Rio de Janeiro

RJ: liberação do uso de máscaras de proteção vai ser debatido

O uso do principal equipamento de proteção contra o coronavírus adotado no país até o momento será debatido no próximo dia 18 pelo comitê científico de enfrentamento à Covid-19 do Rio de Janeiro. Existe a possibilidade de dispensar a obrigatoriedade de máscaras para alguns grupos da população. A informação é do Secretário Municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz. No momento, no entanto, a máscara facial segue obrigatória para todos. O prefeito Eduardo Paes (DEM), no entanto, não quis comentar o assunto. “Meu papel aqui é chamar atenção da sociedade para que ela trabalhe conosco, essa é uma missão, uma função, uma tarefa coletiva. Governo não é babá das pessoas. Governo instrui, auxilia, eventualmente aplica uma sanção se certas regras não são cumpridas. Mas num tema como esse, que exige que toda a população participe, é fundamental que as pessoas colaborem. Nós não conseguimos fiscalizar a atitude de cada cidadão”, afirmou. Eduardo Paes disse, também, que a praia não é...
Leia mais

Pandemia provoca perda média no faturamento do comércio do Rio

A pandemia do novo coronavírus e a crise econômica dela decorrente levaram os empresários do comércio de bens e serviços da região central do Rio de Janeiro a registrarem perda média de faturamento acima de 50% no ano passado. É o que revela pesquisa divulgada hoje (13) pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ). Feita com 303 empresários, entre os dias 8 e 11 deste mês, a sondagem mostra que 80,3% dos entrevistados tiveram queda superior a 25% no faturamento de 2020 em comparação a 2019. Para 10,6%, a redução variou entre 16% e 25%, seguidos por 4,6% que apresentaram queda de 6% a 15%. Outros 4,6% afirmaram que houve diminuição do faturamento em até 5%. “Uma larga maioria teve um impacto bastante significativo”, disse o diretor do IFec Rio, João Gomes. De acordo com ao levantamento, a demanda por bens e serviços caiu bastante para 57,4% dos consultados e piorou para 25,4%. Para 12,5%, a procura...
Leia mais

Cabral é condenado a mais 11 anos de prisão

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral foi condenado a mais 11 anos e 3 meses de prisão. A sentença foi divulgada nesta terça-feira (12), assinada pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal. A condenação se deu dentro da Operação C’est Fini, um desdobramento da Operação Lava Jato. Ao todo, Cabral já recebeu 332 anos de pena somadas todas as condenações. Ele foi condenado pelo envolvimento no recebimento de propina na Fundação Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (Funderj), no valor total de R$ 18,1 milhões, pagos por empresas que contratavam obras com o órgão. Também foram condenados, no mesmo processo, Wilson Carlos da Silva, a 14 anos e 2 meses de prisão, Luiz Carlos Bezerra, a 7 anos e 9 meses, Henrique Alberto Santos Ribeiro, a 20 anos e 9 meses, e Lineu Castilho Martins, a 16 anos e 6 meses de prisão. Procurado, o advogado Márcio Delambert, que defende Cabral, se pronunciou em nota: “A sentença reconheceu a...
Leia mais

Morador do Rio já pode agendar testes de covid-19 pelo celular

Os moradores do Rio de Janeiro já podem agendar a testagem para detectar a covid-19 por um aplicativo pelo telefone celular ou pela central telefônica 1746. Ontem (10), a prefeitura recebeu um lote com dez mil testes rápidos de antígeno da covid-19. “Hoje inicia a autonotificação pela Central 1746 ou pelo aplicativo RIO COVID-19 para a plataforma IOS, que já está disponível na loja da Apple. Em breve será liberado também na loja de aplicativos para a plataforma Android”, informou, em nota, a Secretaria Municipal de Saúde. Acrescentou que a partir da autonotificação, em que o cidadão informará seu endereço e sintomas apresentados, receberá o retorno de uma equipe de saúde da família, que avaliará o relato do paciente. No caso de haver indicação, o teste será agendado para a unidade de Atenção Primária (clínicas da família ou centros municipais de saúde) mais próxima da casa do paciente. Se não houver indicação, o usuário receberá as orientações da equipe de saúde. A secretaria informou, também, que os...
Leia mais

Chuva provoca estragos no Rio, e há previsão de mais água para hoje

O município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, permanece em estágio de atenção por causa das fortes chuvas que atingiram algumas de suas regiões da cidade na tarde de ontem (10). Mais chuvas estão previstas para esta segunda-feira (11), e a preocupação é com o solo encharcado. O superintendente da Defesa Civil da cidade, André Xavier, disse que, em 12 horas, foram registrados 151 milímetros (mm) de chuva, volume considerado muito elevado. Além disso, havia alta na tábua de maré, que deve permanecer neste início de tarde. A combinação dificultou o escoamento da água e provocou alagamentos. A tábua de maré e o volume de chuva muito grande ontem, em 12 horas, provocaram vários pontos de alagamentos, afirmou. Segundo Xavier, até a manhã de hoje, foram anotadas três ocorrências. Duas foram decorrentes de deslizamentos sem vítimas, que atingiram parcialmente duas casas, nas ruas Sergipe e Ceará, em Santa Cruz da Serra, no terceiro distrito do município. O terceiro atendimento...
Leia mais

