Esportes

Brasil sedia Pan-Americano de esporte universitário

O Brasil começa a sediar  neste sábado (21) as primeiras competições de esporte universitário de âmbito Pan-Americano da história. O evento, chamado Fisu America Games, é organizado pela Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU) e pela Federação Internacional do Esporte Universitário na América (Fisu América). A competição ocorre em São Paulo até 29 de julho e deve reunir 1,5 mil atletas do Brasil, Estados Unidos, Canadá, Chile, Peru, Colômbia, Argentina, Costa Rica, Paraguai, Honduras, México e Uruguai. A maior delegação é a brasileira, com 450 participantes. Entre as modalidades disputadas estão atletismo, basquetebol, taekwondo, futebol, futsal, voleibol, judô, natação, tênis e tênis de mesa. O Pan-Americano também inclui o paradesporto e, pela primeira vez, atletas paradesportivos universitários terão a chance de representar o Brasil em um evento internacional. Entre os alunos-atletas brasileiros, 129 são paradesportivos e competem nas modalidades tênis de mesa paradesportivo, atletismo paradesportivo e natação paradesportivo....
Leia mais

Ativista que invadiu gramado na final da Copa é presa por 15 dias

Uma integrante do grupo Pussy Riot, conhecido pelas ações de protesto contra o Governo russo, foi condenada nesta segunda-feira a 15 dias de prisão por ter invadido, domingo (15), o gramado do estádio de Luzhniki durante a final da Copa do Mundo da Rússia. A jovem Veronika Nikulshina entrou em campo durante o segundo tempo da partida entre França e Croácia, que terminou com vitória da equipe francesa por 4 a 2. Quatro membros do Pussy Riot, três mulheres e um homem, invadiram o campo vestidos de policiais, mas foram rendidos rapidamente pelos guardas. Um dos jogadores croatas, Dejan Lovren, não gostou do protesto e tentou retirar um dos manifestantes de campo, recriminando a ação. O grupo Pussy Riot ganhou fama em 2012 quando duas integrantes foram condenadas a dois anos de prisão por interpretar uma canção punk contra o presidente russo, Vladimir Putin, no principal templo religioso do país, a catedral de Cristo Salvador em Moscou....
Leia mais

França conquista sua segunda Copa e se iguala à Argentina e ao Uruguai

A França venceu a Croácia por 4 x 2 e é campeã da Copa do Mundo da Rússia. O time francês foi aplicado taticamente, apostou na solidez de sua defesa e na eficiência de seus atacantes e levantou a taça. Com o título, franceses se juntam aos uruguaios e argentinos como bicampeões do mundo. O primeiro título foi em 1998, contra o Brasil. Os jogadores receberam a taça debaixo de uma forte chuva em Moscou. O presidente francês, Emmanuel Macron, cumprimentou os jogadores, assim como a presidente da Croácia, Kolinda Kitarovic; o presidente da Rússia, Vladimir Putin e o presidente da Fifa, Gianni Infantino. Em uma Copa com estrelas de destaque nas principais favoritas, o técnico Didier Deschamps, que jogava na seleção de 98, apostou em um time de qualidade coletiva e com jovens talentos. A França tem vários jogadores de destaque no futebol mundial, como Mbappé, Pogba, Griezmann e o goleiro Lloris, mas nenhum deles pode ser apontado sozinho como...
Leia mais

Croácia não está na final por acaso

Com a chegada da seleção da Croácia à primeira final de Copa do Mundo, o país entrou no radar de muita gente pela primeira vez. Os jogadores que entram em campo neste domingo (15), com sua tradicional camisa quadriculada, representam um país de 4,4 milhões de habitantes, localizado no Leste Europeu e vizinho da Eslovênia, Hungria, Sérvia, Bósnia Herzegovina e Montenegro. A Croácia se estabeleceu como país independente em 1991, após a separação das repúblicas que compunham a antiga Iugoslávia. Além da Croácia, a Sérvia, a Bósnia Herzegovina, a Eslovênia, a Macedônia, Montenegro e Kosovo conquistaram sua independência com fim da Iugoslávia. O Kosovo, no entanto, é reconhecido como um país apenas por parte dos membros da Organização das Nações Unidas (ONU). O Brasil, por exemplo, é um dos países que não dão esse reconhecimento ao Kosovo. A maioria da população do país finalista da Copa é composta por pessoas de origem croata, mas há também bósnios, sérvios e húngaros....
Leia mais

Bélgica vence Inglaterra por 2 a 0 e conquista 3º lugar na Copa

A Bélgica venceu a Inglaterra por 2 x 0 e ficou com o terceiro lugar da Copa do Mundo 2018. Em uma partida movimentada, os belgas mostraram superioridade sobre o adversário durante toda a partida. Fizeram um gol logo no início e não tiveram problemas para segurar o ataque inglês. O terceiro lugar em 2018 foi a melhor colocação já alcançada pelo país em uma Copa. Antes, o melhor resultado havia sido um quarto lugar em 1986. O jogo O primeiro tempo já começou com um gol da Bélgica, aos 3 minutos, com Meunier aproveitando cruzamento à meia altura de Chadli. A Inglaterra tentava responder e empatar, mas criou poucas oportunidades e, quando chegava à pequena área, finalizava no meio do gol de Courtois. O centroavante Harry Kane teve uma chance clara de gol, mas chutou torto da entrada da área. A Bélgica teve as melhores chances do primeiro tempo, mas desperdiçou a oportunidade de ampliar com Lukaku, Hazard e De...
Leia mais

