Culturalizando

Lições de Guerra

O ano já começou e os desafios já começam a nos deixar de cabelos em pé (quem os tem, é claro), pois são os mesmos de 2020. Como viver num mundo novo? Como superar e aniquilar o vírus que até agora nos vez sofrer e ver nossos parentes e amigos sucumbirem a ele? Como falei na última coluna de 2020, o ano para esquecermos definitivamente. Não que com isso esqueçamos as perdas que tivemos, não, mas o que ele nos trouxe e nos tirou. 2021 já começa com a certeza de que teremos a vacina em breve. A verdade é que muitas pessoas não acreditam que no primeiro momento ela virá como a verdadeira salvação! A cura contra A COVID-19. E estão certos. Eu também acredito que se a primeiro momento ela desestabilizar o vírus, enfraquecê-lo, fazer com que nosso organismo se torne mais resistente e, com isso, superarmos e vencermos a batalha sem perdas de vidas,...
Leia mais

2020: O ano que não queremos lembrar

O que esperar da nova década que se inicia? Sinceramente não sabemos ao certo.  O mundo precisa desse conhecimento. A vida agradece. E o ano finalmente acabou. Quando escrevi essa coluna ainda tínhamos alguns dias de 2020 e sinceramente eu não via a hora de terminar. Esse ano teve tantas coisas que vamos demorar a esquecer, mas que nos fizeram mais fortes. Firmes em nossos propósitos, podemos comemorar como vencedores. Vencemos uma batalha, a guerra ainda está longe de terminar, mas estamos reagindo. Viva a vida! Começamos um ano promissor com várias expectativas e sonhos e logo em fevereiro um vírus resolveu nos fazer uma visita indesejada. No início houve certa indiferença de algumas pessoas sobre sua eficácia mortal. Tivemos com isso um carnaval pra ninguém colocar defeito, cheio de gente e a aglomeração se fez presente. O mais engraçado é que assim que acabou o Carnaval, entenderam que se tratava de uma pandemia e que tínhamos...
Leia mais

A viagem do Paulinho

Eu liguei o rádio e sintonizei a Rádio Cidade FM 102,9 (rádio FM na cidade do Rio de janeiro) e ouvi a mensagem de natal de 1979. Naquele momento conheci “Os Famks”. As vozes na canção eram dos locutores da rádio, mas o coro e os músicos eram eles. E no ano seguinte eles lançam seu primeiro LP como Roupa Nova. A história do nome já é conhecida do grande público, foi o produtor musical que sugeriu o nome. Eles cantavam em inglês e passaram a cantar em português. O ano era 1980 e dali até os dias de hoje se tornaram a banda vocal mais importante do cenário brasileiro. Mas voltando ao início, e lá se vão 40 anos, muitos sucessos, trabalho ininterrupto ao longo dos anos. Uma verdadeira fábrica de sucessos. É impossível não gostar de Roupa Nova. É impossível não conhecer pelo menos meia dúzia de singles que marcaram época. Apadrinhados pelo “Pituca”,...
Leia mais

O poder para as pessoas: Ah! Böwakawa, poussé,poussé

Todo dia 8 de dezembro me traz um sentimento de vazio. Acho que para muitas pessoas ao redor do mundo, pois foi quando há 40 anos morria assassinado John Winston Ono Lennon. Horas antes havia dado um autógrafo para seu algoz na porta do Edifício Dakota, onde morava, em Nova York. Lembro-me muito bem do momento em que recebi a notícia de sua morte, estava na cama já para dormir, quando o locutor da Rádio Cidade FM (102,9) no Rio de Janeiro, disse que havia recebido um telefonema de Nova York falando a respeito do episódio. Naquele momento não consegui mensurar o tamanho do que representaria aquela perda. Justo na hora em que ele voltava a trabalhar depois de cinco anos sabáticos e cuidando de seu filho Sean. Não, pensei que a notícia poderia estar errada. Confusão de nomes. Essas coisas. Fui dormir e no dia seguinte veio a constatação do inevitável. Realmente John Lennon havia morrido com quatro...
Leia mais

November Tears

Estive ausente um tempo por conta de organização. Isso mesmo, estava organizando meu novo estúdio e buscando novas ideias para por em prática. E no meio disso tudo me deparei com algumas notícias que nos pegaram de surpresa e nos deixaram muito triste. São tantas que não sei se o espaço dará para enumerá-las. Mas vou tentar ser o mais breve possível. Começamos com o feriadão de finados, muita gente saiu às ruas, promoveu festas e bailes, encheram praias e bares nos deixando apreensivos com o que chegaria dias depois. Ainda no feriadão, tivemos a morte do ator Tom Veiga, 47, que interpretava o Louro José. Pegou todos de surpresa. Uma morte prematura de certa forma. Por falha humana novamente, depois de uma tempestade em Amapá, 13 cidades do estado ficaram sem energia elétrica por vinte e dois dias. Imagina a dor das pessoas que diante de uma pandemia que insiste em continuar nos fazendo companhia, ainda perdem seus...
Leia mais

