Cultura

Edital #amorpeloBrasil vai premiar jovens com até R$ 20 mil

O Ministério da Cidadania premiará 351 vídeos gravados por celular sobre histórias de vida produzidos por jovens entre 12 e 18 anos de idade, no edital #amorpeloBrasil. Serão distribuídos até R$ 2 milhões entre prêmios e capacitações aos selecionados. Segundo o ministro da Cidadania, Osmar Terra, o objetivo é revelar, reconhecer e promover jovens que já contribuam para a melhoria da qualidade de vida da sociedade. A seleção, promovida pela Secretaria do Audiovisual, vai funcionar em duas etapas. Na primeira, os 12 melhores vídeos de cada um dos 26 estados e do Distrito Federal vão receber R$ 3 mil. Na segunda etapa, os vídeos classificados em primeiro lugar, em cada uma das 27 unidades federativas, vão passar por uma nova avaliação. E nessa última classificação, o primeiro lugar vai receber R$ 20 mil; o segundo, R$ 15 mil; o terceiro, R$ 10 mil; o quarto, R$ 8 mil; e o quinto, R$ 6 mil. Os premiados que ficarem entre...
Leia mais

Ator Leandro Hassum: “Meu público está no Brasil, quero que o país dê certo”

Em cartaz com a comédia O amor dá trabalho, que promete ser mais um sucesso de bilheteria nos cinemas, o ator Leandro Hassum afirma que o povo brasileiro precisa rir. Atualmente, ele mora nos Estados Unidos, mas ressalta que isso é uma experiência e não uma mudança definitiva. “Eu moro lá e cá. Meu público está no Brasil. Eu não penso em trocar isso aqui para fazer filme em Hollywood, para abandonar o país. Eu vivo no Brasil, eu sou brasileiro, quero que o Brasil dê certo pra caramba”.  O comediante pede que o público encare essa fase como um laboratório que os artistas fazem e diz ser muito grato por poder viver este momento, depois de “terralado tanto na carreira”. Ele lembra que esse dia a dia no exterior vai ser usado em cena, com muitas piadas.  Leandro Hassum concedeu entrevista à jornalista Roseann Kennedy, no programa Impressões, que vai ao ar na TV Brasil, nesta terça-feira (3), às 23h. Ele fala sobre...
Leia mais

Exposição imersiva sobre Van Gogh vai até 15 de setembro

Inspirados nas paisagens retratadas nas telas mais famosas de Vincent van Gogh,  cenários gigantes onde as pessoas podem entrar e caminhar são o destaque da exposição Paisagens de Van Gogh, aberta ao público até o próximo dia 15 de setembro na capital paulista. Em cada um dos cenários o visitante é transportado ao universo do artista por meio de recursos de cores, aroma e sons, com projeções e o áudio de trechos de suas cartas pessoais, lidas por um narrador. No total, a exposição imersiva ocupa 250 m² do vão central do Shopping Pátio Higienópolis, na zona centro-oeste de São Paulo. “Suas obras com céus estrelados, campos de girassóis e plantações que parecem balançar ao vento, com cores ousadas e traços à frente de seu tempo, nos inspiraram a definir o conceito visual desta exposição”, explica a idealizadora e curadora Karina Israel. A visitação passa pelos cenários: Campo de Trigo com Corvos, inspirada na tela de mesmo nome; Labirinto Flor de Íris (tem como referência...
Leia mais

Filme A Vida Invisível é indicado pelo Brasil para concorrer ao Oscar

O filme A Vida Invisível, do diretor Karim AÏnouz, desbancou outros 11 filmes e foi escolhido nesta terça-feira (27) representante do Brasil na corrida ao Oscar. O anúncio foi feito pela Academia Brasileira de Cinema. O filme vai concorrer a uma vaga entre os cinco indicados ao Oscar de melhor filme estrangeiro do próximo ano. A première do filme será nesta sexta-feira (30), em Fortaleza, no 29º Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema.  O filme é baseado no livro A Vida Invisível de Eurídice Gusmão, de Martha Batalha, e conta a história das irmãs Gusmão, Eurídice e Guida. Eurídice é uma jovem talentosa e introvertida. Guida é o oposto de seu temperamento em relação ao convívio social. Ambas vivem em um rígido regime patriarcal, o que faz com que trilhem caminhos distintos: Guida decide fugir de casa com o namorado, enquanto Eurídice se esforça para se tornar uma musicista, ao mesmo tempo em que precisa lidar com as responsabilidades da vida adulta...
Leia mais

Carnaval além da Sapucaí

O carnaval carioca é um dos eventos mais famosos do Rio de Janeiro, que encanta milhares de pessoas ao redor do mundo. As escolas de samba são o pilar do carnaval e todos os desfiles são resultado de um ano inteiro de muito trabalho e que envolve muita gente, gera lucro e traz visibilidade para a cidade. O Sambódromo do Rio de Janeiro é palco para as escolas do grupo especial e de acesso. Segundo dados da prefeitura, no ano de 2019, o estado do Rio de Janeiro recebeu cerca de 7 milhões de foliões durante o carnaval, movimentando R$ 3,78 bilhões.  Muitas quadras de escolas de samba estão situadas em áreas pobres do Rio de Janeiro, onde a população precisa lidar com problemas como o tráfico de drogas e a milícia. Mesmo com a crise financeira que atinge não só a cidade, muitas escolas de samba utilizam suas quadras para projetos sociais que, além de ajudar a comunidade, contribuem para o fortalecimento...
Leia mais

