Culturalizando

De Schopenhauer a Márquez, uma inspiração para a vida

Na semana que temos a Flip 2019 me deparo com uma triste constatação, estamos lendo menos. De 10 a 14 de julho em Paraty acontece a 17ª Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP) com várias atrações e debates sobre temas relevantes da sociedade contemporânea. E nós aqui no país tupiniquim esquecemos que quanto mais lemos mais consciente ficamos e a mente absorve conteúdos que nos farão viajar e entender o mundo que vivemos. Mas enfim, o que fazer para retornarmos ao hábito, pois como diz o ditado popular: o hábito faz o monge. Onde foi que erramos ao não impulsionar de forma clara e objetiva o hábito da leitura nas novas gerações? Aí você vai me falar que hoje em dia se lê muito mais que tempos atrás. É verdade, mas que tipo de leitura? Leituras oriundas do computador? Textos compactados de redes sociais? Bem, não é disso que estou falando e não é isso que faz uma pessoa...
Leia mais

Estamos no meio do ciclo… ainda dá tempo!

Finalmente a onda de frio chegou ao Sudeste. Desde quarta-feira à noite fortes ventos e chuvas, além da baixa na temperatura causam alegria a boa parte da população. O inverno no país normalmente é brando e as vezes até com muito calor, então o que esperar dessa onda de frio que parece que está chegando essa semana? Bem, eu não sei. Só sei que hoje a noite está gostosa e agradável. Enquanto escrevo essa coluna bebo um chocolate bem quentinho e uma torrada para acompanhar. Me recupero de uma forte gripe que fazia anos que eu não tinha. O fato é que o friozinho no inverno é esperado por muita gente e pelos mais variados motivos. Para mim, o friozinho que dizer momento de equilíbrio. Sou uma pessoa do calor, do verão. Adoro a temperatura elevada, mas não posso negar que de vez em quando uma queda ajuda muito a equilibrar o corpo e o espírito. É como...
Leia mais

Liberdade! Liberdade! A Turma do Sítio pede passagem para novas emoções

Agora poderemos ver a Emília com o celular na mão marcando um encontro com seu namorado, um primo distante do Ken. O Visconde de Sabugosa dando aula numa faculdade. A Tia Anastácia agora é dona de uma franquia de bolos caseiros, a “Bolos da Anastácia”. O Pedrinho, bem, esse menino que sempre gostou de aventuras, agora participa de vários esportes radicais. O último foi a escalada ao Monte Everest. Narizinho virou modelo e às vezes é vista no castelo de Caras dando dicas para as meninas, pois virou digital influencer. O Saci Pererê finalmente conseguiu junto à Previdência uma prótese, mas enquanto aguarda a entrega, utiliza uma bengala ao estilo Charlie Chaplin. Está um charme. Entrou para um grupo de funkeiros e agora cria toda semana um vídeo no youtube. A obra de José Bento Renato Monteiro Lobato ou apenas Monteiro Lobato agora é de domínio público. Quantas interpretações e releituras terão suas obras a partir de agora. Imagino...
Leia mais

Olha a chuva! É mentira! Vamos embarcar nessa viagem sem medo de engordar

Chegou o meio do ano e com ele o momento que a balança nos trai de forma escandalosa. É tempo das festas juninas e muita comilança nos aguarda. Canjica, arroz doce, cural, bolo de milho, cuscuz, maçã do amor, pé de moleque, paçoca e pipoca. E não para por aí não, tem salsichão, cachorro quente, caldo verde, caldo de feijão e muito mais. É a veneração a São João, Santo Antônio e São Pedro. As Festas Juninas, muito tradicionais no Brasil, também conhecida como festa de São João, teve origem na Europa como uma festa pagã, em comemoração à fertilidade da terra e às boas colheitas. Na Idade Média, a festa se tornou parte do calendário cristão e uma festa da Igreja Católica em homenagem aos três santos: Santo Antônio (13 de junho, mas as comemorações já acontecem no dia 12), conhecido pelo santo do casamento, São João (24 de junho) e São Pedro (29 de junho) com simpatias...
Leia mais

A balada abalada!

Vejo que ultimamente as noites têm ficado mais tristes e isso se deve a falta de segurança e o medo eminente que assola o Rio de Janeiro. Há pelo menos 4 anos estamos vivenciando o abando das ruas. Isso mesmo, as pessoas que antes esperavam pela noite para bater aquele papo e beber uma cerveja gelada ou um chopp agora estão em casa assistindo Netflix ou ouvindo o Spotify. Uma pena chegarmos a esse ponto. E não vejo uma luz no fim do túnel para que esse novo modelo de diversão mude. Lembro-me bem quando os bares ficavam cheios, filas para entrar. Boates lotadas. A forma de diversão principalmente na grande Rio mudou muito. Eu, por conta do meu trabalho, muitas vezes acabo chegando depois de meia noite em casa e pelo caminho posso perceber lugares antes cheios e animados hoje entregue às moscas. Uma pena. Conheço um bar que depois de muitos anos embalando a noite...
Leia mais

