Inovações

Molécula rara em Vênus pode sinalizar presença de vida extraterrestre

Um grupo internacional de astrônomos anunciou nesta segunda-feira (14) a presença da fosfina na atmosfera venusiana. O estudo foi publicado na revista Nature Astronomy - periódico britânico científico especializado em artigos científicos. De acordo com a pesquisa, na Terra, a fosfina - ou hidreto de fósforo (PH3) - só pode ser encontrada decorrente de dois processos: ou pela fabricação de forma industrial ou pela ação de micróbios que se desenvolvem em ambientes sem oxigênio - chamados anaeróbicos. Utilizando telescópios avançados, a equipe formada por astrônomos do Reino Unido, Estados Unidos e Japão pôde confirmar a presença da molécula em Vênus. A primeira detecção ocorreu pelo Telescópio James Clerk Maxwell (JCMT), operado pelo Observatório do Leste Asiático no Havaí. “Quando descobrimos os primeiros indícios de fosfina no espectro de Vênus, ficamos em choque!”, declarou a líder da equipe internacional Jane Greaves, da Universidade de Cardiff, no Reino Unido. Para confirmação do achado, foram usadas 45 antenas do Atacama Large Millimeter/submillimeter Array...
Leia mais

A caminho: avião supersônico que atinge 5 vezes a velocidade do som

Um protótipo de avião Air Force One supersônico pode estar pronto já em 2025. A Força Aérea dos Estados Unidos trabalha no momento com a concessão de contratos de desenvolvimento da aeronave. Na semana passada, foi anunciado que a startup Exosonic é uma das empresas a assinar um contrato com a Força Aérea do país para desenvolver o transporte executivo supersônico que poderia ser usado como o Air Force One, o avião oficial da presidência dos Estados Unidos. Baseada na Califórnia, a startup está trabalhando em um jato supersônico de baixo “boom” (o ruído altíssimo produzido quando se quebra a barreira do som) que atinge a velocidade Mach 1.8. A máquina chamou a atenção da Diretoria de Transporte Aéreo Presidencial e Executivo da Força Aérea dos Estados Unidos. O anúncio vem algumas semanas depois da notícia, revelada no mês passado, de que a mesma diretoria estava investindo em outra empresa, a Hermeus Corporation, sediada em Atlanta. A Hermeus está trabalhando em...
Leia mais

Carro voador japonês tem sucesso em teste

Uma empresa japonesa anunciou que teve sucesso nos testes de um carro voador, com previsão de lançamento para 2023. A Sky Drive Inc. conduziu a demonstração pública em 25 de agosto, no Campo de Testagem da montadora Toyota. Foi a primeira demonstração pública de um carro voador na história japonesa. Comandado por um piloto, o carro, batizado de SD-03, decolou e circulou o local por cerca de quatro minutos. "Estamos extremamente entusiasmados por ter alcançado o primeiro voo tripulado de um carro voador no Japão, dois anos após fundar a SkyDrive, com o objetivo de comercializar tal aeronave", disse o CEO Tomohiro Fukuzawa em um comunicado. "Queremos realizar uma sociedade onde os carros voadores sejam um meio de transporte acessível e conveniente nos céus e as pessoas possam experimentar um novo modo de vida seguro e confortável." O SD-03 é o menor veículo elétrico de decolagem e pouso vertical do mundo e ocupa o espaço de cerca de dois carros estacionados, segundo a...
Leia mais

O leite de vaca feito sem vacas

Em uma medida que pode melhorar as credenciais verdes da indústria de laticínios, um pequeno laboratório está produzindo leite real a partir de células sem precisar pisar em uma fazenda. Mas a agricultura celular pode substituir a produção tradicional de leite? A indústria de laticínios que conhecemos hoje é, na minha opinião, ambientalmente insustentável. A produção de leite sozinha contribui com 4% das emissões totais de gases de efeito estufa da atividade humana — cerca de 2 bilhões de toneladas de CO2 por ano. No geral, 37% das emissões globais de metano vêm da produção de gado. O metano é um gás de efeito estufa muito potente — cerca de 25 vezes mais eficaz na captura de radiação do que o CO2. Os laticínios também consomem uma grande quantidade de recursos, como terra e água. Isso não pode continuar, especialmente se quisermos alimentar outro bilhão de pessoas neste planeta. Precisamos desenvolver novas tecnologias que possam nos fornecer os mesmos produtos dos...
Leia mais

Inteligência artificial identifica 50 novos planetas a partir de dados da Nasa

Pesquisadores britânicos identificaram 50 novos planetas usando inteligência artificial, marcando uma importante descoberta para a astronomia. Astronômos e cientistas da computação da Universidade de Warwick construíram um algoritmo de aprendizado automatizado para analisar dados antigos da Nasa contendo milhares de potenciais candidatos a planeta. Não está sempre claro, no entanto, quais desses candidatos são genuínos. Quando os cientistas procuram por exoplanetas (planetas fora do nosso sistema solar), eles procuram por quedas de luz que podem indicar que um planeta está passando entre o telescópio e a estrela deste. Mas essas falhas também podem ser causados por outros fatores, como interferências ou até erros na câmera. A nova inteligência artificial pode dizer a diferença. O time de pesquisa treinou o algorítimo fazendo o trabalhar através dos dados coletados pelo telescópio espacial Kepler, da Nasa, agora aposentado após nove anos no espaço profundo em uma missão de busca por planetas. Uma vez que o algoritmo pôde aprender a separar precisamente planetas reais de falsos positivos, ele...
Leia mais

