Mensagem da Semana

Qual é a sua proposta?

Imagine acreditando prá valer, que você só terá para viver aqui na Terra 7 dias. Em 7 dias você morrerá. Então te pergunto, para que respondas a si mesmo. 1) Que coisas fez de bom para você e para os outros e que repetiria? 2)  Que coisas fez de ruim para os outros  e para você que não repetiria? 3)  O que deixou de fazer por medo de ser julgado pelos outros, por julgar-se incapaz, por traumas que adquiriu ao longo de sua jornada? 4) Por causa de que e de quem, ficou magoado, com raiva, triste? Valeu a pena?  O que perdeu e continua perdendo com isso? 5) Como utiliza das suas 24 horas? Busca conhecimentos importantes, significativos e coloca em prática esse conhecimento ao bem da humanidade ou pelo menos daqueles que te cercam? 6) O que faz com o tempo dos outros? Rouba-os, se atrasando sempre aos encontros marcados, cancelando encontros de última hora, falando mais do que devia em infindáveis...
Leia mais

Firmeza de Propósito

Chegamos nesse mundo constituídos de uma matéria, cujos elementos são provenientes do Universo. Portanto, nosso corpo material que abriga um corpo emocional e um corpo mental, estão todos sujeitos as leis que sustentam a Vida contida nesse Universo. O Eu individualizado nesse plano terreno não me garante Ser Humano, mas estar sendo humano. Para que Eu, corpo mental evolua a condição de Ser Humano, tenho uma jornada a cumprir, que necessita de firmeza de propósito para desenvolver em mim o senso de fraternidade, justiça, honestidade, equilíbrio emocional para vibrar na mais alta sintonia do pensamento em busca da ampliação de minha consciência e minha sabedoria (o Eu Verdadeiro). Quero, posso e devo construir a mim mesmo, na responsabilidade da dádiva de minha individualidade. Quero, posso e devo me elevar a Ser Humano. ...
Leia mais

Mantenha na dianteira

Pode parecer mais fácil, ainda que muito mais autodestrutivo, rendermos à adversidade e tornarmos vítima de amargos sentimentos. A atitude de virar pelo avesso o infortúnio e fazer com que ele trabalhe a nosso favor é fundamental. Para isso, temos que ter uma disponibilidade interna para tirar proveito das situações não desejadas, que possamos estar vivenciando. Mesmo que as oportunidades não surjam, devemos manter uma atitude positiva, para que o desalento não tome uma posição de vantagem potencial. ...
Leia mais

A grande riqueza!

Você tem a força para movimentar-se, seja lá como for. Você tem duas câmaras que captam imagens coloridas em 3D e dois captadores de som estéreo. Você tem órgãos que funcionam de formas inimagináveis para te manter saudável. Quando um falha os outros se desdobram para supri-lo. Você tem mãos que fazem coisas incríveis. Você nem percebe. Depois dá uma observada no que elas fazem e como fazem. Se quiser brincar um pouco, pegue uma folha de papel e descreva o que suas mãos fazem. Você tem pés, que te levam a todos os lugares, sobe, desce, te locomove depressa, devagar, pra frente, pra trás, pros lados. Sustentam todo seu peso e te mantém em pé! Tá acontecendo um processo incessante agora com você que te mantém vivo e você nem percebe ele. Acontece automaticamente. É porque a sabedoria da vida não deixa você perceber, senão se cansaria muito e até enlouquecia. É a sua respiração. Você deseja, sente, pensa, cria, faz e tem...
Leia mais

Sem retorno

Até pouco tempo vivíamos a sensação do grande estresse provocado pelo ritmo frenético do trabalho com múltiplas e incessantes mudanças e consequentes variações na vida cotidiana, porém num ritmo que causava a sensação de estabilidade devido nosso caminhar ao lado das mudanças constantes. Nesse presente que já iniciou-se num passado presente, a apreensão é a tônica, pois a guinada do volante da mudança foi brusca, saindo do compasso do nosso caminhar. Não se sabe o rumo da economia e a ameaça das reservas financeiras, se existem para alguns, preocupam. Demissões, poucas oportunidades de trabalho e a ansiedade acompanhada de seus distúrbios e síndromes variadas nos tiram o sono, o sossego e a alegria. Estes são os resultados de uma terceira guerra mundial, de munição biológica, que gera uma pandemia, trazendo forçosamente além de novas rotinas, um estado de alerta que nos sensibiliza e deixa-nos fragilizados emocionalmente e daqui a pouco fisicamente. Aceitar as mudanças, tornar-se um aprendiz contínuo, assumir o controle, encontrar...
Leia mais

Você sabe devolver?

