Cultura

Mostra homenageia primeira mulher negra a dirigir um filme no Brasil

A cineasta Adélia Sampaio será a homenageada pela 3ª Mostra Sesc de Cinema, que começa neste sábado (2) em Paraty, no sul fluminense. A mineira entrou para a história como a primeira brasileira negra a dirigir um filme longa-metragem, com Amor Maldito, de 1984.   A mostra ocorrerá pela primeira vez e Paraty e vai exibir 42 filmes até o dia 9 de novembro. As películas foram selecionadas entre 1,2 mil filmes inscritos, representando 210 cidades. Entre os que serão exibidos, 10 são do Panorama Infanto-Juvenil e 32 do Panorama Brasil. Depois da cidade fluminense, o evento vai circular por várias cidades do país até 15 de dezembro. Em Paraty, serão utilizadas salas na Unidade Sesc Santa Rita e no Cinema da Praça e a programação inclui Bacurau, dirigido por Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, A Rainha Nzinga chegou, de Junia Torres, e Mata Negra, de Rodrigo Aragão, entre outros. Estão previstas duas pré-estreias: Rua Guaicurus, de João Borges, e Nois por nois, de Aly Muritiba. Além disso,...
Leia mais

MEC assina protocolo por mais salas de cinema acessíveis

O Ministério da Educação (MEC) assinou nesta terça-feira (29) um protocolo de intenções para ampliar o número de salas de cinema acessíveis a pessoas com deficiência no país. Para isso, a intenção é estabelecer parcerias com os estados. O protocolo foi assinado também pela Fundação Joaquim Nabuco, ligada ao MEC. A cerimônia, em Brasília, contou com a presença da primeira-dama, Michelle Bolsonaro. O Distrito Federal será o primeiro a oferecer as sessões e, de acordo como MEC, servirá de modelo para os demais entes federados. As sessões serão gratuitas.  “Se a gente não tiver pessoas que se empenhem de corpo e alma pela causa, as pessoas com deficiência não vão conseguir se defender sozinhas. Elas não conseguem se defender, precisa ter mão amiga, precisa ter sim uma parte da sociedade sensibilizada pela causa”, disse o ministro da Educação, Abraham Weintraub, que destacou a atuação de Michelle em prol de mais acessibilidade para pessoas com deficiência. De acordo com a coordenadora do...
Leia mais

Mercado literário brasileiro está em transformação, dizem escritores

Um mercado em transformação, com novos consumidores potenciais e a carência de estratégias para a formação de novos leitores é a descrição do mercado literário brasileiro, feita por escritores. O mercado reúne profissionais apaixonados pelo que fazem. No Dia Nacional do Livro, autores e editores falam sobre o assunto. "Nós todos que trabalhamos com escrita, com texto, com formas de abstração, somos todos sonhadores", diz a autora e editora na Página Editora, de Belo Horizonte (MG), Cláudia Rezende. "Acredito muito na literatura, na força de formar um leitor fluente, na diferença que isso faz na vida das pessoas", acrescenta.  Cláudia publicou o primeiro livro este ano, Poli Escolhe, que tem como tema o processo de escolha das crianças. O lançamento vem junto com um trabalho já conhecido de autores, de divulgação, de lançamento da obra, de distribuição e vendas.   "Há crise no mercado, temos editoras fechando, livrarias em dificuldade, mas, por outro lado, temos também uma facilidade maior de publicar. Na editora...
Leia mais

De graça: Festival exibe mais de 150 curtas-metragens no Rio

O Festival Internacional de Curta-Metragem do Rio de Janeiro (Curta-Cinema) vai exibir 153 filmes de 35 países gratuitamente, de quarta-feira (30) até 6 de novembro. As sessões serão no Estação Net Botafogo, no Cinemaison, no centro, e na Casa Firjan, em Botafogo, e os filmes têm, no máximo, 30 minutos de duração.Os filmes selecionados disputam os prêmios nacional e internacional, que podem qualificá-los a concorrer a uma indicação para o Oscar de melhor curta-metragem e ao Bafta, concedido pela Academia Britânica de Cinema. Foram inscritos filmes de 35 países no festival. Um dado curioso é que houve mais candidaturas de filmes franceses que de brasileiros entre as 3,4 mil inscrições recebidas. O diretor do festival, Ailton Franco, disse que o fato evidencia a relevância do festival. "Mostra a importância do festival dentro do circuito internacional de festivais", afirmou  Franco, ao ressaltar o aumento das inscrições de filmes brasileiros e de outras nacionalidades.O aumento de inscrições nacionais fez com que...
Leia mais

Encontro de Cinema Negro homenageia ativista americana

O Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul – Brasil, África, Caribe e Outras Diásporas completa 12 anos este ano e vai exibir curtas, médias e longas metragens desta quarta-feira (23) a 3 de novembro no Rio de Janeiro. Serão 104 filmes nacionais e 40 internacionais em um festival que, pela primeira vez, será totalmente coordenado por mulheres, com Biz Vianna na direção executiva, Viviane Ferreira na direção artística e Janaína Oliveira e Carmen Luz na curadoria. A sessão de abertura, no tradicional Cine Odeon, terá presença da pensadora e ativista negra norte-americana Angela Davis, que receberá a Medalha Tiradentes, concedida pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).Angela Davis integrou o grupo Panteras Negras na luta contra o racismo e pelos direitos da população negra nos Estados Unidos e chegou a ser perseguida e presa na década de 1970. Ela fará uma conferência na abertura do festival, na noite de hoje, quando também será homenageada a atriz...
Leia mais

