Estado

Witzel volta a defender “abate de criminosos” no Rio de Janeiro

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, participou na segunda-feira (14) da passagem de comando do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), em Laranjeiras, zona sul do Rio. O tenente-coronel Maurílio Nunes da Conceição sucedeu o tenente-coronel Alex Benevenutto. O novo comandante é formado em Direito e já esteve à frente do 41º Batalhão da Polícia Militar, em Irajá, zona norte da cidade. Nunes também foi subcomandante da tropa especial da corporação. Witzel voltou a defender o abate de criminosos se for necessário. “Se preciso for diante da crueldade desses inimigos, verdadeiros narco-terroristas, usar toda força necessária para abatê-los, porque usar armas de fogo contra a sociedade nós não admitiremos jamais”. Ainda no discurso, Witzel agradeceu a participação das Forças Armadas durante a intervenção federal na segurança pública do Rio e completou que a tropa do Bope é um exemplo para o Brasil e para as outras polícias, e que irá valorizar o trabalho dos policiais. “Essa tropa a todo dia está disposta a desafiar...
Leia mais

Deputada Martha Rocha é alvo de atentado

Alvo de ataque na manhã de domingo (13), a deputada estadual Martha Rocha (PDT-RJ) estava em um carro blindado, um Toyota Corolla Branco de sua propriedade. Em entrevista coletiva após ter um motorista baleado, a deputada disse ter comprado o carro por ter recebido relatos de ameaças por milicianos desde novembro do ano passado. A deputada afirmou ter sido informada, por meio do Disque Denúncia, que seria alvo de milicianos. “Recebi uma notícia do Disque Denúncia, precisamente três, de uma ameaça dirigida a mim. Um segmento da milícia planejava atingir algumas autoridades, e o meu nome vinha especificado neste Disque Denúncia”, declarou. Ex-chefe da Polícia Civil do estado, Martha Rocha diz ter falado pessoalmente com Rivaldo Barbosa (chefe da Polícia Civil até o fim do ano passado), com Gilberto Ribeiro, também da Polícia Civil, e com o presidente da Assembleia Legislativa, André Ciciliano (PT-RJ). Segundo ela, Ciciliano a acompanhou em uma reunião com o general Braga Neto, na época interventor federal...
Leia mais

Governo do Rio vai contingenciar R$ 12 bilhões do orçamento

O secretário de Fazenda do Rio de Janeiro, Luiz Claudio Rodrigues de Carvalho, disse neste sábado  (12) que o estado contingenciará R$ 12 bilhões do orçamento previsto para 2019. Segundo ele, no esforço de reduzir o gasto público, a orientação é para que cada secretaria renegocie seus contratos buscando um corte de 30% nos valores. O contingenciamento não leva em conta apenas o déficit de R$ 8 bilhões, previsto na Lei Orçamentária Anual de 2019, aprovada no fim ano passado. A estimativa é de R$ 72,3 bilhões de receita e de R$ 80,3 bilhões em despesas. "Há rubricas que não são certas e, por precaução, se deve contingenciar despesa", explicou Luiz Claudio, após reunião do secretariado com o governador Wilson Witzel. Segundo o secretário, além dos R$ 8 bilhões do déficit, serão contingenciados R$ 3 bilhões equivalentes às receitas com operação de crédito e R$ 1 bilhão equivalente às receitas extraordinárias ocorridas no ano passado. São receitas que, de acordo...
Leia mais

Investigações do Caso Marielle estão perto de um desfecho, diz Witzel

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, disse que as investigações dos homicídios da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco (PSOL), e do seu motorista Anderson Gomes, estão próximas de um desfecho. Ambos assassinados em 14 de março de 2018, na região central do Rio, quando o carro em que estavam foi alvejado por criminosos. "Talvez isso aconteça até o final desse mês", afirmou. O governador ressaltou, no entanto, que não tem conhecimento de quem são as pessoas envolvidas. “Não tenho atribuição legal para olhar os autos, que estão sob sigilo". Witzel falou das investigações sobre a morte de Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes, durante entrevista à imprensa para explicar os ajustes na administração prisional e na área de segurança pública fluminense. Entre os ajustes, estão a nomeação do coronel da Polícia Militar, Alexandre Azevedo de Jesus, para o comando da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap) e a extinção da Secretaria Executiva do Conselho de Segurança Pública. O...
Leia mais

MP e polícia cumprem mandados de busca contra vereadores de Petrópolis

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) e a Polícia Civil cumpriram nessa sexta-feira (11) 12 mandados de busca e apreensão contra vereadores e empresários de Petrópolis, na região serrana. Um dos endereços da operação é a Câmara de Vereadores do município. Entre os alvos estão os ex-presidente da Câmara Paulo Igor Carelli (MDB), que foi preso na Operação Caminho do Ouro, contra fraudes em licitações em abril do ano passado, e outros quatro vereadores: Ronaldão (PR); Luizinho Sorriso (PSB); Reinaldo Meirelles (PP) e Wanderley Taboada (PTB). A operação, chamada de Sala VIP, é um desdobramento da Caminho do Ouro. Segundo o Ministério Público, de janeiro de 2013 a dezembro de 2016, para garantir a presidência da Câmara, Paulo Igor teria oferecido pagamento de verba mensal a outros vereadores. O dinheiro usado para pagar a mesada era, segundo o MPRJ, proveniente de corrupção, envolvendo o desvio de verbas municipais, através de pagamentos superfaturados a empresas contratadas pela Câmara. Em contratos com...
Leia mais

