Culturalizando

Feliz 2020 – O ano que fará a diferença

Eis que estamos aqui de novo. Mais um ano se foi e esse com certeza não deixará saudades. Muita tragédia, coisas ruins, perdas e sofrimentos. 2020 começa com a esperança de apagar um dos anos mais emblemáticos dos últimos tempos. Espero que esse ano possamos equilibrar essa década e finalizá-la com um saldo positivo. Afinal de contas, nós merecemos dias melhores. Ao deitar na virada do ano pedi a Deus muita saúde, paz, sucesso, prosperidade, luz para meus pensamentos... Pedi também que olhasse para os mais necessitados e doentes que estão nesse momento em uma cama de hospital. Pedi que os homens fossem mais tolerantes com seus semelhantes, que evitassem guerras, discórdias e que maltratassem menos a natureza já em estado crítico pelas próprias mãos dos homens. Pedi amor, muito amor no coração de todos. Que possamos ser mais caridosos. Que amemos nossos inimigos desafetos. Que amemos. Senti uma paz tomando conta do meu corpo e uma leveza na alma.De repente...
Leia mais

Parabéns Nação Rubro-Negra

Às vésperas de participar de sua segunda final no Torneio de melhor clube do mundo, o Flamengo já pode se considerar um verdadeiro campeão em 2019. Depois de mais de três décadas, o rubro-negro volta a ser falado no mundo por sua façanha e, claro, competência na temporada. Uma inspiração para uma nação de mais de 40 milhões de fanáticos súditos que ainda tem em seu maior líder, o Zico, a referência de uma história sem precedentes. O Flamengo bate recorde atrás de recorde e sua torcida não casa de tanta felicidade. Foi o tempo em que nadava, nadava e morria na praia. Começava a temporada e sua torcida enchia a boca para gritar que já era campeã dos torneios que disputaria. Zoações com adversários e torcidas rivais. Vivia num mundo dela, o fantástico mundo rubro-negro. Só que não. No fim estava ela fora de todos os campeonatos e no máximo atingia o segundo lugar e lá...
Leia mais

Don’t worry, be happy…

Viajar através da música já se tornou uma espécie de mantra para algumas pessoas. Eu me incluo dentro desse seleto grupo que aprendeu a apreciar e utilizar essa arte como medicamento da alma. Ouvir uma música é sempre algo especial. Seja ela nacional ou internacional, o que na verdade procuramos é a melodia perfeita para o coração. Um momento onde podemos nos despir de toda e qualquer forma de obstrução mental e viver um louco e feliz devaneio. Subir aos céus e descer sem o menor medo de se espatifar ao chegar à realidade. “Sonho, um pequeno sonho pra mim” pode ser algo que jamais imaginei viver e de repente cai em meus desejos de ser algo “Entre a serpente e a estrela” capaz de sentar “A sombra de uma árvore” e cantar algo preso na garganta que insiste em sair em forma de melodia. Ao passo que deixo brotar toda essa vontade de me fazer ouvir,...
Leia mais

Feliz Navidad

Venho percebendo ao longo dos anos que o clima natalino se perdeu. Uma pena, pois lembro-me de quando era criança e tinha cinco, seis anos, minha avó materna, Dona Célia, Ah! Que saudades! Se foi muito cedo, não tinha 60 anos. Antigamente a expectativa de vida era muito baixa. Uma pena. Sinto falta dela até hoje. Bem, como estava dizendo, com meus seis anos, e ainda replica em minha memória, nossas ceias de natal, regadas a família reunida, peru e bacalhau e uma farta mesa. A expectativa dos presentes na noite em que acreditava-se que São Nicolau, nosso querido Papai Noel e seu trenó cheio de brinquedos viajava pelo mundo deixando brinquedos a quem deixava a lista nos correios. Quantas vezes tentei ludibriar minha saudosa mãe (e faz apenas 4 meses que me deixou) e minha Vó Célia (ela já faz muito tempo, mas nunca deixei de me lembrar) na tentativa de ficar acordado para ver os presentes. Nossa,...
Leia mais

Em dezembro de 81…

Vivemos dias gloriosos com o futebol. A conquista da Copa América pelo Flamengo parece ter resgatado o gosto pelo futebol, pois a seleção brasileira errou na mão faz tempo. No último sábado foi a grande final, pela primeira vez em um jogo único e fora do país que tinha um finalista. Flamengo e River Plate, da Argentina, promoveram o duelo dos dois times que melhor praticam o esporte na América, só por aí já dava a sensação de um bom jogo. A despedida do rubro-negro de sua torcida na quarta-feira que antecedeu ao jogo e a invasão dos torcedores em Lima, no Peru, palco da finalíssima, tiveram uma comoção nacional pelo resgate de um clube que fazia 38 anos que não chegava a final do torneio. A primeira e única vez foi com o melhor time de sua história, e há quem diga que esse título está prestes a cair. Eu particularmente acho que não, pois não...
Leia mais