A teoria do Bazinga chegando ao fim

Enfim, chegou o dia que muita gente não queria que chegasse. O fim de The Big Bang Theory. Foram 12 anos de muitas risadas e 279 episódios. Um série que fala de 4 amigos super ultra nerds que se envolvem nas mais hilárias histórias. Frequentemente abreviada como "TBBT", é uma série de televisão norte-americana de comédia de situação criada por Chuck Lorre e Bill Prady, que estreou no canal CBS em 24 de setembro de 2007, conta com cinco personagens que vivem em Pasadena, na Califórnia: o físico teórico Sheldon Cooper e o físico experimental Leonard Hofstadter, ambos vivendo juntos, partilhando um apartamento e trabalhando no Instituto de Tecnologia da Califórnia - Caltech; Penny, uma garçonete e aspirante a atriz que mais tarde se torna uma representante farmacêutica, e que vive como vizinha de ambos; o engenheiro aeroespacial Howard Wolowitz e o astrofísico Rajesh Koothrappali, amigos e colegas de trabalho geeks semelhantes e socialmente desajeitados de Leonard e Sheldon....
Leia mais

Entre um café e o pôr do sol

Sentei em frente ao meu notebook e me preparei para escrever a coluna de sexta-feira. O problema é que de repente me faltou a inspiração. Caramba! Isso existe mesmo? Inspiração pode faltar e nos deixar na mão? Para se escrever algo precisa-se de inspiração? Afinal, o que é inspiração? Vamos lá, inspiração é o processo de sugar o ar para dentro do organismo, para depois liberá-lo para fora do corpo através da expiração, realizando um ciclo respiratório. Agora poeticamente, inspiração utiliza-se praticamente a mesma coisa. sugamos de fora as ideias, pensamentos e os mais variados mecanismos que nos fazem pensar, organizar e externar com palavras, gestos e interpretação tudo que pode servir como bálsamo para as pessoas e assim fazê-las interpretar da maneira que mais lhe convém. Criar é algo infinito que nos propicia a vontade de viajar pelos mais variados lugares e deles resgatar o melhor que há. É saber entender o que o universo quer e...
Leia mais

Nos dias frios, uma taça de vinho e um bom filme e só

Será que finalmente o frio chegou? Estamos vivendo alguns dias de uma queda brusca na temperatura e que fez as pessoas tirarem os casacos dos armários. Eu sou do sol, eu gosto do verão, mas não posso negar que o frio tem seu charme. O clima ameno e fresco faz muito bem ao espírito e à saúde. É bom poder sair à noite e poder se arrumar melhor. A mulher adora colocar suas roupas, botas e acessórios que combinam com a temperatura mais baixa. Outra coisa boa desse clima é você beber as bebidas mais quentes, tipo um vinho e até chocolate quente. Certa vez escrevi sobre o que fazer num sábado a noite você que está sozinho e sem vontade de sair de casa devido ao tempo mais frio. A ideia que me vem à cabeça é justamente a que falei na época, podemos ficar em casa sim num sábado a noite bebendo um chocolate quente...
Leia mais

A continuidade é inimiga da atualidade

Estamos quase no meio do ano e parece que foi ontem que brindamos a chegada dele. Já se perguntou o que fez até agora que havia prometido fazer na virada do ano? Quantas promessas cumpridas até agora? Bem, eu ainda estou tentando me lembrar das tantas que fiz. Só consigo me lembrar de uma coisa: onde coloquei o zíper para fechar a boca na hora das refeições. Fora isso, caminho para lembrar todas as minhas promessas e projetos. Mas a verdade é que nos esquecemos dos planos feitos no fim de cada ano e só lembramos quando chegamos ao fim do ano seguinte e com ele a certeza de que nada fizemos para mudar. Seja qual for a vontade e o desejo sempre caímos na mesma armadilha, o cotidiano. Aquela certeza de que amanhã eu começo, amanhã eu vou, amanhã eu paro... Amanhã eu prometo que não falarei mais sobre o que não posso deixar de fazer, pois...
Leia mais

Ventos quase de maio e suas repercussões

  Eu estava comentando o jogo do Fluminense e Goiás no maracanã pela Rádio Saara (web radio) e me deparei com as janelas balançando e um zunido fantasmagórico que teimava em acompanhar aquele barulho vindo dos fortes ventos. Esse momento assustador durou cerca de 40 minutos. Após o fim do jogo e da tempestade pude perceber que os estragos dessa vez foram bem menores que os anteriores. No da seguinte nos deparamos com a notícia de que a modelo Carol Bittencourt havia desaparecido em alto mar. Na hora pude perceber que se tratava de mais uma tragédia acompanhada de morte. Tristeza que tomou conta das pessoas por se tratar de uma jovem e com a vida pela frente, não tinha 50 anos ainda. Depois de alguns dias seu corpo foi achado e confirmada a morte. Mais uma pra conta das tragédias climáticas que vêm nos visitando em 2019 constantemente. Ainda essa semana perdemos a madrinha do samba ou rainha do samba,...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e