Rio de Janeiro

Ciclovia Tim Maia pode ser reaberta, diz perito designado pela Justiça

De acordo com o laudo entregue ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) pelo engenheiro civil Antônio Vicente de Almeida Mello, a Ciclovia Tim Maia está em condições de ser reaberta. A informação foi divulgada pela Secretaria Infraestrutura e Habitação da capital fluminense. O engenheiro avaliou as condições da ciclovia após ter sido designado como perito no âmbito da ação judicial que levou à interdição da via. Segundo a Secretaria de Infraestrutura e Habitação, algumas medidas que Mello sugeriu foram adotadas, entre elas a implantação de um protocolo de uso e de um sistema de monitoramento. "Outras ações recomendadas pelo profissional, como a elaboração de um plano de inspeções e o reparo de algumas estruturas, serão adotadas, mas não impedem a reabertura imediata da ciclovia", informou a pasta em nota. O custo da perícia foi calculado em R$180 mil e deve ser pago pela prefeitura. O laudo entregue será objeto de análise no âmbito do processo. O Ministério Público...
Leia mais

Unesco anuncia Rio como primeira Capital Mundial da Arquitetura

O Rio de Janeiro foi escolhido para sediar em 2020 o 27º Congresso Mundial de Arquitetos, evento que pela primeira vez dará à cidade-sede o título de Capital Mundial da Arquitetura. O anúncio foi feito na sede da Organização das Nações Unidas para a Educação e Cultura (Unesco), em Paris. O congresso acontece a cada três anos e, a partir da próxima edição, toda a cidade que sediá-lo será considerada capital mundial da arquitetura. O Rio foi selecionado para concorrer à vaga em 2014, e disputou com Paris, na França, e Melbourne, na Austrália. O evento será realizado entre 19 e 26 de julho de 2020 e é promovido pela União Internacional dos Arquitetos (UIA). Estarão reunidos no Rio arquitetos e urbanistas do mundo todo para discutir temas como planejamento urbano, cultura, mobilidade, obras públicas e construção de cidades inclusivas. A expectativa é de que cerca de 25 mil pessoas venham à cidade para participar do congresso. Será a primeira vez...
Leia mais

Lapa inaugura mobiliário urbano na Praça dos Arcos

A Lapa, um dos mais conhecidos bairros boêmios do Rio de Janeiro, ganhou nesta quinta-feira (10) mais um ponto de atração, com a inauguração do mobiliário urbano com a frase RioAmaLapa, na Praça Cardeal Câmara, também chamada de Praça dos Arcos. O objetivo é valorizar a região do Rio Antigo e incentivar a presença de visitantes não apenas no período noturno. “Que isso seja o marco de uma maior atenção para aquela região, que é o terceiro destino turístico diurno e o primeiro noturno [da cidade]. Não tem nenhum lugar no Rio de Janeiro que receba maior fluxo de visitantes que a Lapa à noite. Sexta e sábado são 30 mil pessoas por dia ali”, disse o presidente do Polo Novo Rio Antigo, Thiago Cesário Alvim, um dos parceiros do projeto. A escultura, produzida em chapas galvanizadas com acabamento em pintura automotiva e tratamento anticorrosivo, foi inspirada em peças instaladas como Amsterdã, na Holanda, e Nova York, nos Estados Unidos,...
Leia mais

Delegado de Homicídios cuidará exclusivamente do caso Marielle Franco

Ao tomar posse nessa quarta-feira (9), como diretor do recém-criado Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) no Rio de Janeiro, o delegado Antônio Ricardo disse que Giniton Lages, da Delegacia de Homicídios da Capital, será mantido no comando das investigações do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Pedro Gomes. Marielle e Anderson foram mortos na noite de 14 de março do ano passado, ao sair de um evento político no centro do Rio. O delegado Antônio Ricardo disse que a investigação avançou muito e que tem riqueza de evidências dos suspeitos de envolvimento no crime. “O delegado Giniton ficará exclusivo nesse caso. Nós vamos colocar mais delegados e mais agentes na Delegacia de Homicídios. A equipe que está à frente da investigação já me apresentou o trabalho [que vem sendo feito ao longo desses meses].” Avanços Na avaliação do delegado Antônio Ricardo, o trabalho está bem avançado. “Eu não posso prever prazos de conclusão, mas eu posso...
Leia mais

Operação apreende celulares e drogas que iriam para presídio no Rio

A Superintendência de Inteligência do Sistema Penitenciário e a Corregedoria da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), em parceria com agentes da Polícia Federal, realizaram uma operação no Presídio Serrano Neves, conhecido como Bangu 3, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, no Rio de Janeiro, onde foram apreendidos celulares, drogas, e equipamentos usados em redes de computadores. A ação teve como meta confirmar suposta facilitação de entrada no sistema prisional de celulares e drogas, através do sistema de correspondência Sedex, da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). A operação resultou na apreensão de 34 aparelhos de celulares, 30 carregadores e dois roteadores [aparelhos usados em redes de computadores para o encaminhamento das informações acondicionadas em pacotes de dados], além de 200 comprimidos de ecstasy [droga sintética fabricada em laboratório] e dois tabletes de maconha. Uma sindicância interna foi aberta na Corregedoria da Seap para apurar se houve alguma facilitação de entrada da droga e dos equipamentos no presídio. O caso...
Leia mais

