Mulheres Empreendedoras

Psiu! Fique Quieto!

Já ouviu aquele ditado popular: “Boca fechada não entra mosca?” Ele é perfeito para quem não quer ter suas conquistas frustradas. O silêncio é a nossa melhor roupa, é o nosso melhor acessório, é a nossa classe! Silêncio Antigamente eu tinha o forte hábito de contar minhas propostas de conquistas para amigos, familiares e até para os meus dogs.  A minha alegria com os projetos era tanta, que não me aguentava!!!! Espalhava mesmo!!!! E até questionava, para quem sequer entendia do meu trabalho, se daria certo ou não o que estava em minha mente. Eu era maluca!!!!! Sabe quando me toquei? Quando esses meus planos que tanto almejava não seguiam adiante, mas sabe o que eu achava engraçado? É que estes “meus” planos ou projetos davam certo para quem contei, para quem abri minha boca. Estas pessoas roubavam minhas ideias e minavam minhas oportunidades e conquistavam seus sonhos em cima das minhas estratégias. E eu??? Ali na praça, dando milhos aos pombos!!!! Isso era uma verdadeira “palhaçada”! Até...
Leia mais

Como ser um bom profissional em 5 passos essenciais

E a única forma de nos tornarmos bons profissionais é criando uma versão melhor de nós, como pessoas. Quer ser promovido, chegar a outro nível, melhorar sua remuneração? Confira estas dicas essenciais para atingir estes objetivos! Observe estes passos para ser um melhor profissional Não importa a ordem que você use para desenvolver cada uma dessas iniciativas, mas é importante dar atenção a todas elas. Veja quais são: Aposte no seu potencial Regule seu relógio biológico Seu corpo precisa estar bem para que sua mente possa funcionar da melhor forma possível. A primeira dica tem a ver com a sua capacidade de ajustar seus horários de sono, de acordo com o que você descubra que funciona para seu caso em particular. Precise você de oito ou seis horas, o importante é manter a regularidade na hora de dormir e despertar. Tente acordar pelo menos uma hora antes de qualquer atividade profissional, assim você dá tempo para que seu corpo acompanhe sua rotina. Defina seus objetivos Onde...
Leia mais

Quem trabalha em casa é mais feliz?

Antes de decidir trabalhar em casa (ou oferecer essa opção aos funcionários), é preciso avaliar as várias vantagens e desvantagens do home office. Um novo estudo sobre o tema também oferece uma perspectiva. Ele revelou que quem trabalha em casa tende a ser mais feliz, mas trabalha por mais horas. A pesquisa foi realizada pela Owl Labs, uma empresa americana que trabalha com software de videoconferência. Foram realizadas entrevistas com 1,2 mil americanos com idades entre 22 e 65 anos, dos quais 62% trabalham remotamente ao menos de forma parcial. Entre quem trabalha em casa em tempo integral, 71% dos respondentes afirmaram que estão felizes com seus empregos. O percentual cai para aproximadamente 50% entre quem não faz home office em nenhum momento. Olha que legal estas dicas A busca por equilíbrio entre vida profissional e pessoal foi o principal motivo (91%) apontado para aderir ao trabalho remoto. Em seguida aparecem o desejo de aumentar a produtividade e o foco (79%), diminuir o estresse (78%) e evitar o...
Leia mais

Quem suporta mais dores: Homem ou Mulher?

A cena é clássica: a mulher em trabalho de parto resiste bravamente enquanto seu companheiro desmaia ao seu lado. Tal situação é cômica, mas sugere algo interessante: a ideia de que o sexo feminino seria mais resistente à dor do que o masculino, justamente por enfrentar situações tão dolorosas e incômodas como dar à luz. Mas será que as mulheres realmente são mais resistentes à dor? Há quem diga que homens são mais tolerantes pois são mais "duros" devido à consistência física. Outros acreditam que o sexo feminino precisa lidar com tantas dores naturais ao longo da vida que acaba lidando melhor com elas. Apesar dos estereótipos, pesquisas têm produzido resultados variados. As evidências revelam que há diferenças no que diz respeito à percepção da dor entre os gêneros. Mas isso não significa que o sexo feminino é sempre o mais tolerante. DOR E SEXO BIOLÓGICO Estudos que analisam a tolerância entre homens e mulheres indicam que estas são mais sensíveis à dor....
Leia mais

Países liderados por mulheres se destacam no combate à pandemia

E estas lideranças estão sendo elogiadas na mídia e nas redes sociais por suas atitudes, bem como pelas medidas que introduziram em face da atual crise global de saúde. Um artigo recente da colunista Avivah Wittenberg-Cox na revista Forbes as considerou "exemplos de verdadeira liderança". "As mulheres estão se colocando à frente para mostrar ao mundo como gerenciar um caminho confuso para a nossa família humana", escreveu. As mulheres representam 70% dos profissionais de saúde em todo o mundo. Já no mundo político, em 2018, elas eram apenas dez dos 153 chefes de Estado eleitos, de acordo com a União Interparlamentar. Apenas um quarto dos membros dos Parlamentos do mundo são mulheres. Embora também haja outros fatores sociais e econômicos que favoreçam estes países no enfrentamento à pandemia, analistas acreditam que as trajetórias sociais das mulheres — e não qualquer condicionamento biológico — tornem sua conduta como líderes também diferentes. Entenda o porquê. A primeira-ministra da Islândia, Katrín Jakobsdóttir, apostou logo cedo em...
Leia mais

