Mascotes

Minha lagartixa preferida

Marianice, minha faxineira de insetos preferida, vive em minha casa desde sempre, o que significa que coleciono Marianices, todas oriundas da matriz, sempre comendo pernilongos, mariposas, baratas. Devo dizer que Marianice é uma lagartixa, tão temida por alguns, mas muito bem-vinda na maioria das casas. Ela não só é uma faxineira exemplar, como também é discreta, silenciosa e come tudo o que cair na frente. Não reclama do salário, horas extras, trabalha 24h por dia, incluindo feriados. Com a intenção de, talvez receber algum a mais (algum= uma borboleta, tão difícil de encontrar!), ela já se superou algumas vezes comendo uma mariposa gigante no bocal da luz da garagem. A mariposa era tão grande que metade do corpanzil da moçoila ficou para fora da boca da Marianice. Uma visão bizarra. A lagartixa-doméstica-tropical (nome científico: Hemidactylus mabouia, codinome Marianice) é uma espécie de lagartixa de pequenas dimensões (de 20 mm a 110 mm) do gênero Hemidactylus. Mesmo algumas espécies serem...
Leia mais

O calor está no ar, na pele, nos pelos

É verão, bom sinal, já é tempo. Certo, tempo de cuidar das pulgas, dos carrapatos, da sarna, dos ácaros e dos parasitas, sejam eles genéricos ou não. Sem querer alarmar e já apavorando, tive alguns episódios parasitológicos em meus bichos, o que me levou a pesquisar um pouco mais sobre eles. Não, não vou passar por cima dos veterinários, que obviamente sabem mais do que eu, mas posso ajudar a divulgar o que senti na pele com os meus, afinal, essa é minha função. Com a chegada do calor, todos nós ficamos mais leves, soltos na vida e queremos abraçar tudo aquilo que nos faz bem e nos deixa felizes. Os malditos parasitas também. Eu já cheguei a ver uma barata tomando água no bebedouro do meu cachorro. Sério. Fiquei com dó, guardei a vassoura no coldre e fui embora. Pensando nessa onda de calor versus parasitas, fui atrás de informações sobre essas coisas nojentas e o que podemos fazer...
Leia mais

Amigos antigos para sempre

Ter um amigo dedicado como um cachorro, gato, passarinho ou o que melhor combinar com seu estilo de vida, requer toda a nossa atenção por toda a vida. Deles. Você já imaginou que seu pet fechará seu ciclo de vida antes de você? Quando pensamos nisso, normalmente achamos que está tudo muito longe, que quando chegar a hora saberemos o que fazer. Aí a hora já chegou, seu amiguinho está envelhecendo, não tem mais aquela disposição de antes, come menos ou se cansa muito fácil. É hora de ir a um veterinário de confiança e se preparar para fazer os exames, afinal, eles nunca dizem onde dói, ou ainda pior, às vezes até nos esquecemos de que eles não falam! Um centro de nutrição e bem-estar na Inglaterra fez uma revisão de todos os estudos publicados na última década, sobre a interação entre animais de estimação e pessoas mais velhas. Foram detectados diversos benefícios para nós, humanos: nos sentimos...
Leia mais

Minha mascote canudo de alumínio

Segunda- feira, 13 de janeiro de 2020. Vejo a nova determinação paulistana, indo na onda carioca sobre a proibição de uso de canudos de plástico e outras determinações, como talheres de plástico, pratos etc. Válido, mas nada que resolva de verdade a poluição dos mares e rios, parece-me que foi apenas para não entupir ainda mais os esgotos clandestinos das invasões do entorno da maior cidade do Brasil. Maior sim, em tudo, temos inúmeros investimentos, inúmeros projetos, inúmeras causas abandonadas. Causas e casas. Indo no contrafluxo de mascotes, mas buscando sempre um mundo ideal, sugiro uma reflexão no nosso modo de viver. Você já imaginou como seria voltar novamente a beber num copo de vidro, servido em garrafas de vidro? E tudo servido em qualquer boteco, padaria ou restaurante, sem distinção, com talheres de metal, em pratos de louça? Um sonho, mas que pode se tornar padrão daqui a alguns anos. Isso me faz pensar nas milhares de garrafas...
Leia mais

