Inovações

‘Borboleta espacial’ é capturada a milhares de anos-luz de distância

A milhares de anos-luz de distância, existe uma "borboleta espacial" colorida com azuis brilhantes e nuvens roxas e vermelhas. É uma imagem nunca vista antes com tantos detalhes. Nomeada assim por sua semelhança com o formato do inseto, a "borboleta espacial" é na verdade uma nebulosa planetária – uma nuvem gigante de gás que se formou em torno de uma estrela antiga que ainda não explodiu.  O Very Large Telescope (VLT, em inglês), do Observatório Europeu do Espaço (ESO) e instalado no Chile, capturou recentemente uma imagem vibrante do objeto interestelar. Ele é conhecido como NGC 2899 (NGC significa New General Catalog, que lista nebulosas e outros corpos astrais como este). Está localizado em algum lugar entre 3 mil e 6,5 mil anos-luz de distância da Terra, na constelação Vela, que é visível no Hemisfério Sul. A nebulosa planetária não costuma durar muito tempo. A radiação ultravioleta ilumina as conchas de gás ao redor da estrela e faz com que elas brilhem...
Leia mais

Pessoas que não tiveram Covid-19 podem ter imunidade ao vírus

O sistema imunológico de algumas pessoas que não foram expostas ao novo coronavírus podem ter familiaridade com o patógeno -- fato que possivelmente ajuda a reduzir a severidade da Covid-19 no organismo que contraia a doença, um novo estudo sugere. Publicado pela revista Nature na quarta-feira (29), o estudo encontrou, entre 68 amostras de adultos saudáveis na Alemanha que não haviam sido expostos ao coronavírus, que 35% deles possuíam células T no sangue que eram reativas ao vírus. As células T, também conhecidas como linfócitos T, são uma parte do sistema imunológico que ajuda o organismo a se defender de infecções. A reatividade delas sugere que o sistema provavelmente teve uma experiência prévia combatendo alguma infecção similar e pode usar a memória para reagir à uma nova ocorrência.  Então como o sistema imune dos pesquisados possui células T reativas se eles nunca tiveram Covid-19? Eles “provavelmente as adquiriram em infecções prévias de outros tipos endêmicos de coronavírus”, escrevem os pesquisadores, de diversos institutos...
Leia mais

Robô será lançado para Marte; amostras só chegam à Terra em 2031

Os Estados Unidos esperam lançar hoje (30) um novo robô para Marte, a fim de recolher amostras de rocha que só vão ser enviadas para estudo na Terra em 2031, dez anos depois de o equipamento chegar ao "planeta vermelho". O lançamento será feito a bordo de um foguetão Atlas V, da base espacial norte-americana de Cabo Canaveral, na Florida. Se por razões técnicas ou meteorológicas o lançamento for abortado, a janela de oportunidade mantém-se aberta diariamente, até 15 de agosto. Trata-se da primeira missão que pretende recolher amostras de rocha, solo e poeira de Marte com destino à Terra, sendo liderada pela agência espacial norte-americana, a Nasa, que já enviou outros robôs de exploração ao planeta, mas com outros fins. Se o lançamento for bem-sucedido, o robô Perseverance tocará a superfície do "planeta vermelho" cerca de sete meses depois, em 18 de fevereiro de 2021, mais concretamente a cratera Jezero, onde teria existido um lago há 3,5 mil milhões de anos e um delta (foz de rio). O local...
Leia mais

Esqueleto de mamute bem preservado é encontrado no Ártico russo

Cientistas russos estão debruçados sobre os ossos espantosamente bem preservados de um mamute adulto que percorreu a Terra há pelo menos 10 mil anos, depois que habitantes locais descobriram seus restos nas águas rasas de um lago na Sibéria. Parte do crânio, várias costelas e ossos da parte dianteira, alguns com tecidos moles ainda presos a eles, foram recuperados da remota península russa de Yamal, acima do círculo Ártico, em 23 de julho. Os cientistas ainda procuram outros ossos no local. Achados semelhantes na vasta região da Sibéria, região da Rússia, ocorrem com regularidade cada vez maior, pois as mudanças climáticas aquecem o Ártico a um ritmo mais rápido do que o restante do mundo derrete o solo em algumas áreas, há muito tempo bloqueadas pelo permafrost (tipo de solo encontrado em área do Ártico). Cientistas divulgaram imagens em dezembro de um filhote de cachorro pré-histórico, que teria 18 mil anos, encontrado na região do permafrost do Extremo Oriente da Rússia em 2018. Os...
Leia mais

Nasa vai enviar balão do tamanho de um campo de futebol ao espaço

A Nasa planeja enviar um balão enorme para os confins da estratosfera terrestre na busca dos segredos de como estrelas e planetas são formados. A missão Asthros da agência espacial vai partir da Antártida em dezembro de 2023 e passar três meses na seção da atmosfera onde fica a camada de ozônio. Um dos componentes é um balão do tamanho de um campo de futebol e um telescópio de infravermelho longo especializado, projetado para detectar luz imperceptível ao olho humano.  Engenheiros do Laboratório de Propulsão de Jatos da Nasa vão começar os testes no próximo mês. Enquanto aguardamos o lançamento, aqui está o que você precisa saber sobre o observatório flotante da Nasa. Os instrumentos A Nasa está apostando em um balão que, quando inflado, terá cerca de 122 metros de largura. Embaixo, uma gôndola abrigará instrumentos como o telescópio de infravermelho longo e um sistema de resfriamento para manter os instrumentos em zero absoluto, a temperatura mais fria que a matéria...
Leia mais

