Mundo

Papa pede mais mulheres em postos de responsabilidade na Igreja

O papa Francisco pediu nesse sábado (17) uma maior presença de mulheres "nos diferentes campos de responsabilidade da vida da Igreja em particular, e não só no campo cultural", durante a cerimônia de entrega dos prêmios Joseph Ratzinger. Ao entregar o prêmio dado pela Fundação do Vaticana que leva o nome do papa Emérito Bendto XVI à teóloga Anne-Marie Pelletier, Francisco ressaltou a importância "do reconhecimento cada vez maior da contribuição das mulheres no campo da pesquisa teológica científica e do ensino da teologia, considerados durante muito tempo territórios quase exclusivos do clero". E acrescentou que é necessário que "esta contribuição seja estimulada e que encontre um espaço mais amplo, coerente com o crescimento da presença feminina nos diferentes campos de responsabilidade da vida da Igreja em particular, e não só no campo cultural". "Desde que Paulo VI proclamou Teresa de Ávila e Catarina de Siena doutoras da Igreja, não resta dúvidas de que as mulheres podem alcançar os lugares mais...
Leia mais

Submarino argentino é encontrado um ano e um dia após desaparecimento

O submarino argentino ARA San Juan foi encontrado um ano e um dia após ter desaparecido, no Atlântico Sul, com 44 pessoas a bordo. Os restos da embarcação foram achados por uma empresa privada norte-americana na sexta-feira (16), mas o Ministério da Defesa da Argentina só confirmou a notícia na madrugada deste sábado (17), depois de informar os parentes dos tripulantes. Na quinta-feira (15), as famílias dos 44 desaparecidos realizaram um ato para marcar o primeiro aniversario do naufrágio e cobrar respostas das autoridades. “Quanto lamento que nada que se diga possa acalmar a dor dos familiares e amigos aqui presentes”, afirmou o presidente da Argentina, Mauricio Macri, ao prometer continuar as buscas. No dia seguinte, a empresa norte-americana Ocean Infinity encontrou os restos a 800 metros de profundidade e a 600 metros da cidade de Comodoro Rivadavia, na Patagônia argentina. O ARA San Juan desapareceu durante uma viagem de Ushuaia, no extremo sul do país, ao balneário de Mar del Plata,...
Leia mais

Economia alemã se contrai pela primeira vez desde 2015

A economia da Alemanha se contraiu 0,2% no terceiro trimestre do ano, em relação aos três meses anteriores, informou nesta quarta-feira o Escritório Federal de Estatística (Destatis), segundo dados provisórios. Trata-se do primeiro retrocesso do Produto Interno Bruto (PIB) desde o primeiro trimestre de 2015 e se deveu principalmente a fatores externos, destacou o comunicado. A economia tinha crescido no primeiro semestre do ano, concretamente 0,5% no segundo trimestre e 0,4%, no primeiro. Segundo cálculos provisórios, as exportações caíram no terceiro trimestre do ano, frente a um aumento das importações. Os investimentos cresceram em equipamentos e na construção, enquanto o consumo privado retrocedeu e o gasto público se manteve ligeiramente acima do nível do trimestre anterior. Em termos anualizados, a economia alemã cresceu 1,1% no terceiro trimestre do ano, depois do 2,3% no segundo e do 1,4% nos três primeiros meses de 2018. Corrigidos os efeitos estacionais, o PIB cresceu igualmente 1,1% entre julho e setembro, frente ao 2% do segundo trimestre e ao...
Leia mais

Espanha quer impedir venda de carros a diesel e gasolina em 2040

O governo da Espanha quer impedir, a partir de 2040, a venda e o emplacamento de automóveis e veículos comerciais leves com emissões diretas de dióxido de carbono, entre eles todos os de motor a diesel e a gasolina. A intenção consta de um projeto de lei de mudança climática e transição energética preparado pelo governo. A informação foi divulgada nesta terça-feira (13) por fontes do Ministério para a Transição Ecológica. O plano engloba todos os veículos que utilizam motor a combustão tradicional e os automóveis propulsados por outros sistemas que, embora em menor quantidade, também emitem dióxido de carbono (CO2), como os híbridos, os a gás natural (GNC) ou os a gás liquefeito de petróleo (GLP). Segundo as previsões do governo, no ano de 2050 estaria proibido o tráfego de todos os carros de passeio que emitem de forma direta este poluente. Também está previsto que o sistema de carros elétricos espanhol evolua progressivamente até ser baseado exclusivamente em fontes renováveis em 2050 e em uma redução das emissões de gases de...
Leia mais

Governo tailandês aprova legalização da maconha com fins medicinais

O governo da Tailândia aprovou nesta terça-feira uma reforma para legalizar o uso medicinal da maconha, o que transformaria o país no primeiro do Sudeste Asiático a tomar tal medida. O governo do primeiro-ministro Prayut Chan-ocha indicou em uma nota oficial que apresentará ao parlamento o projeto que modifica a Lei de Entorpecentes para a sua aprovação. A modificação contempla também a legalização com fins medicinais do kratom, uma árvore do Sudeste Asiático cujas folhas são utilizadas como estimulante, analgésico e narcótico. O governo indicou em uma nota oficial que é necessário atualizar a Lei de Entorpecentes para adequá-la a um mundo no qual cada vez mais países estão aceitando que a maconha "tem muitos benefícios médicos". A Tailândia proibiu a maconha em 1935 e atualmente pune com até cinco anos de prisão a posse e o transporte de até dez quilos. As penas, no entanto, podem chegar a 15 anos de prisão se forem apreendidas quantidades superiores. EFE...
Leia mais