A humildade leva à prática inconteste da verdade. E como não há por que mascarar eventos ou ações, passa-se a valorizar a autenticidade, o saber ser, onde importa não o que você tem, mas quem você é. Uma característica singular num mundo tão superficial em determinados aspectos como o que vivenciamos atualmente. O homem é um ser social por natureza, de modo que deve aprender não apenas a viver, mas também a saber conviver, ou seja, viver com seus pares. A isso chamamos sociabilidade, que tem como ponto fundamental a  a solidariedade, que remete não à solidão, mas à cooperação, à responsabilidade e à interdependência. É a consciência plena de saber devolver à mesma sociedade em que convivemos um pouco do que aprendemos e somos a fim de mitigar as desigualdades. ...
Leia mais

Um remédio

Nos quatro cantos do mundo a desordem econômica, a corrupção, a ladroagem, a apropriação do nosso suor de cada dia (tributos e mais tributos), a traição ao povo dos que são eleitos pelo próprio povo (Legislativo e Executivo) e dos que são indicados para fazerem justiça(o poder judiciário), a banalização da violência, a fome, a guerra “disfarçada” e a declarada das armas, das artimanhas diplomáticas à conquista de poder de poucos sobre muitos para a obtenção de mais e mais ignorância do povo, cuja a arma eficaz e mortífera, a mídia falada, escrita e principalmente televisiva, massacra a mente das pessoas levando a sociedade a instabilidade de sua sobrevivência humana. Esse estado de coisas, atitudes malévolas, é um vírus mais poderoso do que qualquer outro já conhecido, que está sendo implantado em nós. Ele é o vírus da reclamação, da indignação e da crítica desmesurada. Esse vírus está contaminado nossas mentes, ininterruptamente e volumosamente. Observe o quanto reclamamos, criticamos...
Leia mais

Continuação 3: Manipulação de massa: uma saída

10. Conhecer aos indivíduos melhor do que eles mesmos se conhecem No transcurso dos últimos 50 anos, os avanços acelerados da ciência tem gerado uma crescente brecha entre os conhecimentos do público e aqueles possuídos e utilizados pelas elites dominantes. Graças à vasta tecnologia de capturação de dados pelas ferramentas de mídias sociais e da internet como Google, Whatsapp, Facebook, Instagram, dentre tantas que entrarão em cena ainda, aliadas a biologia, a neurobiologia a psicologia aplicada e a subtração da educação de forma geral, que  mergulha na ignorância a sociedade, o sistema de domínio sociopolítico e econômico, tem desfrutado de um conhecimento avançado sobre a psique do ser humano, tanto em sua forma física como psicologicamente. Esse sistema tem conseguido conhecer melhor o indivíduo do que ele conhece a si mesmo. Isto significa que, na maioria dos casos, o sistema exerce um controle maior e um grande poder sobre os indivíduos, maior que dos indivíduos sobre si mesmos. Uma saída é mantermos despertos e...
Leia mais

Continuação 2: Manipulação de Massa: o pensamento é seu?

5. Dirigir-se ao público como crianças A maioria da publicidade dirigida ao grande público utiliza discurso, argumentos, personagens e entonação particularmente infantis, muitas vezes próximos à debilidade, como se o espectador fosse uma criança de pouca idade ou um deficiente mental. Quanto mais se tenta enganar ao espectador, mais se tende a adotar um tom infantilizante. Por quê? "Se alguém se dirige a uma pessoa como se ela tivesse a idade de 12 anos ou menos, então, em razão da sugestionabilidade, ela tenderá, com certa probabilidade, a uma resposta ou reação também desprovida de um sentido crítico como as de uma pessoa de 12 anos ou menos de idade." 6. Utilizar o aspecto emocional muito mais do que a reflexão Fazer uso do aspecto emocional é uma técnica clássica para causar um curto circuito na análise racional, e finalmente no sentido crítico dos indivíduos. Por outro lado, a utilização do registro emocional permite abrir a porta de acesso ao inconsciente para implantar ou...
Leia mais

Continuação 1: Manipulação de Massa: o pensamento é seu?

O elemento primordial do controle social é a estratégia da distração, que consiste em desviar a atenção do público dos problemas importantes e das mudanças decididas pelas elites políticas e econômicas, mediante a técnica do dilúvio, ou inundação de contínuas distrações e de informações insignificantes. A estratégia da distração é igualmente indispensável para impedir o público de interessar-se por conhecimentos essenciais, nas áreas da ciência, da economia, política, das questões sociais, da psicologia, da neurobiologia e da cibernética.  “Manter a atenção do público distraída, longe dos verdadeiros problemas sociais, cativada por temas sem importância real. Manter o público ocupado, ocupado, ocupado, sem nenhum tempo para pensar; de volta à granja como os outros animais” A estratégia de criar problemas e depois oferecer soluções Este método também é chamado “problema-reação-solução”. Se cria um problema, uma “situação” prevista para causar certa reação no público, a fim de que este seja o mandante das medidas que se deseja aceitar. Por exemplo: Deixar que se desenvolva ou...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e