Árbitro de vídeo está limpando o futebol, diz presidente da Fifa

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, disse nesta sexta-feira (13) que o VAR é um exemplo de progresso no futebol e que não é mais possível pensar em Copa do Mundo sem a presença do árbitro de vídeo. Ele acrescentou que a tecnologia de checagem de lances polêmicos por vídeo limpou o futebol. “O VAR não está mudando o futebol, está limpando o futebol, tornando-o mais honesto e transparente, ajudando os árbitros a tomar as decisões corretas, é um trabalho muito difícil. Estamos muito felizes de ter introduzido o VAR. Hoje é difícil pensar em Copa do Mundo sem VAR”, afirmou Infantino. Ele informou que foram feitas pouco mais de 440 checagens na sala do VAR, onde um grupo de árbitros analisa as jogadas polêmicas, como marcação de pênaltis e impedimentos. De acordo com Infantino, do total de checagens, foram 19 revisões, com 16 mudanças na decisão tomada pelo árbitro no campo. “Os resultados são extremamente claros e positivos. Isso significa...
Leia mais

49% das jogadoras de futebol não recebem salários, mostra estudo

Um estudo feito pelo sindicato internacional dos jogadores de futebol (FIFPro), divulgado nesta sexta-feira (13), aponta que 49% das mulheres na modalidade não recebem salários e que 87% encerrarão a carreira antes dos 25 anos. O documento foi elaborado pela entidade, em parceria com a Universidade de Manchester, e contou com a participação de 3,3 mil jogadoras de elite, em 33 países. Os dados apontam que 1% das jogadoras cobra salários iguais ou maiores que 6.489 euros (R$ 29.323,14); já 9% recebem entre este valor e 1.620 euros (R$ 7.320,62); entre este último montante e número e 485 euros (R$ 1.920,53), são 30% do universo. Já 60% têm remuneração que vai de zero aos 485 euros, de acordo com o relatório. O documento ainda aponta que 66% das jogadoras que defendem seleções dos países pesquisados estão insatisfeitas com o pagamento de prêmios de competições. Das ouvidas, 42% admitem que não recebem o suÚciente para cobrir despesas. De acordo com o estudo da FIFPro, o futebol feminino teve aumento de popularidade nos últimos anos, apesar...
Leia mais

Fifa atesta que nenhum jogador da Copa foi pego ainda no antidoping

Nenhum jogador foi flagrado nos mais de 2 mil exames antidoping realizados até o momento na Copa da  Rússia, segundo informou hoje a Fifa. A informação é da agência de notícias EFE. A Fifa coletou com antecedência um grupo de amostras preliminares de mais de 1.500 jogadores que eram potenciais participantes do Mundial, em parceria com as organizações nacionais antidoping e as federações dos países, ampliando o controle sobre os atletas. As provas foram complementadas com o passaporte biológico dos jogadores. Especialistas contratados pela Agência Mundial Antidoping (Wada) revisaram os dados de todos os atletas para analisar possíveis desvios que pudessem indicar uso indevido de drogas para melhorar o rendimento. Para essa Copa, todos os jogadores foram submetidos a exames surpresa antes da competição e também durante o Mundial, com testes feitos tanto em dias de jogos, como em dias de folga. Segundo os dados apresentados pela Fifa, desde janeiro deste ano foram feitos 2.037 testes com a ajuda das federações nacionais...
Leia mais

Guerreira Croácia está na final da Copa

A Croácia enfrentou sua terceira prorrogação seguida e eliminou a Inglaterra com um gol salvador de Mandzukic, em virada na prorrogação. Os croatas vão para a primeira final de Copa do Mundo da sua história após uma partida de altos e baixos. Foram dominados no primeiro tempo por uma Inglaterra que marcou um gol cedo, aos 5 minutos, mas se acomodou com o resultado e perdeu boas chances de ampliar. No segundo tempo, a Croácia apareceu, fazendo a melhor performance desde a fase de grupos. “Estamos na final. Foi merecido. Não fui eu [o responsável pela vitória], foram os jogadores. O que esses meninos fizeram hoje, o quanto lutaram e correram, isso tem que ficar na história”, disse o técnico da Croácia, Zlatko Dalic após a partida. A Croácia correu e lutou. Mesmo quando o ataque parecia nulo, com Rebic e Mandzukic errando tudo que tentavam, a defesa foi sólida na maior parte do tempo. Quando funcionou, o ataque teve...
Leia mais

Negócio do século: Imprensa italiana se empolga com contratação de CR7

A contratação de Cristiano Ronaldo pela Juventus, fechada ontem por 112 milhões de euros, dominou nesta quarta-feira (11) as capas de jornais na Itália, onde a transferência do craque português é vista como "o negócio do século". "Cheguei!", é a manchete do jornal Gazzetta dello Sport, em alusão ao tradicional grito "eu estou aqui", que o português costuma dar em comemorações de gols "Aqui está! Ronaldo é 'bianconero'", anunciou o jornal turinês Tuttosport, que acrescenta uma fotomontagem do atacante português com a camisa da Juventus enquanto comemora um gol. O periódico define a chegada do melhor do mundo como algo "clamoroso" e lembra os 27 títulos de clubes obtidos na carreira, incluindo cinco ligas dos Campeões, uma pelo Manchester United e quatro pelo Real. A contratação do craque teve destaque mesmo em jornais não esportivos, como La Repubblica, Corriere della Sera e La Stampa. Este último lembra que o Campeonato Italiano não tem o atual melhor do mundo da premiação da Fifa desde 2008, quando Kaká era o detentor do título. Imprensa espanhola Também na...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e