Inovações

Novo dinossauro ‘primo’ do Tiranossauro Rex é descoberto em ilha britânica

Paleontologistas da Universidade de Southampton acreditam que quatro ossos encontrados no ano passado na Ilha de Wight, na costa sul da Inglaterra, pertencem a uma nova espécie de dinossauro terópode. Os ossos foram descobertos em uma praia chamada Shanklin. O dinossauro viveu no período Cretáceo, 115 milhões de anos atrás, e estima-se que tivesse até 4 metros de comprimento. Foi denominado Vectaerovenator inopinatus e pertence ao grupo de dinossauros que inclui o Tyrannosaurus rex e os pássaros modernos. O nome se refere aos grandes espaços de ar encontrados em alguns dos ossos — do pescoço, costas e cauda da criatura — que é uma das características que ajudaram os cientistas a identificarem suas origens terópodes. Esses sacos de ar, também vistos em pássaros modernos, eram extensões do pulmão, e é provável que "ajudassem a alimentar um sistema respiratório eficiente, ao mesmo tempo que tornavam o esqueleto mais leve", segundo a Universidade de Southampton. Os fósseis foram encontrados em três descobertas distintas em 2019...
Leia mais

Chuva de meteoros poderá ser vista na madrugada desta quarta-feira

Existe um bom motivo para observar o céu na madrugada desta quarta-feira (12). Uma chuva de meteoros poderá ser vista entre 2h30 e 6h. O fenômeno, de nome Perseidas, poderá ser visto a olho nu e se repete todo ano. A chuva de meteoros Perseidas é provocada pelos fragmentos de um cometa, o Swift Tuttle. Em entrevista à CNN no último domingo, o astrônomo Eder Canalle explicou que esta chuva é um aumento na frequência em que esse tipo de corpo celeste chega à Terra. “Um meteoro é um fragmento rochoso ou metálico - na verdade, uma mescla desses dois materiais - que adentra a dezenas de milhares de quilômetros por hora na atmosfera", disse. Ele esclarece que, na entrada do meteoro na atmosfera, é produzido um risco luminoso, comumente conhecido como "estrela cadente". O astrônomo afirmou ainda que a observação do fenômeno não traz risco algum. "Não é necessário ter medo. Aproximadamente, a cada 100 mil, 200 mil anos é que cai um meteoro de...
Leia mais

“Estação espacial” debaixo d’água: conheça os projetos ambiciosos

A 15 metros abaixo da superfície do Mar do Caribe, o explorador Fabien Cousteau (neto do lendário Jacques Cousteau) e o designer industrial Yves Béhar estão planejando a maior estação e habitat de pesquisa subaquática do mundo. A dupla apresentou o Proteus de Fabien Cousteau, um laboratório modular de 370 metros quadrados que ficará embaixo da água na costa de Curaçao. Ele será um lar para cientistas e pesquisadores de todo o mundo que estudam o oceano, incluindo pesquisas sobre os efeitos das mudanças climáticas, a vida marinha e os avanços na medicina. Projetados como uma estrutura circular de dois andares, ancorada em um palanque sobre palafitas, os casulos da Proteus contêm laboratórios, aposentos pessoais, baias médicas e uma moon pool, a abertura no piso para os mergulhadores acessarem o fundo do oceano. Alimentada por energia eólica e solar e pela conversão de energia térmica do oceano, a estrutura também apresentará a primeira estufa subaquática para o cultivo de alimentos,...
Leia mais

A surpreendente forma como os espermatozoides realmente nadam

Mais de 300 anos atrás, o cientista holandês e pioneiro em microbiologia Anton van Leeuwenhoek descreveu o movimento do espermatozoide humano como uma "torção" de um lado para o outro da cauda do gameta que o impulsionava para a frente. Essa versão, universalmente aceita pela ciência ao longo dos séculos, acaba de ser negada por pesquisas conjuntas da Universidade de Bristol, no Reino Unido, e da Universidade Nacional Autônoma do México (Unam). Os cientistas usaram tecnologia de ponta e análises matemáticas para reconstruir uma imagem tridimensional do verdadeiro movimento da cauda do espermatozoide. "Em nenhum momento, sabíamos o que íamos encontrar e isso nos pegou de surpresa", diz o brasileiro Hermes Gadêlha, professor sênior de matemática aplicada e modelagem de dados da Universidade de Bristol. "O problema é que acreditamos cegamente no que vemos e pensamos que o que vemos é a realidade definitiva e esquecemos que isso ainda é apenas parte da realidade", acrescenta ele. Teoria do século 17 Mas acontece que essa...
Leia mais

‘Borboleta espacial’ é capturada a milhares de anos-luz de distância

A milhares de anos-luz de distância, existe uma "borboleta espacial" colorida com azuis brilhantes e nuvens roxas e vermelhas. É uma imagem nunca vista antes com tantos detalhes. Nomeada assim por sua semelhança com o formato do inseto, a "borboleta espacial" é na verdade uma nebulosa planetária – uma nuvem gigante de gás que se formou em torno de uma estrela antiga que ainda não explodiu.  O Very Large Telescope (VLT, em inglês), do Observatório Europeu do Espaço (ESO) e instalado no Chile, capturou recentemente uma imagem vibrante do objeto interestelar. Ele é conhecido como NGC 2899 (NGC significa New General Catalog, que lista nebulosas e outros corpos astrais como este). Está localizado em algum lugar entre 3 mil e 6,5 mil anos-luz de distância da Terra, na constelação Vela, que é visível no Hemisfério Sul. A nebulosa planetária não costuma durar muito tempo. A radiação ultravioleta ilumina as conchas de gás ao redor da estrela e faz com que elas brilhem...
Leia mais

