Cultura

Festival de fanfarras anima espaços públicos do Rio até domingo

O Rio de Janeiro recebe, até domingo (18), a quarta edição do Honk! Rio – Festival Ativista de Fanfarras. Surgido em 2006 em Boston, nos Estados Unidos, o evento foi copiado por diversas cidades americanas e de outros países. No Brasil, a primeira edição foi em 2015, desde o começo agregando o espírito comunitário, colaborativo e autônomo. Uma das produtoras do evento, a percussionista Luane Aires, disse que o Honk é um festival internacional de fanfarras e o do Rio é a primeira versão brasileira. Segundo ela, este ano o evento vai homenagear os 50 anos da Tropicália, movimento artístico que marcou a década de 1960 ao incorporar a vanguarda da cultura pop nacional com a estrangeira. Entre os expoentes do movimento na música estão Caetano Veloso, Gilberto Gil, Os Mutantes e Torquato Neto. Nas artes plásticas o destaque é Hélio Oiticica e no teatro com José Celso Martinez Corrêa. “Estamos na quarta edição no Rio de Janeiro e vamos...
Leia mais

Toquinho diz que “há falta de brasileirismo” na nova geração de artistas

Filho da bossa nova e um dos grandes nomes da MPB, Toquinho lamenta a ausência de uma nova geração de artistas, como o foi a sua, um fato que atribui à falta de um "Brasil maravilhoso". "Não há falta de talento, há uma falta de brasileirismo. Tem a minha geração, a geração de Tom Jobim e por que não há uma geração (de artistas) agora? Há pessoas talentosas, mas não há uma geração. Não há um Brasil", disse o artista em entrevista à Agência Efe. De acordo com Toquinho, a geração de Caetano Veloso, Chico Buarque e Gilberto Gil viveu um Brasil "maravilhoso": o da fundação de Brasília, do governo de Juscelino Kubitschek e da chegada do Cinema Novo. "Não foram os nossos talentos que forjaram a minha geração, foi o Brasil. O Brasil não forja nada agora. Talentos existem, mas uma geração unida, não", ressaltou. Esses artistas nasceram com "a semente da bossa nova" e encontraram uma ditadura militar no meio...
Leia mais

Festa Literária das Periferias reúne escritores negros no Rio

A sétima edição da Festa Literária das Periferias (Flup) começa amanhã (6), na capital fluminense, marcando a primeira vez que o evento ocorre fora de uma favela. Esta é também a primeira vez que a festa será realizada dentro de um equipamento público, que é a Biblioteca Parque Estadual, localizada na chamada Pequena África, região central do Rio de Janeiro, que se estende da Praça Mauá até a Praça Onze, onde se instalou a população negra após a abolição da escravatura. “Nós estamos fazendo isso por conta do tipo de programação que a gente elencou, que é uma programação inteiramente negra. A negritude está no nosso DNA”, salientou em entrevista, o criador da Flup, Julio Ludemir. O curador lembrou que, na primeira edição da Flup, em 2012, quando o homenageado foi o escritor Lima Barreto, “havia uma percepção de que a periferia, a favela e o Brasil com o qual a gente quer dialogar é um Brasil negro”. Em...
Leia mais

Festival do Rio de cinema terá a exibição de 200 filmes

Começa a partir de hoje (1º) a 20ª edição do Festival do Rio, um dos principais eventos do circuito do cinema no país. Serão exibidos 200 filmes de 60 países, divididos em 11 mostras. A sessão de abertura será no Cine Odeon, na Cinelândia, com a exibição do novo filme de Steve McQueen, As Viúvas, estrelado por Viola Davis. No encerramento, dia 11, também no Cine Odeon, será exibido o filme inédito de Cacá Diegues O Grande Circo Místico, representante do Brasil na corrida pelo Oscar em 2019. A partir de amanhã, a mostra abre para o público com salas em Niterói e em diversos pontos da cidade, como Gávea, Botafogo, Ipanema, Catete, Copacabana, Flamengo e Guadalupe. As tradicionais sessões populares seguidas de conversas com o público acontecem no Centro Cultural Cine Odeon e no Estação NET Rio. O Cinema Brasileiro estará representado por 84 obras, entre curtas e longas metragem, tanto documentários como de ficção. Quatro clássicos do cinema nacional serão exibidos em...
Leia mais

Brasil bate recorde no lançamento de filmes nacionais

Em 2017, o Brasil atingiu novo recorde de lançamento de filmes nacionais em cinemas de todo o país. Segundo o Anuário Estatístico do Cinema Brasileiro, divulgado esta semana pela Agência Nacional de Cinema (Ancine), ao todo foram exibidos nas salas de cinema comerciais 160 longas-metragens brasileiros, 18 a mais que no ano anterior, quando foram exibidos 142 produções. Do total de filmes lançados no ano passado, 56,8% (91) pertenciam ao gênero de ficção, 38,7% (62) eram documentários e sete, animações (4,37%). Conforme mostra o relatório, a disparidade entre as bilheterias de obras nacionais e estrangeiras se repete todos os anos. No ano passado, o número de ingressos vendidos (17.358.513) para filmes nacionais correspondeu a 9,6% do total (181.226.407), o pior desempenho da série histórica da Ancine, iniciada em 2009. Os dados mostram que em 2010 os filmes assinados por cineastas brasileiros conquistaram seu maior público, com quase um quinto (19,1%) de todas as entradas comercializadas. Democratização da cultura Em nove anos, o número...
Leia mais