Brasileiros investem mais de R$ 1 bilhão em um ano em imóveis em Portugal

Ao pé do Castelo de São Jorge, em Lisboa, a bandeira de Portugal desponta de um muro branco, e placas de um pequeno ponto de venda anunciam ginja e "porto wine", oferecendo o licor típico nacional e o vinho do Porto para turista ver. Não muito distante dali, um apartamento de 30 metros quadrados atrairia não só os olhos, mas também um investimento conjunto de R$ 851 mil do consultor financeiro carioca Paulo Bottaro, de 51 anos, e dos dois irmãos, moradores do Rio de Janeiro. "É um estúdio totalmente novo por dentro e mobiliado" que viram como "oportunidade pela valorização do metro quadrado e a possibilidade de ser alugado, trazendo um rendimento extra". A 2 km dali, é a advogada Patrícia Oliveira, de 48 anos, que está investindo com o marido. O casal está aplicando o equivalente a R$ 6,7 milhões (1,6 milhão de euros) em um apartamento para morar e R$ 4,6 milhões (1,1 milhão de euros) em outro, no andar...
Leia mais

Censura chinesa suspende quase 10.000 contas informativas em redes sociais

O departamento encarregado da censura nas redes na China, a Administração do Ciberespaço (CAC), anunciou a suspensão de mais de 9.800 contas em redes sociais por considerar que publicavam informações que situavam-se fora dos marcos legais estabelecidos. Esta campanha de "limpeza e retificação de uma série de fenômenos incontrolados" começou no último dia 20 de outubro, explicou a CAC em comunicado emitido ontem à noite. O órgão censor acusou populares plataformas sociais como WeChat - o equivalente chinês do WhatsApp, propriedade do gigante tecnológico Tencent - e Sina Weibo - o Twitter chinês - de "falta de responsabilidade, gestão negligente e tolerância diante da proliferação selvagem" destes tipos de contas. Segundo o documento, alguns destes usuários "propagavam informação política danosa, alteravam maliciosamente a história do Partido e do país, caluniavam heróis e desacreditavam a imagem do país". "Outros criavam rumores, disseminavam informações falsas e perturbavam a ordem social normal", acrescentou. A CAC também indicou que algumas destas contas publicavam pornografia, "desafiavam a moralidade",...
Leia mais

Escócia será pioneira em ensino dos direitos LGBT nas escolas

A Escócia será pioneira no ensino dos direitos LGBT nas escolas, um fato que os impulsionadores da medida qualificaram de "momento histórico". A campanha "Time for Inclusive Education" ("É Hora de uma Educação Inclusiva", em tradução livre) conseguiu que os conhecimentos que fomentam a igualdade sejam incluídos no currículo escolar de forma imediata, segundo adiantou o governo regional presidido pela líder do Partido Nacionalista Escocês (SNP, na sigla em inglês), Nicola Sturgeon. O vice-primeiro-ministro e responsável de Educação, John Swinney, declarou diante do parlamento que todas as escolas públicas receberão os recursos necessários para implementar essas doutrinas, que serão agrupadas em vários temas, entre os diferentes grupos etários. As temáticas incluirão a terminologia, as identidades e a história dos movimentos LGBT, abordarão a homofobia, a bifobia, a transfobia e os preconceitos em relação às pessoas que se declaram LGBT promovendo a educação em igualdade. Jordan Daly, cofundador da campanha, qualificou a decisão governamental como uma "vitória monumental" para seu movimento, que conseguiu...
Leia mais

Mais de 400 mil crianças sofrem de desnutrição severa no Iêmen, diz Unicef

Aproximadamente 400 mil crianças sofrem de desnutrição severa aguda no Iêmen e suas vidas correm perigo, denunciou nesta sexta-feira o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef, na sigla em inglês). Dessas crianças, 40% se encontram em Al Hudaydah, onde atualmente está sendo travada uma batalha feroz entre as forças do governo reconhecido internacionalmente e dos rebeldes houthis, informou em entrevista coletiva o porta-voz do Unicef, Christoph Boulierac, que especificou que a situação é muito delicada. "Enquanto estamos falando, a vida dessas crianças corre perigo", afirmou o porta-voz. Essas 400 mil crianças fazem parte dos 1,8 milhão de menores iemenitas que sofrem de desnutrição aguda, especificou Boulierac. Por outro lado, o porta-voz do Programa Mundial de Alimentos (PMA), Hervé Verhoosel, anunciou que a agência vai redobrar seus esforços para "tentar evitar uma crise de fome em massa". Verhoosel especificou que, por enquanto, não se pode definir a situação no Iêmen como uma "crise de fome", mas isto está muito perto. Assim, o PMA...
Leia mais

Cerca de 1 milhão de muçulmanos israelenses não poderão peregrinar à Meca

Cerca de um milhão de árabes com nacionalidade israelense não poderão peregrinar à Meca ou fazer o 'hajj', um dos Cinco Pilares do Islã, após uma mudança na política de passaportes na Arábia Saudita, informou nesta quinta-feira (8) a imprensa de Israel. Salim Shalata, presidente do Comitê em Israel de Hajj e Umrah (esta última uma peregrinação menor que pode ser feita em qualquer momento e não é obrigatória), disse que os membros do comitê foram proibidos recentemente de entrar na Arábia Saudita, para onde viajavam para coordenar a peregrinação de centenas de árabes israelenses muçulmanos. Apesar de nos últimos tempos ter ocorrido uma aproximação entre Israel e Arábia Saudita, os dois países não têm relações diplomáticas e os primeiros não podem viajar para esse país árabe. No entanto, em 1978, o rei Hussein da Jordânia resolveu que os árabes israelenses (palestinos que ficaram dentro das fronteiras de Israel após sua criação em 1948) poderiam entrar no país, receber um passaporte...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e