Mulheres estressadas na Pandemia do Covid19

A ansiedade e o estresse que acompanham a pandemia do novo coronavírus têm impactado a saúde mental das pessoas em todo o mundo, mas novos estudos revelam que as mulheres são as que mais sofrem com a sobrecarga psicológica causada pela crise.A preocupação em não se contaminar e garantir o equilíbrio da situação financeira da família enquanto trabalham e cuidam dos filhos fez escalar o número de homens e mulheres que relataram algum tipo de abalo psicológico desde o início de março. A discrepância dos dados entre eles e elas, porém, chama a atenção de especialistas, que avaliam que o aumento vigoroso dos níveis de ansiedade pode gerar problemas ainda mais graves na sociedade pós-pandemia. Pesquisa da Kaiser Family Foundation mostra que 32% dos adultos nos Estados Unidos diziam, no meio de março, que a inquietação e o estresse com o coronavírus impactaram de forma negativa sua saúde mental. Duas semanas depois, esse número saltou para 45%. No primeiro momento, quando a pandemia ainda...
Leia mais

Simples e Poderosas

As mulheres poderosas não são como você imagina. Um artigo de uma revista americana mostra como empreendedoras e executivas de sucesso, contrariando o senso comum, não são perfeitas; não superaram seus desafios facilmente; e não vivem diminuindo os esforços dos outros para conseguir se destacar, e nesta época de crise, não param por nada. As mulheres nunca criaram tantas startups com avaliação de mercado bilionário ou unicórnios, quanto agora. Apenas no Brasil, entre 11% a 25% das startups têm mulheres como fundadoras. Essas empreendedoras e executivas têm muito a ensinar. Veja o que aprendi com elas e vou te passar: 1 – Mulheres poderosas não são perfeitas, nem tentam ser Essas empreendedoras e executivas vestem suas imperfeições com orgulho. As mulheres poderosas vão contra o conselho comum de eliminar suas falhas. Elas não inventam desculpas e sabem de suas fraquezas, mas avaliam quais pontos de fato chamam por uma transformação. As mulheres poderosas não vivem em estado constante de insatisfação consigo mesmas:...
Leia mais

Vamos manter o equilíbrio

Embora bem intencionadas, posso assegurar-lhes que o normal nessa situação é a angústia, o temor e a incerteza. Quem assim não estiver, está fora da curva e comece a pensar na possibilidade de terapia. Não poderia ser diferente diante de uma situação que não se tem algum controle. Liga-se a tóxica televisão e se vê recordes de mortes, prefeito tranquilizando porque ninguém ficará sem ser enterrado, frigoríficos para colocar os corpos, estapafúrdias, para não dizer estúpidas, previsões de número de contaminados e possibilidade de vacina como a única solução viável para daqui um ano no mínimo (aliás, onde estão os antivacinas agora?) Tudo sem contar a economia destruída e ninguém podendo trabalhar, a não ser uma pequena parcela da população que pode fazê-lo remotamente. Não esqueçamos da possibilidade de não encontrar leitos de hospitais e UTIs se necessitarmos, já que com irresponsabilidade social gastamos bilhões para construir estádios de futebol ao invés de hospitais e escolas. Lembra o que...
Leia mais

O mundo está em crise, eu estou crendo…no melhor!

Como em um piscar de olhos, vimos o coronavírus fazer nossos hábitos mudarem brutalmente. Apoiados na esperança de que o problema nunca chegaria em nossas vidas, vimos o exemplo dos outros países, mas não nos preparamos. Aquela velha e ingênua crença de invencibilidade. Nossa geração foi até então, agraciada por nunca ter sofrido mudanças tão exponenciais em um curto espaço de tempo. Isso nos dava uma falsa certeza de que, dia após dia, tudo estaria da mesma forma, dentro da nossa zona de conforto. As crises são grandes reveladoras da verdade, elas expõem os pontos fracos de uma pessoa e também dos negócios, aceleram o processo de deterioração do que já estava condenado. Aceite, pois a renovação faz parte da natureza. Aos que não tiveram sua vida pessoal retalhada pelo Covid-19, eu diria que foram acometidos pela boa sorte. O que aprendi até aqui é que nenhum plano de negócios sobrevive ao primeiro contato com as...
Leia mais

Está surgindo em meio a crise novas lideranças e mais humanas

Estávamos ensaiando para grandes modificações, só não sabíamos que isso teria que acontecer tão rápido! Amor. O que você sente ao ler essa palavra? Você consegue associá-la ao seu trabalho e à sua empresa? E na sua liderança? Esse valor, fundamental para a nossa felicidade, será a base do renascimento profissional, econômico e relacional durante e após esse momento de crise. Não é nada piegas e nem utopia, é bem prático, na verdade. Não há como avançarmos enquanto líderes e como profissionais sem desenvolver amor pela humanidade. O vazio existencial já era uma pandemia. A depressão foi anunciada pela OMS – Organização Mundial de Saúde como a doença que mais incapacitaria os profissionais do mundo todo em 2020. O Brasil é o país com maior índice de depressão e ansiedade da América Latina e, falando em todas as Américas, só fica atrás dos Estados Unidos. Esses dados foram trazidos entre 2018 e 2019 e não contavam com um cenário...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e