Justiça bloqueia bens de Cabral, Pezão e de quatro deputados do Rio

A juíza Roseli Nalin, da 15ª Vara de Fazenda Pública do Rio de Janeiro, determinou o bloqueio e indisponibilidade de bens de seis políticos, entre os quais os ex-governadores Sérgio Cabral e Luiz Fernando Pezão e o ex-presidente da Assembleia Legislativa do Rio Jorge Picciani por suspeita de improbidade administrativa. A decisão partiu de um pedido do Ministério Público estadual, que tinha ajuizado em dezembro uma ação civil pública contra dez envolvidos em irregularidades em doações de campanha do então governador Luiz Fernando Pezão, do ex-governador Sérgio Cabral e de deputados estaduais em troca da concessão de benefícios fiscais e financeiros, que teriam financiado o grupo político. Na decisão, a juíza Roseli Nalin escreveu que “através da utilização indevida da máquina estatal os réus beneficiaram ao arrepio da lei, diversas sociedades empresariais com incentivos fiscais e financeiros em troca de propina, sendo que parte desses recursos ilícitos foi utilizada em proveito dos réus, para financiar a campanha majoritária do MDB...
Leia mais

Bretas condena ex-secretário de Obras de Paes a 22 anos de prisão

O ex-secretário de Obras Alexandre Pinto, que atuou durante a gestão do ex-prefeito Eduardo Paes, foi condenado a mais 22 anos e 11 meses de prisão, pelos crimes de corrupção passiva e participação em organização criminosa. O ex-secretário atualmente cumpre outra sentença, de 23 anos e cinco meses, por lavagem de dinheiro. A pena foi proferida nessa quinta-feira(10) pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, no âmbito da Operação Rio 40 Graus, que investigou pagamento de propinas por empreiteiras, deflagrada em 2017. Em sua sentença, Bretas ressaltou que entre os agravantes estão o nível intelectual, profissional e sua posição no governo à época. “Entendo ser elevada a sua culpabilidade, diante do nível de formação intelectual e profissional do réu, tendo ocupado o importante cargo público de Secretário Municipal de Obras da Prefeitura do Rio de Janeiro, tendo agido contra a moralidade e o patrimônio públicos, motivado por mera ganância e ambição desmedidas... As circunstâncias em que se deram as...
Leia mais

Operação Lei Seca fará ações diurnas durante todo o verão no Rio

A Operação Lei Seca Verão iniciou nesta quinta-feira (10) ações diurnas na região metropolitana do Rio de Janeiro e no interior fluminense, que se estenderão até depois do carnaval, em março. O superintendente da operação, major Carlos Eduardo Falconi, destacou que este é o quinto ano consecutivo em que são realizadas ações diurnas de fiscalização e conscientização da população para o respeito às regras, nas principais áreas de lazer do estado do Rio de Janeiro. Segundo Falconi, houve uma mudança positiva da sociedade fluminense com relação ao ato de beber e dirigir, e o objetivo é preservar vidas. “Há cinco anos, estamos obtendo resultados muito significativos com as saídas de praia, de cachoeiras, de áreas de lazer, quando o sol ainda está intenso e existe muito trânsito de veículos nas vias próximas a esses locais.” Na fiscalização diurna do ano passado, as equipes da Operação Lei Seca fizeram 22 mil abordagens e registraram 1.400 casos de registro de alcoolemia, ou seja,...
Leia mais

Governo do Rio quer economizar R$ 636 milhões com corte em contratos

Dentro do Programa de Reavaliação de Despesas Operacionais, todas as secretarias do estado do Rio de Janeiro receberam uma lista com as áreas operacionais específicas em que há possibilidade de corte de gastos. A determinação foi publicado por meio de decreto no primeiro dia do governo de Wilson Witzel. O objetivo é reduzir as despesas em R$ 636 milhões por meio de corte de 30% no valor dos contratos administrativos em vigor. De acordo com o governo estadual, haverá redução de custos em contratos de informática, telefonia, serviços de transmissão de dados, combustíveis, energia elétrica, manutenção predial, locação de imóveis e veículos, além de serviços de vigilância, entre outros. A determinação, no entanto, não se aplica às secretarias de Educação, Administração Penitenciária, Polícia Militar, Polícia Civil, Defesa Civil e ao Corpo de Bombeiros, Saúde e entidades vinculadas, além de instituições que exercem funções essenciais à Justiça, universidades e instituições estaduais de ensino e pesquisa, Federação de Agricultura Familiar (FAF) e ...
Leia mais

Lapa inaugura mobiliário urbano na Praça dos Arcos

A Lapa, um dos mais conhecidos bairros boêmios do Rio de Janeiro, ganhou nesta quinta-feira (10) mais um ponto de atração, com a inauguração do mobiliário urbano com a frase RioAmaLapa, na Praça Cardeal Câmara, também chamada de Praça dos Arcos. O objetivo é valorizar a região do Rio Antigo e incentivar a presença de visitantes não apenas no período noturno. “Que isso seja o marco de uma maior atenção para aquela região, que é o terceiro destino turístico diurno e o primeiro noturno [da cidade]. Não tem nenhum lugar no Rio de Janeiro que receba maior fluxo de visitantes que a Lapa à noite. Sexta e sábado são 30 mil pessoas por dia ali”, disse o presidente do Polo Novo Rio Antigo, Thiago Cesário Alvim, um dos parceiros do projeto. A escultura, produzida em chapas galvanizadas com acabamento em pintura automotiva e tratamento anticorrosivo, foi inspirada em peças instaladas como Amsterdã, na Holanda, e Nova York, nos Estados Unidos,...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e