Troque seu cachorro por uma criança pobre. Não troque, eduque-se

Você vai a um evento de adoção, com a certeza de que vai só para olhar e não, não vai levar um filhote pra casa, porque ele faz sujeira, dá trabalho, tem que ter dinheiro pra cuidados com veterinário, porque não, porque não e não. Então não vá, porque você vai acabar sucumbindo aos olhares azuis, aos chorinhos de filhotinho e, bem, não custa nada tentar, vai que você acaba gostando dele. Fuja dessa ideia. Filhotes crescem, viram adultos e têm suas características, tendo raça ou não. Afinal, são seres vivos, ou, seres humanos, como bem/mal disse o ex-ministro Rogério Magri, quando disse que o cachorro é um ser humano como outro qualquer, quando levou seu pastor alemão ao veterinário com o motorista junto “Qual o espanto? O cachorro é um ser humano como qualquer outro!”. Imexível sentimento. Devo lembrá-los das adoções de filhotes sem a devida pesquisa da qualidade que este filhote terá, depois que deixar de ser...
Leia mais

Réveillon é uma festa. Nunca para os animais

"Cadela morre abraçada ao dono durante queima de fogos de artifício" "Mulher relata morte de cachorro após queima de fogos de artifício" "Fogos de artifício podem causar convulsões e desmaios nos pets" "Humanos passam por teste que reproduz sofrimento causado por fogos de artifício em animais" Manchetes nos jornais, na internet e em cases jurídicos mostram ao mundo o que já sabemos. Os animais sofrem demais nessa época em que nós só queremos que o ano novo venha a traga felicidade. Para nós, porque para eles a felicidade fica no escanteio até que as festas acabem. Ufa. É difícil que todos se preocupem com isso, mas o animal pode sim perder parte da audição. Há também casos de dor de cabeça e irritabilidade, quando expostos ao som excessivo. Os sinais são fáceis de serem percebidos nos bichos. O animal fica arfando, correndo de um lado ao outro. Ou seja, porque soltam rojões, seu pet pode ficar com sequelas físicas e mentais. Os animais escutam...
Leia mais

O Natal vem chegando. Salvem seus bichos

Soube que o Papai Noel não atende pedidos de bichinhos de verdade no Natal. Quem me alertou hoje, em cima da hora, foi o Rudolph, a rena do nariz vermelho, Relações Públicas oficial do Papai Noel. Ele me avisou que não atende esses pedidos, porque não podemos achar que eles são apenas diversão, sem nenhuma responsabilidade. E que ele não tem uma arca, igual à do Noé. No trenó dele cabe mal e mal meia dúzia de renas, que ainda têm que trabalhar muito, se quiserem ter o 13º a tempo. E o que dizer de mascotes excêntricas, como serpentes, jacarés, lhamas e galinhas peludinhas dentro de casa? São lindos, mas não são pra qualquer um. A responsabilidade é muito grande e temos que amá-lo para todo o sempre, amém. Já criei uma polêmica imensa, numa época remota em que a internet começava a aparecer, junto com os fóruns. Tudo isso por causa dessa mania de achar que cobra é...
Leia mais

Afinal, o que é uma mascote?

Michaelis, o dicionário, explica: 1- Qualquer pessoa, coisa ou animal a que se confere a capacidade de atrair a sorte. 2- Objeto ou animal muito estimado por uma pessoa ou por um grupo de pessoas.3- Planta trepadeira ornamental , da família das cucurbitáceas, nativa do Norte do Brasil, de folhas elípticas, cuja inflorescência cimosa forma um aglomerado globoso de flores avermelhadas. Não concordo com essa definição tão simplista, uma mascote - sim, substantivo feminino - pode surgir do nada e fazer um rebuliço em toda a sua história de vida. Um dia, um gato aparece todo lindo e folgado no seu tanque. Ou na sua pia. Outros se enfiam no motor do carro para fugir dos predadores, no caso sua outra mascote, que só quer abanar o rabo para você quando chega em casa. Uma mascote pode significar um laço indivisível e eterno, tendo o intuito de nos trazer sorte, boas novas ou um prêmio maior. Quem sabe? Outra...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e