Mundo

Biden revoga veto de Trump a imigrantes

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, revogou medida do antecessor, Donald Trump, que vetava a entrada de alguns imigrantes no país por suposto "risco para o mercado de trabalho". Com a decisão, Biden inverteu com efeito imediato a decisão de Trump, anunciada em 22 de abril de 2020, nos primeiros meses da pandemia de covid-19, que atingiu duramente a economia dos EUA e atrasou a criação de emprego.A decisão de Trump, prorrogada em junho de 2020 e depois em 31 de dezembro de 2020, determinava a suspensão da entrada de imigrantes e não imigrantes que representassem risco durante a recuperação econômica, após a pandemia.Joe Biden defendeu agora que impedir a chegada dessas pessoas não faz avançar os interesses da América. "Pelo contrário", acrescentou, "prejudica os Estados Unidos, inclusive ao impedir membros de famílias de cidadãos americanos e residentes permanentes legítimos de se reunirem com familiares". De acordo com o decreto, a decisão do antecessor também prejudica as indústrias americanas que utilizam talentos de todo o mundo. Além...
Leia mais

Trabalho digital cresce 5 vezes e ameaça direitos trabalhistas

As plataformas digitais cresceram cinco vezes ao longo da última década, oferecendo oportunidades a alguns, mas também afetando os direitos trabalhistas, alertou nessa terça-feira (23) a Organização Internacional do Trabalho (OIT). De aplicativos como o Uber, e mercados virtuais, como o UpWork, que conectam trabalhadores informais a clientes, a programas que permitem que os empregadores supervisionem seus funcionários, as plataformas digitais transformam a natureza do trabalho, disse a OIT - agência da Organização das Nações Unidas (ONU). "Em seu melhor [aspecto], essas plataformas oferecem novas oportunidades", disse Guy Ryder, chefe da OIT, que entrevistou 12 mil trabalhadores de 100 países, 70 negócios e 16 empresas no primeiro relatório detalhado da economia de plataformas da entidade. "Há oportunidades para trabalhadores deficientes, para aqueles em localidades remotas. Existem indícios de que esses que estão desempregados ou marginalizados podem encontrar um caminho para o mercado de trabalho", disse ele em entrevista à Thomson Reuters Foundation. A pandemia de covid-19 acelera a migração para uma economia digital, mudando...
Leia mais

UE atinge 19 venezuelanos com sanções nas eleições de dezembro

Os aliados de Maduro conquistaram quase todas as cadeiras da legislatura em uma votação que também foi rejeitada pelos Estados Unidos e vista no Ocidente como uma forma de o presidente assumir o controle da única alavanca de poder que ainda não estava em suas mãos. Os chanceleres da UE aprovaram as sanções na segunda-feira, elevando para 55 o número total de venezuelanos na lista negra do bloco. Como os Estados Unidos, a UE aumentou as sanções contra Maduro nos últimos dois anos, argumentando que a reeleição de Maduro em 2018 foi uma farsa, embora as medidas ainda não tenham alcançado seu objetivo declarado de trazer novas eleições presidenciais. “Os indivíduos acrescentados à lista são responsáveis ​​… por minar os direitos eleitorais da oposição e o funcionamento democrático da Assembleia Nacional, e por graves violações dos direitos humanos e restrições às liberdades fundamentais”, afirmou a UE num comunicado. Entre os sancionados estavam dois legisladores do que a UE chamou de Assembleia Nacional...
Leia mais

EUA voltam oficialmente ao Acordo de Paris

Os Estados Unidos voltaram oficialmente a aderir o Acordo Climático de Paris, um dos compromissos do novo presidente do país, Joe Biden, segundo anúncio feito pelo secretário de Estado americano, Anthony Blinken. "O Acordo de Paris é uma estrutura sem precedentes para a ação global. Sabemos disso porque ajudamos a projetá-lo e torná-lo realidade. Seu propósito é simples e amplo: ajudar a todos nós a evitar o aquecimento global catastrófico e construir resistência em todo o mundo aos impactos da mudança climática que já estamos vendo", declarou o diplomata chefe dos EUA em comunicado. O país mais rico do mundo volta ao pacto internacional para conter o aquecimento global depois da saída ocorrida durante o governo de Donald Trump, que demonstrou ceticismo em relação à mudança climática. "Enfrentar as ameaças reais da mudança climática e ouvir nossos cientistas está no centro de nossas prioridades de política nacional e externa. É vital para nossas conversas sobre segurança nacional, migração, esforços internacionais de...
Leia mais

Junta militar de Myanmar enfrenta greve geral

A polícia de Myanmar começou a dispersar manifestantes pró-democracia nesta segunda-feira (22), e negócios de todo o país se uniram a uma greve geral convocada em oposição ao golpe militar, apesar de as autoridades terem alertado que confrontos podem custar vidas. Três semanas depois de tomar o poder, a junta tem sido incapaz de conter os protestos diários e um movimento de desobediência civil que clama pela reversão do golpe de 1º de fevereiro e a libertação da líder eleita Aung San Suu Kyi. Hoje, foram registrados protestos em cidades pequenas e grandes de todo o país, das colinas do norte que fazem divisa com a China às planícies centrais, do delta do Rio Irrawaddy ao cabo do extremo sul, como mostraram imagens nas redes sociais. Na capital Naypyitaw, onde os militares estão sediados, um caminhão de jato d'água da polícia e vários outros veículos se reuniram para interromper uma procissão de manifestantes que cantavam e fugiram quando policiais os perseguiram a...
Leia mais