Exposição retrata vivências de moradores de comunidades carentes

Foi nesta quinta-feira (1º), no Centro de Visitantes do Monumento Estácio de Sá, no Parque do Flamengo, zona sul da capital fluminense, a exposição Vivências, que reúne obras de moradores de baixa renda assistidos pelo Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Rosani Cunha, que atende comunidades do entorno de sua sede, em Vila Isabel, zona norte do Rio de Janeiro. O professor Elias Oliveira, curador do Monumento Estácio de Sá, elogiou o Cras Rosani Cunha por ter um trabalho que socializa as pessoas por meio da arte. É a segunda vez que o monumento expõe trabalhos de pessoas atendidas pelo centro. Na primeira vez, foram exibidos trabalhos só de senhoras. “Desta vez, é um trabalho produzido por crianças e jovens de 6 a 17 anos de idade, além de idosas na faixa de 80 anos a 85 anos de idade”. O trabalho é focado nas questões sociais, envolvendo o que as crianças e jovens sentem na comunidade onde vivem;...
Leia mais

Série de televisão aborda lado obscuro do mundo do futebol

A compra de resultados pela máfia russa, a ingerência religiosa, o "autoboicote" dos jogadores e a conflituosa vida familiar são alguns dos temas abordados em "Chuteira Preta", nova série de televisão que procura mostrar o lado obscuro do mundo do futebol. A primeira temporada da série, que conta com atores brasileiros e estrangeiros e é dirigida por Paulo Nascimento, começou a ser emitida no último dia 13 pelo canal "Prime Box Brazil", da TV por assinatura, e em streaming através das plataformas Amazon Prime e TeleUP. "Eu era um torcedor de ir ao estádio, apaixonado pelo futebol como torcedor, mas me intrigava que a dramaturgia no Brasil não utilizava o futebol", comentou Nascimento em entrevista à Agência Efe. O diretor decidiu contar na telinha a história de um jogador e do que definiu como "submundo muito maior" do que o que é visto nos campos. Na trama, ele retrata, quase como um psicanalista, o drama de Kadu, um jogador que aos...
Leia mais

ABL comemora 122 anos com sessão especial e lançamento de selo

A Academia Brasileira de Letras (ABL) comemora, nesta quinta-feira (18), seus 122 anos, com uma sessão especial e o lançamento, pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, do selo comemorativo que homenageia Machado de Assis e Joaquim Nabuco, integrantes do quadro de fundadores da entidade. A “obliteração”, como diz o presidente da ABL, Marco Lucchesi, será realizada na mesa que pertenceu ao poeta e acadêmico Manuel Bandeira. “É um conjunto de símbolos que a gente está articulando. É uma grande alegria”. Participam do lançamento dos selos, além do presidente da ABL, os acadêmicos Merval Pereira, José Murilo de Carvalho e Edmar Bacha. Durante a celebração, no Salão Nobre do Petit Trianon, Lucchesi lerá o discurso do escritor Machado de Assis. “É breve, intenso. É de praxe haver na academia a leitura de Machado”, disse. Para ele, os 122 anos de existência da academia “são uma prova de fôlego, de resistência, da permanência sempre renovada da ABL. É um momento...
Leia mais

Abertas inscrições para a segunda edição do Prêmio Oliveira Silveira

Estão abertas, até o dia 22 de julho, as inscrições para a segunda edição do Prêmio Oliveira Silveira, que contempla obras literárias do gênero ficção voltadas para o público infanto-juvenil. Com o edital, a Fundação Cultural Palmares (FCP) pretende valorizar autores que abordem a temática afro-brasileira.  Ao todo, serão premiadas cinco obras, cujos autores receberão R$ 30 mil cada. Para concorrer, os escritores devem ter agregado às narrativas fatos históricos sobre a história do negro no Brasil ou tratar de questões que tenham relação com a população negra, como racismo e exclusão social. Os autores poderão ainda fazer alusão a manifestações culturais afro-brasileiras. Projeção Carolina Santos Petitinga, coordenadora-geral substituta do Centro Nacional de Informação e Referência da Cultura Negra da FCP, ressalta que a instituição aspira à projeção. Ela conta que Eliana Alves dos Santos Cruz, uma das vencedoras da primeira edição do prêmio, chegou a receber uma proposta para transformar seu romance, Água de Barrela, em um seriado de televisão. A...
Leia mais

Fãs comemoram o Dia Mundial do Rock neste sábado

Um senhor de mais de 60 anos, vibrante, contestador, revolucionário e que provoca as mais diversas sensações e reações em quem tem contato com ele ou em quem não vive sem ele. Este é o rock'n'roll, um estilo musical que nasceu entre as décadas de 1940 e 1950, nos Estados Unidos, e se popularizou para o mundo. Para celebrar a relevância do ritmo, que varia entre diversos estilos e épocas, foi instituído no Brasil o Dia Mundial do Rock, comemorado hoje (13).  A data é uma alusão ao Festival Live Aid que ocorreu em 1995, simultaneamente, na Filadélfia, nos EUA, e em Londres, na Inglaterra, com a participação de artistas de rockda época, para conscientizar a população mundial sobre a situação drástica de fome e pobreza da África, além de arrecadar fundos para a causa. Durante o show, transmitido ao vivo para vários países, o cantor e baterista Phil Collins sugeriu que a data fosse lembrada como Dia Mundial do Rock. "Houve um ano...
Leia mais