Pesquisadora encontra ‘ponto frágil’ do coronavírus, que pode servir para neutralizá-lo

A física mexicana Mónica Olvera teve sua área de pesquisas profundamente alterada por causa da pandemia do coronavírus. Seu irmão ficou gravemente doente no México, o que levou a cientista a concentrar seus estudos na compreensão de como o vírus Sars-CoV-2, que causa a covid-19, interage com o corpo humano em um nível físico-biológico. "Não tenho nada a ver com medicina. Sou uma cientista focada em ciência dos materiais. Mas quando vimos esse problema tão forte, entramos em ação", disse ela. Sua equipe da Northwestern University, nos EUA, analisou as diferenças entre o coronavírus que causou a epidemia de Sars em 2003 e o que causa a covid-19. E encontrou um ponto fraco no qual o vírus pode ser atacado. "Estamos bloqueando o vírus", diz ela, explicando como seu experimento a nível molecular inicialmente reduziu a conexão do patógeno aos receptores humanos em 30%. "Antes do vírus entrar (nas moléculas do corpo), podemos atacá-lo para que ele não tenha mais tanta energia de...
Leia mais

“Vyda”: um grupo de cientistas quer mudar o conceito de vida

Já aconteceu com você de procurar algo por muito tempo e depois perceber que esse algo estava sempre diante de seus olhos, mas que você não tinha percebido? Pode ser desde os seus óculos ou algo bem maior, como o amor da sua vida. Por não procurar direito, você pode acabar cego para algo que está bem na sua frente. Isso, de acordo com um trabalho recente de dois astrobiólogos, talvez seja o que nos impede de resolver duas questões fundamentais: qual é a origem da vida e por que ainda não encontramos vida em nenhum outro lugar do universo. Pode ser que as respostas estejam diante de nós, mas que as estamos procurando da maneira errada. Stuart Bartlett, um pesquisador de ciência planetária do Instituto de Tecnologia da Califórnia, e Michael Wong, do Laboratório de Exoplanetas da NASA, acreditam que, para encontrar essas respostas, talvez devêssemos mudar o conceito que temos de "vida" E, para isso, propõem uma nova palavra: "vyda" (uma...
Leia mais

Novo dinossauro ‘primo’ do Tiranossauro Rex é descoberto em ilha britânica

Paleontologistas da Universidade de Southampton acreditam que quatro ossos encontrados no ano passado na Ilha de Wight, na costa sul da Inglaterra, pertencem a uma nova espécie de dinossauro terópode. Os ossos foram descobertos em uma praia chamada Shanklin. O dinossauro viveu no período Cretáceo, 115 milhões de anos atrás, e estima-se que tivesse até 4 metros de comprimento. Foi denominado Vectaerovenator inopinatus e pertence ao grupo de dinossauros que inclui o Tyrannosaurus rex e os pássaros modernos. O nome se refere aos grandes espaços de ar encontrados em alguns dos ossos — do pescoço, costas e cauda da criatura — que é uma das características que ajudaram os cientistas a identificarem suas origens terópodes. Esses sacos de ar, também vistos em pássaros modernos, eram extensões do pulmão, e é provável que "ajudassem a alimentar um sistema respiratório eficiente, ao mesmo tempo que tornavam o esqueleto mais leve", segundo a Universidade de Southampton. Os fósseis foram encontrados em três descobertas distintas em 2019...
Leia mais

Chuva de meteoros poderá ser vista na madrugada desta quarta-feira

Existe um bom motivo para observar o céu na madrugada desta quarta-feira (12). Uma chuva de meteoros poderá ser vista entre 2h30 e 6h. O fenômeno, de nome Perseidas, poderá ser visto a olho nu e se repete todo ano. A chuva de meteoros Perseidas é provocada pelos fragmentos de um cometa, o Swift Tuttle. Em entrevista à CNN no último domingo, o astrônomo Eder Canalle explicou que esta chuva é um aumento na frequência em que esse tipo de corpo celeste chega à Terra. “Um meteoro é um fragmento rochoso ou metálico - na verdade, uma mescla desses dois materiais - que adentra a dezenas de milhares de quilômetros por hora na atmosfera", disse. Ele esclarece que, na entrada do meteoro na atmosfera, é produzido um risco luminoso, comumente conhecido como "estrela cadente". O astrônomo afirmou ainda que a observação do fenômeno não traz risco algum. "Não é necessário ter medo. Aproximadamente, a cada 100 mil, 200 mil anos é que cai um meteoro de...
Leia mais

“Estação espacial” debaixo d’água: conheça os projetos ambiciosos

A 15 metros abaixo da superfície do Mar do Caribe, o explorador Fabien Cousteau (neto do lendário Jacques Cousteau) e o designer industrial Yves Béhar estão planejando a maior estação e habitat de pesquisa subaquática do mundo. A dupla apresentou o Proteus de Fabien Cousteau, um laboratório modular de 370 metros quadrados que ficará embaixo da água na costa de Curaçao. Ele será um lar para cientistas e pesquisadores de todo o mundo que estudam o oceano, incluindo pesquisas sobre os efeitos das mudanças climáticas, a vida marinha e os avanços na medicina. Projetados como uma estrutura circular de dois andares, ancorada em um palanque sobre palafitas, os casulos da Proteus contêm laboratórios, aposentos pessoais, baias médicas e uma moon pool, a abertura no piso para os mergulhadores acessarem o fundo do oceano. Alimentada por energia eólica e solar e pela conversão de energia térmica do oceano, a estrutura também apresentará a primeira estufa subaquática para o cultivo de alimentos,...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e