Espanha impõe quarentena para viajantes do Brasil e da África do Sul

A Espanha vai impor quarentena aos viajantes do Brasil e da África do Sul por pelo menos sete dias após a chegada no país, disse a ministra da Saúde, Carolina Darias, nessa quarta-feira (17), como parte dos esforços para conter variantes mais transmissíveis do novo coronavírus. Esses viajantes terão de ficar em casa e não receber visitantes por dez dias depois da chegada, a menos que testem negativo durante a quarentena, acrescentou a ministra, caso em que recuperariam a mobilidade após sete dias. “É uma medida absolutamente necessária e urgente para evitar a propagação dessas variantes em nosso país”, afirmou Carolina Darias, pedindo às regiões que não flexibilizem as medidas. "Precisamos aprender com o que aconteceu nas ondas anteriores porque uma vez que os números aumentam, é muito difícil derrubá-los novamente." Depois de uma elevação de casos pós-Natal, em que as infecções diárias ultrapassaram 40 mil, a terceira onda na Espanha está recuando, com a incidência de duas semanas caindo ontem para...
Leia mais

Tempestade de neve atinge os EUA; milhões estão sem eletricidade

Pelo menos 23 pessoas morreram e milhões sofrem as consequências de uma tempestade de neve devastadora em vários estados da América. No Texas, milhões de pessoas continuam sem eletricidade nesta quarta-feira (17). Isso significa que, diante das baixas temperaturas registradas, passaram a noite sob frio rigoroso.  O governador do Texas pediu providências aos responsáveis pelo fornecimento de energia. O frio registrado nestes dias deve durar pelo menos até o próximo fim de semana.  Lina Hidalgo, do condado de Harris, escreveu no Twitter que "há a possibilidade de que as falhas de energia aconteçam além do tempo dessa tempestade". Mais de 4 milhões de pessoas estavam ontem à noite sem energia, incluindo 1,4 milhão da região metropolitana de Houston.  De acordo com a Reuters, também um quarto das casas em Dallas estava às escuras. O presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, disse que o governo federal garantiu aos governadores dos estados afetados pela tempestade que eles terão toda a ajuda de emergência necessária. Outro problema provocado pelo mau tempo e a consequente falta de eletricidade é...
Leia mais

Nigeriana Ngozi Okonjo-Iweala torna-se primeira mulher a liderar OMC

A nigeriana Ngozi Okonjo-Iweala, ex-ministra das Finanças do país africano, foi nomeada hoje (15) para chefiar a Organização Mundial do Comércio (OMC). Ela tornou-se a primeira mulher e africana a liderar a organização. “Os membros da OMC acabam de aceitar nomear Ngozi Okonjo-Iweala como próxima diretora-geral da OMC. A decisão foi tomada por consenso durante uma reunião especial do Conselho Geral realizada hoje”, indicou a organização poucos minutos após o início do encontro. Okonjo-Iweala assume suas funções no dia 1º de março e o seu mandato, que pode ser renovado, expira em 31 de agosto de 2025.Ela substituirá o diplomata brasileiro Roberto Azevêdo, que renunciou ao cargo em setembro do ano passado. O posto de diretor-geral da OMC estava vago desde a ocasião, porque a administração de Donald Trump apoiava a ministra do Comércio da Coreia do Sul, Yoo Myung-hee, o que obstruía a indicação por consenso.Dias após tomar posse, o presidente norte-americano Joe Biden mudou a orientação do país e...
Leia mais

Senado americano absolve Trump em processo de impeachment

O Senado dos Estados Unidos absolveu Donald Trump nesse sábado (13) em seu segundo julgamento de impeachment em um ano. Colegas republicanos impediram a condenação pelo papel do ex-presidente no ataque de seus apoiadores ao Capitólio dos EUA. A votação do Senado de 57 a favor e 43 contra o impeachment ficou aquém da maioria de dois terços necessária para condenar Trump, que era acusado de incitamento à insurreição. O julgamento durou cinco dias e foi feito no mesmo prédio saqueado por seus seguidores em 6 de janeiro. Para os democratas, ataque foi estimulado por Trump em um comício. Na votação, sete dos 50 republicanos do Senado juntaram-se aos democratas unificados da Câmara em favor da condenação. Trump deixou o cargo em 20 de janeiro, então o impeachment não poderia ser usado para removê-lo do poder. Mas os democratas esperavam obter uma condenação para responsabilizá-lo por um cerco que deixou cinco pessoas mortas, incluindo um policial, e preparar o terreno para...
Leia mais

Regulador canadense autoriza o lançamento do primeiro bitcoin ETF do mundo

O principal regulador de valores mobiliários do Canadá liberou o lançamento do primeiro fundo negociado em bolsa de bitcoin do mundo, disse um gerente de investimentos na sexta-feira, proporcionando aos investidores maior acesso à criptomoeda, que gerou uma explosão no interesse comercial. A Ontario Securities Commission aprovou o lançamento do Purpose Bitcoin ETF, empresa de gestão de ativos baseada em Toronto, Purpose Investments Inc., disse em um comunicado. O OSC confirmou a aprovação em uma declaração separada à Reuters. “O ETF será o primeiro no mundo a investir diretamente em Bitcoins liquidados fisicamente, não em derivativos, permitindo aos investidores acesso fácil e eficiente à classe emergente de ativos de criptomoeda”, disse a Purpose Investments. Os investidores têm conseguido negociar bitcoin usando contratos de futuros na bolsa de derivativos CME. Eles também podem comprar fundos de investimento fechados, como o Bitcoin Fund na Bolsa de Valores de Toronto. Um ETF pode oferecer algumas vantagens aos investidores, como a compra pelo valor do ativo...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e