China envia missão para Marte e alavanca corrida espacial com EUA

Dois anos após a humanidade pousar uma sonda em Marte, Estados Unidos e China lançam missões ao planeta vermelho neste mês e criam uma nova arena para sua crescente rivalidade. O Tianwen-1 da China decolou por volta das 12h (horário local) desta quinta-feira (23) da Ilha Hainan, no sul do país, enquanto o rover Perseverance da Nasa está programado para ser lançado em 30 de julho. As duas sondas devem chegar a Marte em fevereiro de 2021. As empreitadas pretendem responder a perguntas sobre o potencial de vida em Marte, incluindo a busca de sinais de condições habitáveis ??no passado antigo do planeta e a busca por evidências de vida microbiana. O veículo espacial tem uma broca que pode ser usada para coletar amostras de rochas e colocá-las de lado para potencialmente serem coletadas e examinadas por uma missão posterior. Se for bem-sucedida, a Perseverance será a sétima sonda que a Nasa pousou em Marte e o quarto veículo espacial. A...
Leia mais

Cientistas estão a um passo de descobrir como atrasar o envelhecimento humano

Envelhecer é inevitável, mas cientistas da Universidade da Califórnia em San Diego (UCSD) podem estar a um passo de conseguir pelo menos atrasar esse processo. Uma equipe de pesquisadores estudou o envelhecimento em leveduras (tipo de fungo) – pois as células deles são fáceis de manipular – para tentar entender se células diferentes envelhecem na mesma velocidade e pela mesma razão.  O que eles descobriram é intrigante. Até as células feitas do mesmo material genético e dentro do mesmo ambiente envelheceram de “maneiras surpreendentemente distintas”, segundo os cientistas, cujo estudo foi publicado na revista científica Science. Cerca de metade das células das leveduras envelheceram por causa de uma redução gradual no nucléolo, um corpo redondo localizado no núcleo de uma célula. Os cientistas descobriram essa informação ao utilizar técnicas que incluem microfluidos (área que estuda o desenvolvimento de microdispositivos de análise química) e simulações por computador. No entanto, a outra metade das células envelheceu em razão de uma disfunção na mitocôndria, responsável por produzir...
Leia mais

Cientistas encontram ‘barata gigante’ que vive no fundo do mar

As notícias científicas neste ano, dominado pela pandemia global e por invasões de nuvens de gafanhotos, tem sido pouco comuns. Agora, cientistas da Indonésia anunciaram que encontraram um dos maiores crustáceos já vistos no fundo do mar, que descreveram como uma gigante barata do mar. A nova criatura pertence ao gênero Bathynomus, que são isópodes gigantes (grandes criaturas com corpos achatados e duros, da família dos tatuzinhos-de-jardim) e vivem em águas profundas. A Bathynomus raksasa (raksasa significa "gigante" em língua indonésia) foi encontrada no Estreito de Sunda, entre as ilhas indonésias de Java e Sumatra, bem como no Oceano Índico, em profundidades de 957 m e 1.259 m abaixo do nível do mar. Quando adultas, as criaturas medem em média 33 cm e são consideradas "supergigantes" em tamanho. Outras espécies de Bathynomus podem atingir 50 cm da cabeça à cauda. "Seu tamanho é realmente muito grande e ocupa a segunda maior posição no gênero Bathynomus", disse a pesquisadora Conni Margaretha Sidabalok, do Instituto de Ciências da...
Leia mais

MEC divulga hoje resultado do Sisu do segundo semestre deste ano

O Ministério da Educação (MEC) divulga hoje (14) o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre de 2020. Para saber se conseguiu ou não a vaga desejada, o candidato deve acessar o site oficial do Sisu, informando o número de inscrição e a senha. O período para matrícula da chamada regular será de 16 a 21 de julho. Ao todo, mais de 814 mil inscrições foram feitas. Segundo o MEC, mais da metade desses estudantes - 424.991 mil - disputam 51.924 mil vagas ofertadas em 57 instituições públicas de educação superior do país. Pela primeira vez, o Sisu oferece vagas na modalidade ensino a distância (EaD). Além de ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019, os candidatos não podem ter zerado a redação. Quem fez o exame na condição de treineiro não pode participar. De acordo com o edital do programa, a ordem dos critérios para a classificação de candidatos é a seguinte: maior nota na redação, maior nota na prova de linguagens, códigos e suas tecnologias; maior nota na prova de matemática e suas tecnologias;...
Leia mais

Racismo: não existem diferentes raças humanas, diz a ciência

Desde o seu surgimento no século 18, a antropologia física concentrou-se no estudo dos restos mortais de esqueletos humanos. Seu objetivo era observar os fenômenos evolutivos e a variabilidade humana. À medida que novos territórios e populações foram sendo descobertos, era necessário, de acordo com os naturalistas europeus, classificar os seres humanos de acordo com suas características. No reino animal, falar sobre raças geográficas consiste em definir grupos de indivíduos que se diferenciem por características adaptadas ao tipo de ambiente. No caso do ser humano, o conceito tinha uma conotação muito diferente. De fato, a diversidade humana não era percebida como uma seleção do ambiente (como acontece com a cor da pele e a forma dos olhos). Em vez disso, foi interpretada como se refletisse as características culturais das muitas populações do planeta. Por exemplo, os traços europeus eram considerados "superiores, equilibrados, bonitos" e eram o reflexo externo da "inteligência e educação" que caracterizavam todos os europeus. Eles se consideravam a raça "suprema". Já os...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e