Estado SP

Mais de 230 mil condutores desrespeitaram a velocidade média em São Paulo

Mais de 230 mil motoristas foram flagrados desrespeitando o limite de velocidade em vias de São Paulo desde 1º de novembro, quando a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) adotou a fiscalização de motoristas pela velocidade média nas pistas. O número equivale a cerca de 4% dos veículos fiscalizados. Os radares capazes de calcular a velocidade média dos veículos estão posicionados nas avenidas Jacu-Pêssego, 23 de Maio, Bandeirantes e na pista expressa da Marginal Tietê. A Jacu-Pêssego foi o local mais crítico, com 221 mil infrações. Em seguida, estão as avenidas 23 de Maio, com quase 7 mil autuações, a dos Bandeirantes (2 mil autuações) e Marginal Tietê (250 condutores autuados). Os motoristas infratores não são multados, mas recebem cartas de advertência alertando sobre a necessidade de respeitar os limites de velocidade no trânsito. A medida foi adotada na capital paulista para evitar que os condutores reduzam a velocidade apenas quando passam por radares. Quando o veículo passa pelo primeiro radar, o...
Leia mais

Desemprego na região metropolitana de São Paulo aumenta em outubro

A taxa de desemprego na região metropolitana de São Paulo passou de 17,8%, em setembro, para 17,9%, em outubro, segundo a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), feita mensalmente pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Fundação Seade) e Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). De acordo com os dados, o contingente de desempregados foi calculado em 1.994 milhão pessoas, 6 mil a mais do que no mês anterior. O número é decorrente da redução do nível de ocupação com a eliminação de 36 mil postos de trabalho, o que equivale a -0,4% e é  maior do que a queda no índice da População Economicamente Ativa (PEA), de 30 mil pessoas (-0,3%). Segundo a PED, o nível de ocupação caiu 0,4% em outubro e o contingente de ocupados foi estimado em 9.144 mil pessoas. Quando analisados os setores, houve queda de 1,6% na ocupação no comércio, com menos 25 mil postos de trabalho, seguido de serviços com...
Leia mais

Assembleia paulista aprova lei que facilita sujar nome de devedor

Os deputados da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) aprovaram o projeto de lei do governador Geraldo Alckmin que modifica e facilita a inclusão dos nomes dos consumidores no cadastro de proteção ao crédito. A decisão foi tomada na terça-feira (21) por 53 votos a 12 e a agora segue para sanção do próprio governador. O projeto 874/2016 modifica a lei 15.659/2015, vigente atualmente, que determina que a inclusão do nome do consumidor em cadastros ou bancos de dados só pode ser feita após comunicação por escrito ao consumidor, que deve ser comprovada por meio de um aviso de recebimento (AR) assinado. O novo projeto, que foi aprovado ainda exige que o consumidor receba um comunicado por escrito sobre a sua inclusão no cadastro de proteção ao crédito, no entanto, elimina que isso tenha que ser comprovado por meio do aviso de recebimento. Para os órgãos de defesa dos direitos do consumidor, o projeto e vai trazer prejuízos à população....
Leia mais

São Paulo fecha 3º parque por febre amarela; mais 2,8 milhões serão vacinados

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo anunciou o fechamento do Parque Ecológico do Tietê, na zona leste da capital, após encontrar no local um macaco morto, diagnosticado com febre amarela. Com a descoberta do novo caso, o Ministério da Saúde enviará mais 2,8 milhões de doses da vacina contra a doença para capital paulista nos próximos dias. Segundo a prefeitura, 750 mil paulistanos já foram imunizados. Este é o terceiro parque fechado em São Paulo para evitar uma possível disseminação da doença. De acordo com o secretário estadual da Saúde, David Uip, os três parques devem ser reabertos ao público em janeiro do próximo ano, mas todos os frequentadores deverão ter tomado a vacina ou usar repelente (no caso de pessoas com restrições à imunização). As 2,8 milhões de doses extras serão aplicadas em moradores dos bairros Piratininga e Jardim São Francisco, localizados num raio de 800 metros do Parque Ecológico do Tietê, além de dez municípios da...
Leia mais

Postos da capital paulista abrem no feriadão para vacinar contra febre amarela

As 37 unidades que estão em campanha de vacinação contra a febre amarela na zona norte da capital paulista vão abrir neste feriado de Finados (2), na sexta-feira (3) e no final de semana para atendimento ao público interessado em se vacinar. No município de São Paulo, foi confirmada a presença do vírus da febre amarela em três macacos encontrados mortos: um no Horto Florestal (no último dia 20) e dois no Parque Anhanguera (24), ambos na região norte. A prefeitura ressalta que, até o momento, não há confirmação de caso humano de febre amarela adquirida na cidade. Ao todo, 15 parques da capital paulista estão fechados, por tempo indeterminado, como medida preventiva após a morte dos macacos nos parques Anhanguera e do Horto Florestal. Além desses, os parques que estão interditados na cidade são: Senhor do Vale, Pinheirinho D’Água, Jacintho Alberto, Rodrigo de Gásperi, Jardim Felicidade, Cidade de Toronto, São Domingos, Tenente Brigadeiro Faria Lima, Lions Tucuruvi, Sena, Linear...
Leia mais

