Geral

“Samba Natal Sem Fome”: cantor Markinho Efikaz promove campanha de doação no K11, em Nova Iguaçu

O Cantor e Compositor Markinho Efikaz lança a sua 1ª edição “Samba Natal Sem Fome" neste mês de Dezembro. A campanha tem o intuito de mobilizar a comunidade onde mora a mais de 30 anos, tendo em vista o trabalho social e solidário que cada cidadão pode realizar, com doação de alimentos não perecível para as crianças da Creche Comunitária São José do Operário, localizada na rua Juvenal Valadares n°326, Caonze – Nova Iguaçu, Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. A Campanha de doação de Alimento serão realizadas pelos voluntários da comunidade, entidades, comercio local e todas as pessoas que possam estar ajudando ao próximo de alguma forma. Nesta 1ª Edição, a arrecadação dos alimentos deverão ser entregue na Rua Capitão Edmundo Soares n° 15, Caonze Nova Iguaçu, até domingo (23), onde haverá durante todo o dia, uma grande "Roda de Samba" que o próprio cantor e idealizador do projeto estará realizando. Qualquer pessoa poderá participar e fazer sua doação. Basta entrar em contato...
Leia mais

China é principal destino das exportações brasileiras em novembro

A China continuou sendo o principal destino das exportações brasileiras em novembro deste ano, com participação de 26,3% no total. Isso representa mais que o dobro do segundo colocado no ranking, os Estados Unidos (EUA), com um percentual de 11,9%. Os dados são do Índice do Comércio Exterior (Icomex), da Fundação Getulio Vargas (FGV). De acordo com a FGV, as exportações para a China cresceram 97,6% (em valor), na comparação com novembro do ano passado. Os principais responsáveis por esse crescimento foram a soja, que respondeu por 45% do aumento, e o petróleo bruto (não refinado), com 32% desse crescimento. O aumento, segundo a FGV, é resultado da guerra comercial entre a China e os Estados Unidos, que faz os chineses buscarem outros fornecedores de produtos como a soja. Esse aumento, no entanto, é possivelmente temporário e não compensará uma piora nas condições do mercado mundial, caso haja um acirramento do protecionismo. De acordo com a FGV, as exportações totais brasileiras cresceram...
Leia mais

MPF denuncia Cabral e dez deputados por esquema de propina na Alerj

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou nesta sexta-feira (14) o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, dez deputados estaduais e mais 17 pessoas por um esquema de propinas na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Entre os demais denunciados estão secretários e ex-secretários estaduais, deputados e assessores parlamentares. De acordo com a denúncia apresentada hoje ao Tribunal Regional Federal na 2ª Região (TRF2), o esquema envolvia nomeações viciadas e pagamentos de propinas a deputados em troca de apoio aos governos de Cabral e de seu sucessor (que também está preso por outra investigação), Luiz Fernando Pezão. Além de Cabral, foram denunciados os ex-presidentes da Alerj Jorge Picianni e Paulo Melo (ambos do MDB) e os parlamentares André Correa (DEM), Edson Albertassi (MDB), Chiquinho da Mangueira (PSC), Coronel Jairo (SD), Luiz Martins (PDT), Marcelo Simão (PP), Marcos Abrahão (Avante) e Marcus Vinicius “Neskau” (PTB). Os dez deputados foram presos na Operação Furna da Onça, desencadeada no início de novembro, e que serviu...
Leia mais

Alguém viu o Geneal do Gomes por aí…

Continuando nossa resenha sobre a cultura vintage/retrô, hoje desejo falar sobre algumas coisas que ficaram lá atrás e que nunca saíram de nossas lembranças. Quem nunca ouviu falar ou até mesmo comeu o famoso angu do Gomes? E o delicioso e não menos famoso cachorro quente da Geneal? Lembro-me de quando era criança, minha mãe me levava para passear e vira e mexe parávamos em uma dessas carroças que vendiam esses cachorros-quentes e eu comia. Já o angu do Gomes eu nuca comi, pois detesto angu, mas sei que o do Gomes era especial. Os anos eram os 70 e os sabores peculiares. Hoje me parece que tentaram voltar com a Geneal em alguns lugares em forma de loja só que em minha opinião muito diferente daquelas carrocinhas que ficavam espalhadas por pontos turísticos do Rio de Janeiro e que enchiam de glamour a cidade. O passado nos é presente em várias formas e sentidos. “Quando reagimos à determinada situação em...
Leia mais

Sil Azevedo lança o livro “Filho de Prostituta”

Crescida em Engenheiro Pedreira, na Baixada Fluminense, uma jovem, de família bem humilde, aos 15 anos de idade, perderia, de um dia para o outro, sua mãe e absolutamente tudo que tinha. Todos os seus pertences, sua casa, seu irmão, sua vida, tudo, como em um passe de mágica, se desmaterializou. A partir deste dia, nasceria o medo de admitir a solidão, o que a levou a se esconder de si e de todos, alimentando diariamente um silêncio que se perpetuou por 28 anos. A menina negra, que conseguiu acolhimento em nova família em troca de serviços domésticos, se descobriu homossexual a partir de um amor da juventude, que no livro ganhou o pseudônimo de menina da escola. Frente ao preconceito e à homofobia tão viris e caras à nossa sociedade, vendo-se sozinha após perder a mãe, sua maior referência, fez da introspecção e do silêncio seus maiores companheiros, como também combustível para a criação literária. Os poemas...
Leia mais