Metas e objetivos para 2020

O Natal está chegando, e você, está animado para as festas que se aproximam? Parece que foi ontem as festas de fim de ano e as promessas para um novo ano que se iniciava com muitas perspectivas. Um emprego novo, um curso que queria fazer, emagrecer, aquela viagem tão esperada, enfim, são tantos os planos e projetos que fazemos ao fim de cada ano que parece até que conseguimos cumpri-los devido a tanta insistência. A verdade é que nos falta o principal. Acreditar que podemos. Eu mesmo venho acompanhando alguns pedidos de fim de ano que teimam em não acontecer. Um deles é a balança. Passo o ano inteiro me prometendo eliminar uns quilinhos a mais (são muitos na verdade) e no fim sou eu contra eu mesmo. Sim, eu acabo por me boicotar e não fazer a minha parte. Programo-me em ir caminhar e todo dia pela manhã acredito numa desculpa criada para a ocasião. Acho que...
Leia mais

Pipoca, guaraná e o que der…

E o último feriadão do ano chegou. Aquela animação para uma viagem de descanso acho que ficou no meio do caminho e não conseguiu chegar a tempo de fazer as malas e pegar a estrada. O melhor remédio é ficar em casa e quem sabe ser convidado para um churrasco ou mesmo uma festinha de aniversário. Não me importo se for de criança, pois o bolo é mais gostoso. Se meu vizinho, que toda semana assa uma carne na churrasqueira do condomínio, nesse fim de semana resolver colocar um pedaço na grelha, com certeza descerei e puxarei um papo, afinal precisamos fazer amizades e interagir com a vizinhança. Mas já tenho um plano B para o caso de não rolar um churrasco. Vou preparar uma dose de cuba libre, favor não confundir com um mantra usado nos últimos tempos, e sentar no meu sofá, ligar o som e ouvir umas músicas para relaxar. Depois do terceiro copo quem sabe bata...
Leia mais

Tá chegando a hora de o Manto chorar

O Rio respira Flamengo e a final da Copa Libertadores da América. Muitos torcedores já estão com ingressos e passagens aéreas compradas para grande final que agora será em Lima, Peru. O motivo da mudança de sede da final se deu por conta da crise social que passa o Chile. Diante do perigo eminente as autoridades do país, dirigentes da CONMEBOL (Confederação Sul-americana de Futebol), Federações da Argentina e Brasil e claro, os presidentes de Flamengo e River Plate resolveram mudar a sede da final para Lima. A expectativa é muito grande, pois fazia 38 anos que o Flamengo não chegava a uma final dessa competição. E para completar, o time está jogando o melhor futebol do país. Com um investimento milionário em jogadores que chegaram para serem titulares e a aquisição de um treinador europeu, Jorge Jesus, um português que chegou e arrumou a casa, o Mais Querido, como é conhecido pela sua torcida, chega para essa final como...
Leia mais

O passado a um clique de nossas emoções

Hoje consegui colocar na mesma mesa para uma resenha o passado e o presente. Se me contassem nos anos 70 que isso seria capaz, eu juro que desconfiaria, mas ainda bem que estou vivo para fazer parte desse momento. Me sinto um viajante virtual do tempo capaz de estar em várias épocas ao mesmo momento e viver cada emoção que ela pode proporcionar. Agora mesmo estou aqui escrevendo esta coluna e ouvindo uma música que me leva imediatamente aos meus 13 anos. Caramba! Estou jogando bola de gude num sábado à tarde esperando o futebol começar. Ouço mais um pouco e me lembro que a noite terá festa na casa do Juarez Botelho, um grande amigo que tenho até hoje. Lembro-me muito bem o que ficou combinado, as meninas levam salgadinhos e os meninos, refrigerantes. Vai ser uma loucura! Mal vejo a hora de colocar minha camisa nova para ir à festa. A cada vez que o refrão...
Leia mais

Uma vida mais lúdica e menos melancólica

Venho percebendo ao longo dos anos a simbiose criada a partir da cultura. Imaginar um encontro entre o velho e o novo que se misture talento e experiência é uma forma de amor. Não podemos deixar escapar de nossas mãos esse momento que é raro de acontecer. Não se deve temer pelo choque de gerações e sim pelo que ela pode nos proporcionar em qualidade de vida. Entreter as pessoas é algo fascinante e, quando se juntam duas gerações distintas, com a mesma vontade e qualidade para nos mostrar a vida de forma empírica, é algo que devemos buscar. Não estou aqui querendo criar nenhum híbrido ao reverenciar a união de pessoas de gerações diferentes, não, longe de mim. O que quero e espero é que seja uma forma de unir conhecimento e vontade. Unir forças por um mundo melhor. Parece clichê, mas é a pura verdade humana. Quero poder sonhar com um mundo onde o novo e o velho...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e