Crivella sanciona lei que garante direitos a idoso a partir de 60 anos

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, sancionou o Projeto de Lei (PL) 782/2018, que reduz de 65 para 60 anos a idade em que uma pessoa é considerada idosa no município. A medida replica o estabelecido no Estatuto do Idoso, que entrou em vigor em todo o país no ano 2003, por meio da Lei 10.741/2003. De acordo com a prefeitura, o principal impacto é a ampliação do direito à meia-entrada nos espaços culturais do município, como museus e teatros e cinemas. Proposto pelo vereador Eliseu Kessler, do PSD, o projeto estabelece a adequação de todas as leis municipais voltadas para o idoso que tenham como referência os 65 anos. Além disso, todas as normas que forem elaboradas a partir de agora deverão considerar a idade de 60 anos. Porém, o projeto não menciona explicitamente as leis que devem ser alteradas. Durante a tramitação da proposta, a Consultoria Legislativa da Câmara Municipal chegou a pedir que houvesse...
Leia mais

Polícia Civil reforça equipes nas delegacias da zona sul no Réveillon

A Polícia Civil do Rio atuará com a Operação Réveillon, a partir das 10h do dia 31 de dezembro, com previsão de término para as 22h do dia 1º de janeiro. O efetivo será reforçado em todas as delegacias do estado, que funcionarão normalmente, incluindo as distritais da zona sul: 13ª delegacia policial (Copacabana) e 14ª DP (Leblon), que concentrarão as ocorrências com prisões em flagrante, além de 9ª DP (Catete), 10ª DP (Botafogo), 11ª DP (Rocinha) e 15ª DP (Gávea). O reforço do efeito, principalmente na zona sul, com a previsão de 2,7 milhões de pessoas assistirem à queima de fogos na Praia de Copacabana. Na Praia do Flamengo, também na zona sul, terá queima de fogos de artifício na passagem do ano, de três balsas instaladas na Baía de Guanabara. As delegacias especializadas também vão concentrar um efetivo maior nos dois dias, entre elas a Delegacia Especial de Apoio ao Turismo, no Leblon, a Delegacia de Atendimento Policial...
Leia mais

Prefeitura do Rio não reajustará passagem de ônibus urbanos em janeiro

A prefeitura do Rio de Janeiro informou, em nota, que não concederá o reajuste nas passagens dos ônibus urbanos do município do Rio, previsto no contrato de concessão, a vigorar a partir do dia 1º de janeiro de 2019. De acordo com a prefeitura, as empresas de ônibus descumpriram a meta de climatização da frota de ônibus urbana municipal em 60% até dezembro de 2018, restando 1% para atingir a meta, firmada no acordo entre as partes. A prefeitura informou, na nota, que não foram apresentados pelas empresas de forma integral os documentos comprobatórios de regularidade fiscal das empresas integrantes do sistema municipal de ônibus. Os empresários não entregaram também os balancetes trimestrais de suas operações contábeis e financeiras, referentes ao exercício fiscal de 2018. Além disso, houve a ausência de comunicação, até o dia 29 deste mês, do cumprimento da obrigação de destinação de recurso no montante de R$ 7 milhões ao município para aquisição de matéria-prima asfáltica para ser...
Leia mais

PM e Guarda Municipal terão esquema especial para Réveillon no Rio

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro terá um efetivo de 15.886 agentes em atuação no Réveillon deste ano, aumento em torno de 25% em comparação a igual período do ano passado. O policiamento será feito com 1.415 viaturas. Será dada atenção especial para a área litorânea da capital, além de Niterói, na região metropolitana, a Região dos Lagos e a Costa Verde. O esquema especial de policiamento terá início às 6h da próxima segunda-feira (31), encerrando-se na manhã do dia 1° de janeiro de 2019. O chefe do Estado-Maior Geral da PM, coronel Luís Henrique Marinho Pires, responsável pelo planejamento do esquema especial, atribuiu o reforço de policiais e viaturas este ano à recomposição de efetivo, feita a partir da Intervenção Federal no estado, e à recuperação de recursos materiais, com compra e reforma de viaturas. Copacabana Cerca de 1.941 policiais cuidarão do policiamento na Praia de Copacabana, a pé e motorizados, visando garantir a segurança de cariocas e turistas que participarão da...
Leia mais

Crivella proíbe fogos de artifício com som acima de 85 decibéis

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, decidiu proibir a fabricação, comercialização e uso de fogos de artifício cujo som ultrapasse 85 decibéis. O decreto está publicado no Diário Oficial do município de sexta-feira  (28), em edição extraordinária. Entre os motivos para tomar tal medida, o prefeito levou em consideração a opinião de médicos que acreditam ser prejudicial à saúde de pessoas e animais, inclusive com risco de perda auditiva irreversível, qualquer explosão intensa desses artefatos acima do limite imposto. O texto estabelece uma única exceção: só está permitido o uso de fogos de artifício acima de 85 decibéis em eventos com patrocínio do Poder Público, quando a explosão se der a partir do mar. A medida não afeta o espetáculo de fogos no réveillon. Também poderão ser utilizados artefatos comprados antes da publicação do decreto, pelo prazo de até seis meses, desde que comprovado por meio de nota fiscal. Quem descumprir o decreto ficará sujeito à notificação, apreensão e multa no...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e