Mais de 30 casos de tiroteios afetaram circulação de trens no Rio

A concessionária SuperVia, que administra os ramais dos trens urbanos do Rio e também da Baixada Fluminense, registrou, no ano passado, 36 casos de tiroteios nas proximidades da linha férrea, que afetaram a circulação dos trens por 40 horas e 24 minutos. O caso mais recente ocorreu no dia 21 de dezembro, quando um caso  de troca de tiros nas imediações da estação Costa Barros, subúrbio do Rio,  interrompeu a circulação dos trens por uma hora em todo o ramal Belford Roxo, na Baixada Fluminense. O ramal mais afetado no ano passado foi o Saracuruna, em Duque de Caxias, também na Baixada, com 24 ocorrências de interrupções. Hoje (11), entre 11h36 e 12h10, a concessionária precisou interromper parcialmente a operação dos trens do ramal Saracuruna em função de troca de tiros nas proximidades da estação Manguinhos. Os trens circularam apenas entre Bonsucesso e Gramacho e no trecho Gramacho-Saracuruna e as partidas da Central do Brasil para este ramal ficaram...
Leia mais

prefeitura do Rio adotará restrições por região

A prefeitura do Rio de Janeiro passará a adotar restrições localizadas para conter a disseminação da covid-19, em vez de medidas que englobem estabelecimentos de todo o município de uma só vez. A proposta foi apresentada hoje (8) pelo prefeito Eduardo Paes, e pelo secretário municipal de saúde, Daniel Soranz, e vai considerar risco de contágio em cada uma das regiões administrativas da capital fluminense. Com base nos números de óbitos e casos registrados na semana epidemiológica anterior, a prefeitura divulgará toda sexta-feira o mapa de risco da cidade, e cada região será classificada como de risco moderado, alto ou muito alto. Quanto maior o risco, maiores serão as restrições. "A cidade não é uma coisa só, não dá para imaginar que a realidade de Santa Cruz é a mesma realidade do Leblon", defendeu o prefeito, que pediu que a população nas áreas de risco alto colabore para que a situação não se agrave. "A última coisa que eu quero...
Leia mais

Cabo Frio exigirá teste negativo de covid-19 para entrada de turistas

A partir da próxima segunda-feira (11), a prefeitura de Cabo Frio, na Região dos Lagos fluminense, passa a exigir que os turistas que queiram entrar na cidade apresentem teste de covid-19 feito há menos de 72 horas com resultado negativo. A regra foi publicada na edição de ontem (5) do Diário Oficial do município. O Decreto nº 6.434 atualiza as normas municipais publicadas no dia 21 de dezembro, destinadas à contenção do novo coronavírus. Para os veículos de turismo com origem em outros municípios, será obrigatória a apresentação de exame para testagem da covid-19 de todos os passageiros, motoristas e guias. Os testes podem ser do tipo rápido IGM/IGG ou do tipo SWAB, com pesquisa de antígeno ou por RT-PCR. Este último deve trazer expresso a terminologia “não detectado” para liberar a pessoa. “No caso de não apresentação de teste de um ou mais tripulantes, ou de testagem com resultado diverso do expresso no caput deste artigo, não será permitido desembarque de nenhum tripulante,...
Leia mais

Mais de 50% dos leitos federais no Rio estão fechados por falta de profissionais

Imagens obtidas pela reportagem da CNN mostram dois dos hospitais federais mais importantes do Rio de Janeiro em meio ao caos por falta de profissionais. No Hospital Federal de Ipanema, os leitos aparecem completamente novos, porém fechados. São 200 vagas vazias que deveriam atender pacientes de Covid -19.  As imagens feitas de dentro do Hospital do Andaraí revelam leitos ocupados por pacientes contaminados, mas sem médicos e enfermeiros para dar atenção a eles.    Cerca de 3 mil profissionais da Saúde foram dispensados e o fechamento de leitos se fez necessário para dar conta da demanda. O vácuo nos atendimentos de Covid-19 nos hospitais federais não tem data certa para acabar, segundo o médico e diretor do corpo clínico do Hospital Federal de Bonsucesso, Júlio Noronha.  O saldo do caos na rede hospitalar federal é de cerca de mil leitos ociosos entre os seis hospitais e três institutos existentes.  Só no Hospital Federal de Ipanema, segundo o diretor clínico, são 200 leitos vazios....
Leia mais

Rio de Janeiro oficializa a volta às aulas para 8 de fevereiro

O ano letivo na rede municipal de ensino do Rio começa oficialmente dia 8 de fevereiro. A prefeitura definiu os calendários escolares relativos à educação infantil, ao ensino fundamental e à educação de jovens e adultos. As novas medidas foram publicadas no Diário Oficial do município desta quarta-feira (6). O aluno da rede municipal do Rio não teve aprovação automática em 2020 por conta da pandemia, nem ensino remoto. O calendário letivo de 2020 se estende para 2021 e o formato reunirá dois anos em um. Isso significa que a partir de fevereiro deste ano, o aluno continuará a estudar o conteúdo de 2020, além do conteúdo de 2021. O estudante que cursava o 5º ano do ensino fundamental em 2020, por exemplo, vai continuar em 2021 o conteúdo anterior e o referente ao 6º ano do ensino fundamental. Para fins de ano letivo passam a valer o efetivo trabalho escolar, em que forem desenvolvidas atividades presenciais ou não presenciais,...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e