda (03/08), Trump foi perguntado...
Leia mais

Brasil tem 97.256 óbitos e 2,02 milhões de recuperados por coronavírus

O balanço diário do Ministério da Saúde - divulgado nesta quarta(5) - mostra que o Brasil tem 2.859.073 casos acumulados de covid-19. Desse total, 70,7% se recuperaram da doença, ou seja, 2.020.637 pessoas; 97.256 faleceram e 741.180 pacientes estão em tratamento. Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.437 óbitos e notificados 57.152 novos casos de covid-19.  A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 3,4%, mesmo percentual de dias anteriores. A mortalidade (quantidade de óbitos por 100 mil habitantes) atingiu 46,3. A incidência dos casos de covid-19 por 100 mil habitantes é de 1.360,3. O Brasil mantém-se em segundo lugar no ranking mundial em número de casos e de óbitos relacionados à pandemia. A liderança é dos Estados Unidos. De acordo com o mapa da universidade Johns Hopkins, o país possui 157.690 mortes e 4.811.128 casos acumulados. Na terceira colocação, em número de casos, segundo o ranking na instituição norte-americana, aparece a Índia, com 1,9 milhão de infecções e 39.795 óbitos. Já...
Leia mais

A ‘legalização silenciosa’ da maconha medicinal no Brasil

A médica aposentada Nina de Queiroz, de 60 anos, sofria de uma forte depressão quando decidiu se consultar com um médico que receitava cannabis sativa, a popular maconha. "Eu tomava vários antidepressivos, mas nenhum funcionava. Saí do consultório decidida a entrar na Justiça para garantir meu direito constitucional à saúde", conta. No final de 2018, meses depois de iniciar o processo, Nina se tornou a primeira pessoa com depressão a obter autorização da Justiça brasileira para o cultivo medicinal da maconha. Hoje, ela cuida de seis plantas em sua casa em Natal e as utiliza de várias maneiras, mas principalmente na cozinha: faz azeite, mel, brigadeiro, leite... "Para mim, funciona melhor quando uso ao longo do dia, em pequenas doses na comida. À noite, vaporizo um pouco para dormir bem. Antes da cannabis, cheguei a ficar 10 dias trancada em casa, muitos deles sem dormir, com as janelas fechadas, deitada na cama, sem vontade de levantar. Hoje sou outra pessoa, muito...
Leia mais

Covid-19 pode ser se contraído pelos olhos, diz médico

Sabemos que o coronavírus pode entrar no corpo através do nariz e da boca – daí as constantes recomendações dos médicos para o uso de máscaras e protetores faciais, além de fazer distanciamento social. Mas e os olhos? Devemos usar óculos ou proteção sobre os olhos também? Certamente é possível que uma pessoa possa adquirir o coronavírus pelos olhos, de acordo com o médico Thomas Steinemann, porta-voz clínico da Academia Americana de Oftalmologia. Há sim "evidências surgindo" de que as pessoas estão pegando o vírus de gotículas flutuando no ar, como confirmou a Organização Mundial da Saúde no início deste mês. Uma das maneiras pelas quais essas gotículas podem entrar no seu corpo é através dos olhos. Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças também apontaram que é possível se infectar tocando em uma superfície contaminada e depois nos olhos. “Sim, o coronavírus está no ar”, disse Steinemann à CNN. “Pode pousar no olho? Claro.” No entanto, para Steinemann, contrair o vírus pelos...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e