Estado SP

Virada Cultural tem 24h de shows, teatro e dança por toda a São Paulo

Começa neste sábado (18) e vai até domingo (19) a 15ª edição da Virada Cultural que traz mais de 1,2 mil atrações gratuitas em 24 horas de programação para a capital paulista. O festival promovido pela Prefeitura de São Paulo começa às 18h com Nação Zumbi abrindo o palco destinado ao rock na Avenida Rio Branco. Ao mesmo tempo, Teresa Cristina canta na Avenida São João um repertório de samba de compositores negros. A cantora Denise Assunção faz a abertura do palco Copan, em frente ao icônico edifício projetado por Oscar Niemeyer, que homenageia o músico Itamar Assumpção, que completaria 70 anos. Também prestam esse tributo Zélia Duncan, B Negão, André Abujamra, As Bahias e a Cozinha Mineira, Anelis Assumpção e Tulipa Ruiz. Grandes nomes Algumas das atrações de maior público se apresentarão no Vale do Anhagabau. Às 22h30 de sábado, Caetano Velloso se apresesnta junto com os filhos Moreno, Zeca e Tom. A meia noite, é a vez de Criolo,...
Leia mais

São Paulo confirma primeiro caso de sarampo contraído na capital

A cidade de São Paulo teve seu primeiro caso de sarampo autóctone (contraído na própria cidade) confirmado pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa), da Secretaria Municipal da Saúde (SMS). Desde 2015 não havia registro da doença na cidade de São Paulo.  Outros sete casos foram confirmados na capital paulista. Todos foram importados, sendo um da Noruega, cinco de Israel e um relacionado ao surto do navio MSC (Malta). Não há casos de morte por sarampo confirmados em São Paulo neste ano. Segundo a Covisa, os casos de Israel são todos do mesmo domicílio e adquiridos por transmissão de um dos pacientes que contraiu o vírus em Israel, por isso também são considerados importados conforme a classificação que segue normatização do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo. “O sarampo é uma doença de notificação obrigatória e imediata. Sempre que são identificados casos suspeitos, a vigilância epidemiológica desencadeia ações de bloqueio vacinal para evitar o...
Leia mais

Prefeitura de SP vai impor regras para uso de patinetes elétricos

Usuários de patinetes elétricos da capital paulista serão obrigados a usar capacete. As novas regras para uso do equipamento devem ser implementadas pela prefeitura nos próximos 15 dias. O anúncio foi feito pelo prefeito Bruno Covas. Em caso de descumprimento da norma, será aplicada uma multa que varia de R$ 100 a R$ 20 mil.  Além do uso de capacete, será proibido circular na calçada, sendo permitido apenas a circulação em ciclovias, ciclofaixas, ciclorrotas ou ruas com limite de velocidade de até 40 Km/h, e a velocidade máxima do patinete será de 20 Km/h. De acordo com a Prefeitura, a medida anunciada ainda é provisória. Regras mais detalhadas serão discutidas nos próximos três meses junto com as 11 empresas que responderam a um chamamento público e assinaram um termo de responsabilidade para oferecer o serviço. “Montamos um grupo de trabalho envolvendo usuários, empresas, ciclistas e toda a sociedade para discutir o uso dos patinetes.  A ideia era que essa regulamentação...
Leia mais

Doria diz que não abrirá mão da F1 em São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria, disse nesta sexta-feira (10) que não abrirá mão do Grande Prêmio da Fórmula 1 em 2020 em São Paulo. "Tem um contrato a ser cumprido, e tem o prefeito [Bruno Covas] e o governador que vão lutar pelo seu estado e pela sua cidade pela manutenção do GP em São Paulo. Não abrirmos mão da F1 em SP, é uma tradição, uma vocação da cidade, e o Autódromo Internacional de Interlagos é um dos melhores circuitos avaliados pelos pilotos". O governador disse que não há estremecimento entre ele e o presidente Jair Bolsonaro, por conta do anúncio feito na quarta-feira (8) pelo presidente de construir um autódromo para a realização do Grande Prêmio da Fórmula 1 em 2020 no Rio de Janeiro. “Não há nenhum estremecimento, não há nenhum fator que possa afastar essa relação com o presidente. A relação segue muito boa, estaremos juntos no próximo dia 16 em Dallas, onde ele irá receber...
Leia mais

Greve de motoristas atinge 367 mil usuários de ônibus na Grande SP

A paralisação de linhas 66 linhas de ônibus nas cidades de Arujá e Guarulhos prejudica 367 mil passageiros na manhã desta sexta-feira (10). Os motoristas e cobradores iniciaram, à meia-noite, a greve por tempo indeterminado. O Sindicato pede reposição integral da inflação com 5% de aumento real, pagamento de participação nos lucros, vale-refeição no valor de R$ 27, auxílio creche correspondente a 20% do salário do trabalhador e proibição da terceirização nas funções. Uma liminar do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região determinou que, no mínimo, 70% dos funcionários trabalhem nos horários de pico, das 5h às 8h e das 17h às 20h, e que 50% trabalhem nos demais horários. A multa em caso de descumprimento é de R$ 100 mil. A prefeitura de Guarulhos informou que um plano emergencial foi montado para atenuar os prejuízos à população. “O Plano de Atendimento entre Empresas de Transporte em Situação de Emergência (Paese), no qual veículos de permissionários (micro-ônibus), que prestam serviço...
Leia mais