Os diversos papéis das mulheres e a importância da empatia

Em pleno século XXI, ainda temos um longo caminho a percorrer quando o assunto é o papel da mulher na sociedade. Por um lado, temos uma gama de conquistas realizadas pelos esforços dos movimentos feministas de décadas atrás, por outro vivemos ainda em uma sociedade machista onde ainda existem alguns papéis delimitados exclusivamente para mulheres, enquanto os homens continuam em sua jornada intimista de ser qualquer coisa que deseje ser, sem as cobranças sobre o que deveria ou não estar fazendo. Ainda que tenha iniciado o texto dessa forma, minha intenção aqui não é criticar o homem, mas valorizar e acolher a mulher, qualquer que seja o papel que ela desempenhe em sua jornada atual de vida. Sou mãe, esposa, empreendedora, psicóloga, escritora, esposa, filha, irmã, amiga, mas quem não é a maioria dessas coisas? Ser psicóloga e ser mãe foram escolhas minhas, ponderadas com muito cuidado e pautados em sonhos de vida. Com a psicologia veio o empreendedorismo, afinal não dava para...
Leia mais

União poderia receber até R$ 300 bi com venda de imóveis

A União receberia R$ 300 bilhões se vendesse todos os imóveis disponíveis atualmente, segundo o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Esteves Colnago. Entretanto, o ministro considera que não seria uma tarefa simples e por isso, é preciso repensar a forma de vender os imóveis. “Não é simples. Muitos têm problemas de reforma, de manutenção. É uma coisa que temos que repensar a forma de vender”, disse em café da manhã com jornalistas na manhã desta quinta-feira (13), em Brasília. Ele citou a consulta pública aberta pelo ministério no último dia 21, com prazo de 60 dias para envio de propostas, para estruturar o primeiro fundo de investimento imobiliário da União. O fundo terá como lastro parte da carteira de imóveis administrada pela Secretaria do Patrimônio da União do ministério e terá como objeto a alienação, locação ou outras atividades relacionadas aos ativos imobiliários de propriedade da União. Os imóveis da União compreendem os terrenos de Marinha, terras rurais, oriundos de...
Leia mais

Há 50 anos, AI-5 suspendia direitos políticos no país

Foram menos de cinco minutos de discurso, mas os efeitos duraram quase uma década. Em setembro de 1968, o então deputado Marcio Moreira Alves subiu à tribuna da Câmara e pregou o boicote aos desfiles do Dia da Independência. No plenário, quase ninguém acompanhou o discurso, mas o Palácio do Planalto decidiu processar o parlamentar por injúria. No dia 12 de dezembro, a Câmara rejeitou o pedido de licença para processar Marcito, como era conhecido. Horas depois, o general Costa e Silva decretou o Ato Institucional número 5 (AI-5). Considerado o mais duro dos atos institucionais do período da ditadura militar (1964-1985), o AI-5 autorizava o presidente da República a decretar o recesso do Congresso Nacional, das assembleias legislativas e das câmaras de vereadores, cassar mandatos de parlamentares e suspender direitos políticos dos cidadãos. Há exatos 50 anos, no mesmo dia em que instituiu o AI-5 (em 13 de dezembro de 1968), Costa e Silva fechou o Congresso Nacional...
Leia mais

São Paulo fecha ano com 9,9 milhões de empregos formais no comércio

Levantamento feito pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) constatou que o varejo, atacado e setor de serviços paulista, em conjunto, devem registrar a abertura de 99.897 postos de trabalho em 2018.  De acordo com a estimativa da pesquisa, o ano deve fechar com mais de 9,9 milhões de empregos com carteira assinada no estado. Segundo o estudo, o varejo voltou a registrar saldo positivo de vagas em 2018, e projeta a abertura de 3.518 postos de trabalho. De acordo com Pesquisa de Emprego no Comércio Varejista de São Paulo (PESP Varejo), o varejo paulista deve encerrar o ano com um estoque ativo de 2.092.727 trabalhos formais, leve alta de 0,2% em relação a 2017. No comércio atacadista, estima-se a criação de 9.998 postos de trabalho com carteira assinada no Estado de São Paulo. Assim, o setor atacadista paulista deve encerrar o ano com um estoque ativo de 508.148, crescimento de 2%...
Leia mais

Unesco reconhece união homoafetiva como patrimônio mundial

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de reconhecer, em 2011, a união homoafetiva e a garantia dos direitos fundamentais aos homossexuais, recebeu o certificado MoWBrasil 2018, oferecido pelo Comitê Nacional do Brasil do Programa Memória do Mundo da  Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura  (Unesco), A decisão foi inscrita como patrimônio documental da humanidade no Registro Nacional do Brasil. O ex-ministro Ayres Britto, do STF, relator das ações que trataram do tema, representou a Corte durante cerimônia nessa última quarta-feira (12), no Rio de Janeiro. “A Constituição é arejadora dos costumes e sabe enterrar ideias mortas”, ressaltou o ministro. “[A decisão do STF] é de proibição do preconceito em função do modo sexual de ser das pessoas”, disse. Ayres Britto acrescentou que este é um caminho de qualidade civilizatória democrática e humanista. “É caminho sem volta, é descolonização mental.” A presidente do Comitê Nacional da Memória do Mundo da Unesco, Jussara Derenji, destacou que “um...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e