Circuito vai integrar atrações culturais do centro histórico do Rio

Para integrar onze museus e centros culturais do entorno da Praça XV, no centro do Rio de Janeiro, foi lançado o circuito Caminhos do Brasil-Memória. O evento ocorreu no Palácio Tiradentes, sede da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) e uma das atrações históricas do circuito. O visitante pode retirar o Passaporte Cultural em qualquer equipamento do circuito para ser carimbado ao longo do roteiro, que inclui também o Paço Imperial, o Museu Naval, o Museu da Justiça, o Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica (Incaer), o Centro Cultural Correios (CCC), o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), a Casa França-Brasil, a Igreja Santa Cruz dos Militares, o Museu da Imagem e do Som (MIS) e o Museu Histórico Nacional (MHN). Dessas atrações, apenas o MHN normalmente é pago, com ingressos a R$10, mas estará com entrada franca para quem apresentar o passaporte.  O visitante que obtiver o carimbo dos onze museus do circuito terá entrada franca também no Espaço Cultural...
Leia mais

Mostra de Cinema de SP vai exibir mais de 300 filmes de 65 países

O maior e mais importante festival de cinema da capital paulista e o mais celebrado, a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, chega à sua 43ª edição um pouco mais enxuta e com um olhar mais nacional. Serão exibidos 300 filmes, de 65 países, em 27 locais da cidade entre cinemas, teatros, espaços culturais e educacionais e parques. A mostra pode ser vista a partir desta quinta-feira (17) a 30 de outubro e tem patrocínio do Ministério da Cidadania, do governo de São Paulo e da prefeitura paulistana, entre outros. Entre os destaques do evento deste ano estão as exibições de Sinônimos, de Nadav Lapid, filme ganhador do Urso de Ouro no Festival de Berlim; Parasita, de Bong Joon-ho, ganhador da Palma de Ouro de Cannes; Honeyland, de Ljubomir Stefanov e Tamara Kotevska, prêmio do júri de melhor documentário mundial no Festival de Sundance; e Pacificado, de Paxton Winters, Concha de Ouro no Festival de San Sebastián.   A cerimônia de abertura...
Leia mais

Festa literária das periferias do Rio dará destaque para o feminismo

Cinco dias para respirar poesia falada, literatura, debate, reflexão e performance. No centro dos holofotes, artistas mulheres negras. A Festa Literária das Periferias (Flup), que começa amanhã  (16) e vai até o próximo domingo (20) no Rio de Janeiro, conta, neste ano, a história daquelas que precisam resistir ainda mais para mostrar sua arte. Realizada pela primeira vez no Museu de Arte do Rio (MAR), na região portuária da cidade, localidade também conhecida como Pequena África, a Flup tem como temática central neste ano o feminismo negro e a poesia falada. A programação inclui mesas de debates sobre o papel do negro nas artes, a literatura como mobilidade social, as mulheres negras no universo do rap, a diversidade do Continente Africano, o avanço do feminismo negro no Brasil, o ativismo negro, o sexismo, a homofobia, os impactos dos conflitos socioambientais na população negra, entre outros temas. Entre as convidadas, a nigeriana-americana Funmilola Fagbamila, uma das criadoras do movimento Black Lives Matter, a jornalista...
Leia mais

Exposição mostra talento desconhecido da Princesa Isabel

A primeira edição da exposição Sua Majestade | Arte, que será inaugurada nesta sexta-feira (20) em Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, revela ao público um lado até então desconhecido da Princesa Isabel, filha do Imperador D. Pedro II: o de artista plástica. O idealizador e curador da mostra, Marzio Fiorini, disse que tomou conhecimento dessa faceta da princesa em conversa com D. Pedro Carlos de Orleans e Bragança, chefe do ramo de Petrópolis da família imperial brasileira. Levado por D. Pedro Carlos, Fiorini teve acesso ao acervo da família no Museu Imperial e no Museu Grão Pará. “Ela (a Princesa Isabel) desenhava muito bem e pintava aquarela muito bem”, disse o curador. Para a exposição, ele escolheu obras da fase adolescente da princesa. Fiorini revelou que depois que se casou com o Conde D’Eu, Isabel teve aulas com um dos grandes pintores da época, Victor Meirelles. “Ela adorava a fauna, a flora. Tem flores incríveis”. Do acervo da princesa,...
Leia mais

Feira no Rio discute novos públicos e práticas do colecionismo de arte

Comprar e colecionar obras de arte não são, no mundo atual, práticas de classes socioeconômicas restritas. É o que afirmam organizares, expositores, artistas e pesquisadores que participam da Feira de Arte do Rio de Janeiro (ArtRio). O evento, que chega à sua nona edição e se tornou referência do mercado de arte contemporânea da América Latina, começou nessa quarta-feira (18) e vai até domingo (22) na Marina da Glória, zona sul da capital. "Estamos em um momento onde os grandes patrocinadores investem menos na cultura. Então, o público em geral e os colecionadores estão sendo, verdadeiramente, patrocinadores das artes visuais", diz Brenda Valansi, presidente da ArtRio. A expectativa, segundo ela, é que cerca de 50 mil pessoas transitem pela feira ao longo dos cinco dias. Para ter acesso ao evento, o ingresso custa R$ 60, sendo R$ 30 para quem tem direito à meia-entrada, conforme a legislação. O público encontrará, em um um mesmo local, obras de mestres reconhecidos e...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e