Polícia descobre fábrica clandestina de metralhadoras na Grande São Paulo

A Polícia Civil de São Paulo descobriu nessa segunda-feira (16) uma fábrica clandestina de metralhadoras em um imóvel em Ferraz de Vasconcelos, município da Grande São Paulo. Na residência, foram encontradas cinco metralhadoras em fase de montagem e várias munições, algumas de calibre .50, capazes de abater aeronaves e perfurar veículos blindados. De acordo com a polícia, um homem que estava no local foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo. As investigações foram feitas por agentes do 44° Distrito Policial e a ação contou com o apoio do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic)....
Leia mais

Capital paulista registra mais de 500 casos de hepatite A, com duas mortes

O número de casos de hepatite A cresceu mais de 700% na cidade de São Paulo este ano. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, até o dia 16 de setembro, foram feitas 517 notificações da doença, com duas mortes. No ano passado, houve 64 registros e nenhuma morte. De acordo com a secretaria, a maior parte dos casos ocorreu com homens com idade entre 18 e 39 anos (80% do total). Dos 517 casos da doença registrados na capital paulista, 452 eram do sexo masculino, sendo 415 na faixa etária entre 18 e 39 anos. Quase metade dos casos (237 registros) de hepatite A na cidade foi por contato sexual desprotegido. Já o contato com água ou alimentos contaminados foi responsável por 53 casos. . Conforme dados da Secretaria Estadual de Saúde, até a segunda semana de agosto, em todo o estado, foram contabilizados 394 casos de hepatite A [os números do estado são menores porque incluem apenas os casos...
Leia mais

Maioria dos professores da rede pública paulista já sofreu violência nas escolas

Mais da metade dos professores da rede pública estadual de São Paulo (51%) já sofreram pessoalmente algum tipo de violência nas escolas em que trabalham, o que representa 104 mil profissionais. No período de 2013 a 2014, o percentual era de 44%. É o que revela pesquisa do Instituto Locomotiva, feita a pedido do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp). Entre os estudantes, 802,5 mil dizem ter sofrido violência, o que representa 39% do total. Em 2013 e 2014, o índice era de 28%. Os tipos de violência sofridos nas escolas incluem agressão verbal, bullying, agressão física, furto, roubo e discriminação. Segundo a pesquisa, realizada neste mês, os professores são as maiores vítimas de agressão verbal e discriminação, enquanto os estudantes sofrem mais com bullying e agressão física. “Eu credito a causa da violência [nas escolas] ao abandono do governo do estado de São Paulo – não à escola pública e a seu prédio, que...
Leia mais

IPTU de 70% dos imóveis de São Paulo deve ser corrigido pela inflação

O prefeito de São Paulo, João Doria, anunciou nesta terça-feira (12) que não revisará a Planta Genérica de Valores (PGV), que serve como referência para calcular o valor do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). Com isso, o IPTU de imóveis da cidade de São Paulo deve ser corrigido apenas pela inflação de cerca de 3%. As alíquotas atuais serão mantidas, assim como as travas de correção anual e as faixas de isenção. Segundo o prefeito, dos 3,4 milhões de imóveis da capital, 30% devem ter aumentos superiores influenciados pelos reajustes referentes à revisão da PGV feita em 2013. Devido a essa revisão, alguns dos imóveis tiveram o imposto reajustado em 100%, mas foram criadas travas que distribuíram esse aumento para os outros anos, como 10% anuais para pessoas físicas e 15% para pessoa jurídica. "Temos ainda um momento de transição da economia brasileira, uma transição boa, com perspectiva de terminarmos o ano um pouco melhor e para 2018 de crescimento...
Leia mais

Mesmo após debates, SP mantém nomes de ruas que lembram agentes da ditadura

Mesmo após diversos esforços e debates, a cidade de São Paulo mantém pelo menos 20 nomes de ruas, avenidas ou praças que homenageiam pessoas que cometeram violações de direitos humanos durante a ditadura militar (1964-1985). Em 2015, a prefeitura chegou a lançar um programa para substituir o nome dos agentes e colaboradores do regime. No entanto, apenas duas ações foram finalizadas. Atualmente, a Secretaria Municipal de Direitos Humanos informou que não há proposta do Executivo para promover esse tipo de alteração. Há, entretanto, alguns projetos de autoria de vereadores em tramitação na Câmara Municipal. Em 2015, o nome do Elevado Costa e Silva foi trocado para Elevado João Goulart. Assim, a via que faz ligação da região central com a zona oeste deixou de ter o nome do segundo presidente do regime ditatorial para homenagear o presidente deposto no golpe de 1964. O nome da Avenida Golbery do Couto e Silva, na zona sul, foi mudado para Rua Giuseppe Benito...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e