Prisão domiciliar foi negado para 89,1% das mães e gestantes em SP

O direito à prisão domiciliar foi negado para 89,1% das mães e gestantes que tiveram prisão decretada no estado de São Paulo entre dezembro de 2017 e abril de 2018. O dado faz parte do relatório MulhereSemPrisão, do Instituto Terra, Trabalho e Cidadania (ITTC), lançado na terça-feira (7), e que acompanhou 213 audiências de custódia em São Paulo. As mães e gestantes acompanhadas pela pesquisa se enquadravam nos requisitos do Marco Legal da Primeira Infância, que garante prisão domiciliar, em vez da prisão preventiva, para mulheres que estejam grávidas ou sejam mães de crianças até 12 anos e deficientes. Dos 213 casos analisados, 125 eram mães ou gestantes, sendo que 49 dessas tiveram a prisão em flagrante convertida em preventiva e seis tiveram direito à prisão domiciliar. “Apesar de termos dispositivos na lei, desde o Marco Legal da Primeira Infância, garantindo que as mulheres que são mães de crianças até 12 anos ou gestantes podem ficar em prisão domiciliar ou ter...
Leia mais

Bauru registra quase 16 mil casos de dengue em 2019

A prefeitura de Bauru (SP) confirmou nesta terça-feira (7) mais 774 casos de dengue registrados no município. No total, desde o início do ano, são 15.790 casos autóctones (quando a pessoa é infectada no local em que vive) e 30 casos importados, totalizando 15.820 casos de dengue. A quantidade de óbitos em decorrência da doença é 17. De acordo com a prefeitura, os altos índices da doença estão ligados a quantidade recorde de precipitações no município. Em março, por exemplo, houve o registro de 273,1 milímetros de chuva, recorde dos últimos 28 anos. Além disso, segundo a administração municipal, o sorotipo dengue 2, que está presente na cidade, causa maior quantidade de notificações. “A circulação do sorotipo dengue 2, que não era registrado há muito tempo, encontrou uma população suscetível e com menor memória imunológica. O sorotipo-2 causa uma sintomatologia mais intensa, que reflete na maior procura pelos serviços de saúde e, consequentemente, acarreta em uma maior notificação de pacientes...
Leia mais

Transexual é morta a pauladas em São Paulo

Uma transexual de 21 anos foi morta a pauladas na noite de sábado (4), na Alameda dos Tacaúnas, no bairro da Saúde, em São Paulo. Uma testemunha contou à polícia que estava com Larissa Rodrigues da Silva quando um homem não identificado em um carro quase as atropelou. Posteriormente, o autor retornou com o veículo, desembarcou com um pedaço de madeira e golpeou Larissa. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, a Polícia Militar foi acionada para atender a uma ocorrência de agressão e, ao chegar no local, encontrou a vítima caída com ferimentos na cabeça. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - Samu - foi acionado e levou Larissa ao Pronto Socorro Saboya, onde ela morreu. O caso foi registrado como homicídio. O agressor fugiu. Sua identidade ainda é desconhecida. O caso foi registrado pelo 27º Distrito Policial. ...
Leia mais

CPTM e Metrô de SP usam agentes contra assédio sexual

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e o Metrô de São Paulo estão intensificando o combate ao assédio sexual no ambiente das estações e nos vagões das composições. Agentes de segurança à paisana e uniformizados passaram a fazer rondas regulares e estão treinados para agir imediatamente quando houver ocorrência. Segundo a Secretaria de Transportes Metropolitanos, também está sendo feito o monitoramento por meio de câmeras. Campanhas nas redes sociais e mensagens sonoras nos trens e estações buscam incentivar os passageiros a denunciarem os casos. Na CPTM, foram notificados 133 casos de abuso sexual no ano passado. Em 2019, até março, houve 34. No Metrô, em 2018, foram 137 registros. No período de janeiro a março deste ano, o total chegou a 28 ocorrências. De acordo com a secretaria, a passageira importunada deve informar o fato imediatamente a um funcionário, apontando o autor. Na CPTM, o SMS-Denúncia atende pelo número (11) 97150-4949. No Metrô, além do SMS-Denúncia (11) 97333-2252, a passageira...
Leia mais

Entrega de remédios de alto custo deve ser normalizada até maio em SP

Os medicamentos de alto custo para pacientes com doenças graves e transplantados estão em falta em 37 farmácias da rede estadual de saúde de São Paulo. O secretário da Saúde, José Henrique Germann, reconheceu os problemas nos estoques, mas disse que será normalizada até o final de maio. “Com relação aos medicamentos sob responsabilidade da Secretaria de Estado da Saúde, temos 47 medicamentos que estão em falta, desses, 34 já estão comprados, com a entrega sendo realizada até metade do mês de maio. E depois, mais 13, com uma nova licitação para o final do mês de maio, e três ainda serão entregues no mês de junho”, informou o secretário, hoje (3), no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, na presença do governador João Doria e do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. “No último trimestre de 2018 não houve compra de medicamentos. A partir de janeiro, começamos a licitação e os editais foram colocados no mercado. Esse período, até...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e