Casa de show Rio Sampa fecha as portas, em Nova Iguaçu

A casa de show mais badalada da Baixada Fluminense, a Rio Sampa, que sempre atraiu diversas públicos de todos os lugares do Rio de Janeiro em busca de diversão, fechou sua portas.  A Rio Sampa foi fundada há quase 28 anos em Nova Iguaçu, em dezembro de 1990 e vinha atraindo multidões com os shows que a casa oferecia, como matinês, funk, ritmos de pagode, axé music, dance e entre outros. Vale lembrar que passaram pelo palco da Rio Sampa os artistas mais importantes do cenário nacional, começando pelo rei Roberto Carlos, que inaugurou a casa de show. Filas já não existem mais. Os alto-falantes silenciaram. O que sobrou da casa de espetáculos é apenas as portas fechadas que já duram há meses. O público foi pego de surpresa. O espaço nunca esteve fechado por tanto tempo, e já são três meses sem shows. Segundo alguns ex-funcionários, os donos do Rio Sampa haviam informado que só iria fazer shows de grande...
Leia mais

Começa amanhã no Rio Festival Internacional de curta metragem

Primeiro evento brasileiro a receber qualificação da Academia de Hollywood para indicar concorrentes ao Oscar, o Festival Internacional de Curtas será aberto amanhã (24), no Rio de Janeiro, reunindo cerca de 200 filmes nacionais e estrangeiros com apresentações até o próximo dia 31. A mostra é exclusivamente dedicada à exibição e à promoção de obras audiovisuais de curta-metragem. O festival exibe trabalhos finalizados em suportes digitais, com duração máxima de 30 minutos, e tem caráter competitivo e informativo. Os filmes serão exibidos no circuito de cinema independente, que engloba a  Estação NET Botafogo 1, 2 e 3, a Cinemateca do Museu de Arte Moderna (MAM), o Cinemaison, cineclube do Consulado da França e o Cine Arte da Universidade Federal Fluminense (UFF). “Nosso festival é o único no Brasil que qualifica os vencedores, nas competiççoes nacional e internacional, para pleitear indicação para o prêmio da Academia de Hollywood”, disse o diretor e curador da mostra, Ailton Franco Júnior. A edição deste ano...
Leia mais

Mostra Internacional de Cinema começa em São Paulo

A 42ª edição da Mostra Internacional de Cinema começa nesta quinta-feira(18) e vai até o dia 31 de outubro, em São Paulo. O evento terá a exibição de 336 títulos em diversos endereços, incluindo projeções gratuitas no vão-livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp). As exibições especiais embaixo do museu, projetado pela arquiteta Lina Bo Bardi, ocorrem entre os dias 23 e 27 de outubro. A seleção exibida no Masp inclui as cópias do acervo da Cinemateca Brasileira de Matar ou Correr (1954), de Carlos Manga, e Ópera do Malandro (1986), de Ruy Guerra, além das exibições de Uma Vida em Segredo (2001), de Suzana Amaral, e As Canções (2011), de Eduardo Coutinho. O longa Invictus, de Clint Eastwood, também será exibido no local em homenagem ao centenário de Nelson Mandela. O filme mostra como o governante sul-africano aproveitou a Copa do Mundo de Rúgbi, realizada pela primeira vez no país, para unir a população, que estava rachada pelo regime de...
Leia mais

Samba enredo da Mangueira para 2019 faz referência a Marielle

A escola de samba Estação Primeira de Mangueira escolheu, na madrugada deste domingo (14), seu samba enredo para o carnaval de 2019. A letra faz uma homenagem a Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro assassinada a tiros no dia 14 de março no Rio, junto com o motorista Anderson Gomes. A escolha do samba ocorreu na quadra na escola, na zona norte da cidade. O enredo da escola – História pra ninar gente grande – tem como tema a "história que a história não conta" e o samba Eu quero um Brasil que não está no retrato. No refrão, o nome da vereadora é citado: "Brasil, chegou a vez de ouvir as Marias, Mahins, Marielles, Malês". Em postagem no Facebook, um dos autores da música, Tomaz Miranda, postou a frase "Fomos campeões na Mangueira. Pela memória de Marielle e Anderson e toda luta que ainda virá. São verde e rosa as multidões". Placas Neste domingo – dia que marca os sete...
Leia mais

Museu do Amanhã tem programação especial para Semana de Ciência e Tecnologia

Uma programação especial dedicada ao público infantil do Rio de Janeiro foi programada pelo Museu do Amanhã, paralelamente à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Os trabalhos serão iniciados nesta terça-feira (9), com o seminário “O Cerrado em toda parte”, realizado em parceria com a organização não governamental (ONG) ActionAid e a Rede Cerrado. A meta é sensibilizar a população para a importância desse bioma e a necessidade de sua preservação, porque abriga vasta quantidade de espécies de flora e fauna, além de populações tradicionais que convivem em harmonia com o ambiente. Em alusão ao cerrado, equipes do Museu de Mineralogia Aitiara (MuMA) apresentam ao público conteúdos da exposição itinerante sobre o aquífero Guarani e o arenito Botucatu, em duas sessões, de manhã e à tarde. Ainda dentro da programação dedicada ao bioma, o grupo musical Encantadeiras, formado por quebradeiras de coco babaçu, mostra os cantos entoados durante o trabalho de quebra do coco, seu meio de sobrevivência. Crianças e ciência A gerente...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e