Pessoas que não tiveram Covid-19 podem ter imunidade ao vírus

O sistema imunológico de algumas pessoas que não foram expostas ao novo coronavírus podem ter familiaridade com o patógeno -- fato que possivelmente ajuda a reduzir a severidade da Covid-19 no organismo que contraia a doença, um novo estudo sugere. Publicado pela revista Nature na quarta-feira (29), o estudo encontrou, entre 68 amostras de adultos saudáveis na Alemanha que não haviam sido expostos ao coronavírus, que 35% deles possuíam células T no sangue que eram reativas ao vírus. As células T, também conhecidas como linfócitos T, são uma parte do sistema imunológico que ajuda o organismo a se defender de infecções. A reatividade delas sugere que o sistema provavelmente teve uma experiência prévia combatendo alguma infecção similar e pode usar a memória para reagir à uma nova ocorrência.  Então como o sistema imune dos pesquisados possui células T reativas se eles nunca tiveram Covid-19? Eles “provavelmente as adquiriram em infecções prévias de outros tipos endêmicos de coronavírus”, escrevem os pesquisadores, de diversos institutos...
Leia mais

Robô será lançado para Marte; amostras só chegam à Terra em 2031

Os Estados Unidos esperam lançar hoje (30) um novo robô para Marte, a fim de recolher amostras de rocha que só vão ser enviadas para estudo na Terra em 2031, dez anos depois de o equipamento chegar ao "planeta vermelho". O lançamento será feito a bordo de um foguetão Atlas V, da base espacial norte-americana de Cabo Canaveral, na Florida. Se por razões técnicas ou meteorológicas o lançamento for abortado, a janela de oportunidade mantém-se aberta diariamente, até 15 de agosto. Trata-se da primeira missão que pretende recolher amostras de rocha, solo e poeira de Marte com destino à Terra, sendo liderada pela agência espacial norte-americana, a Nasa, que já enviou outros robôs de exploração ao planeta, mas com outros fins. Se o lançamento for bem-sucedido, o robô Perseverance tocará a superfície do "planeta vermelho" cerca de sete meses depois, em 18 de fevereiro de 2021, mais concretamente a cratera Jezero, onde teria existido um lago há 3,5 mil milhões de anos e um delta (foz de rio). O local...
Leia mais

Esqueleto de mamute bem preservado é encontrado no Ártico russo

Cientistas russos estão debruçados sobre os ossos espantosamente bem preservados de um mamute adulto que percorreu a Terra há pelo menos 10 mil anos, depois que habitantes locais descobriram seus restos nas águas rasas de um lago na Sibéria. Parte do crânio, várias costelas e ossos da parte dianteira, alguns com tecidos moles ainda presos a eles, foram recuperados da remota península russa de Yamal, acima do círculo Ártico, em 23 de julho. Os cientistas ainda procuram outros ossos no local. Achados semelhantes na vasta região da Sibéria, região da Rússia, ocorrem com regularidade cada vez maior, pois as mudanças climáticas aquecem o Ártico a um ritmo mais rápido do que o restante do mundo derrete o solo em algumas áreas, há muito tempo bloqueadas pelo permafrost (tipo de solo encontrado em área do Ártico). Cientistas divulgaram imagens em dezembro de um filhote de cachorro pré-histórico, que teria 18 mil anos, encontrado na região do permafrost do Extremo Oriente da Rússia em 2018. Os...
Leia mais

Nasa vai enviar balão do tamanho de um campo de futebol ao espaço

A Nasa planeja enviar um balão enorme para os confins da estratosfera terrestre na busca dos segredos de como estrelas e planetas são formados. A missão Asthros da agência espacial vai partir da Antártida em dezembro de 2023 e passar três meses na seção da atmosfera onde fica a camada de ozônio. Um dos componentes é um balão do tamanho de um campo de futebol e um telescópio de infravermelho longo especializado, projetado para detectar luz imperceptível ao olho humano.  Engenheiros do Laboratório de Propulsão de Jatos da Nasa vão começar os testes no próximo mês. Enquanto aguardamos o lançamento, aqui está o que você precisa saber sobre o observatório flotante da Nasa. Os instrumentos A Nasa está apostando em um balão que, quando inflado, terá cerca de 122 metros de largura. Embaixo, uma gôndola abrigará instrumentos como o telescópio de infravermelho longo e um sistema de resfriamento para manter os instrumentos em zero absoluto, a temperatura mais fria que a matéria...
Leia mais

China envia missão para Marte e alavanca corrida espacial com EUA

Dois anos após a humanidade pousar uma sonda em Marte, Estados Unidos e China lançam missões ao planeta vermelho neste mês e criam uma nova arena para sua crescente rivalidade. O Tianwen-1 da China decolou por volta das 12h (horário local) desta quinta-feira (23) da Ilha Hainan, no sul do país, enquanto o rover Perseverance da Nasa está programado para ser lançado em 30 de julho. As duas sondas devem chegar a Marte em fevereiro de 2021. As empreitadas pretendem responder a perguntas sobre o potencial de vida em Marte, incluindo a busca de sinais de condições habitáveis ??no passado antigo do planeta e a busca por evidências de vida microbiana. O veículo espacial tem uma broca que pode ser usada para coletar amostras de rochas e colocá-las de lado para potencialmente serem coletadas e examinadas por uma missão posterior. Se for bem-sucedida, a Perseverance será a sétima sonda que a Nasa pousou em Marte e o quarto veículo espacial. A...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e