Mudar é a chave para o equilíbrio

Mudar é importante, seja qual for a forma. Mudar de casa, ou quem sabe, mudar de emprego, de vida, de atitudes, etc. Uma mudança sempre traz incertezas e medos. Seja ela de que proporção for. O impacto que leva às pessoas é algo que não conhecemos e ao mesmo tempo não esperamos. Por isso se fala muito que o ser humano não gosta de sair de sua zona de conforto e é verdade. Vemos ao longo da vida várias pessoas que não saem de casa para se divertir, isso mesmo, existem pessoas que vivem dentro de casa a maioria do tempo. Quando saem é para cumprir com sua tarefa e nada mais. Sair de casa para curtir a noite ou confraternizar com seus amigos e parentes está fora da pauta. E se dizem felizes em viver assim. Outras pessoas confessam ser felizes sem sequer ter ido uma só vez num estádio de futebol ou mesmo em um show de...
Leia mais

Quero meu DNA igual ao do Marlon Brando

Estava conversando com um amigo outro dia e ele me pareceu bastante confuso em relação a pandemia e suas consequências. Eu perguntei por que ele estava tão preocupado. Ele me disse o seguinte: Sabia que o vírus foi criado em laboratório? Fiquei sabendo que a vacina é para controle da população, que vão monitorar todos que tomarem a vacina, e pior, que a técnica usada será mrna (mRNA é o ácido ribonucleico responsável pela transferência de informações do ADN até o citoplasma) e causará alterações irreversíveis em nossos DNA (o Ácido Desoxirribonucleico é uma molécula presente no núcleo das células dos seres vivos que carrega toda a informação genética de um organismo) e que Bill Gates está por trás dessa manobra e que seriam instaladas nanopartículas nas pessoas que se vacinassem. Tudo com o financiamento que Bill Gates fez para a produção de uma vacina contra a COVID-19. Eu fiquei de boca aberta com tanta informação, dignas...
Leia mais

A teoria de que tudo vai passar seria sarcasmo? Bazinga!

Conversando outro dia com meu amigo Juarez Botelho pude perceber que ainda estamos longe de um final feliz em relação a essa pandemia. Verdade que todos os "esforços" estão sendo feitos para que saiamos desse hiato o quanto antes, mas isso leva um certo tempo e parece que tempo é o que a população mundial não têm. E papo vai, papo vem e Juarez falou novamente do vizinho de sua mãe, o tal homem da capa de chuva, disse que ele continua se protegendo de todas as maneiras e não recebe visitas em sua casa. O porteiro do seu condomínio já avisa a supostas visitas que o morador do apartamento 308 não está recebendo ninguém em sua residência. Juarez me confidenciou que às vezes ele também se sente desconfortável com essa situação e se refugia em sua própria casa. Foge de tudo e de todos, só não deixa de carregar o celular para onde for. Ele diz que é...
Leia mais

Reconectando nosso HD para um final feliz

Às vezes precisamos de um momento com nós mesmos para enfim, reorganizar nosso HD e colocar todos os nossos dados atualizados para enfim, sermos felizes. Fim de tarde, olhar para o horizonte e não conseguir enxergar o óbvio. É assim que vivemos constantemente em nossa vidas. Todos os dias nos deparamos com inúmeras situações que serviriam de aprendizado em nossas existências, mas o que fazemos? As ignoramos veementemente. Por qual motivo? Não sei. Apenas suponho. O fato em si já seria algo que nos levaria a uma constante e não menos importante autocrítica. Desde pequeno somos programados para o sucesso. Em alguns casos mais empolgados é dado a condição de passar por cima de seu semelhante quantas vezes forem necessárias e sem dó nem piedade. Para atingir seus objetivos, muitos não medem consequências. A destruição do senso de cooperação e compreensão ao próximo como um ser igual, com os mesmos direitos de você o torna uma pessoa sem a...
Leia mais

Não podemos perder a fé

Ninguém sabe onde isso vai parar ou acabar. Todos precisam de uma luz no fim de um túnel que se apresenta sem saída. Em quem podemos ou devemos apoiar.  Setembro em breve estará terminando e o que restará para o fim deste ano? Eu sei, mais três longos meses de incertezas e medo. E temos algum remédio para amenizar os estragos? Acredito que não, ou melhor, temos a fé. Isso mesmo, podem achar que estou levando nossa esperança para esferas espirituais, mas é exatamente isso. O ano de 2020 se tornou um espaço no tempo em que paramos para um ano sabático. Mas todos ao mesmo tempo? Como parar o planeta com todos repensando suas vidas e seus projetos? Estranho, mas foi mais ou menos isso que aconteceu por um certo tempo. De março até setembro nos deparamos com muitas incertezas e desconfianças. Paramos para ver se continuaríamos. Brigamos para saber quem estava certo. Ignoramos o óbvio por pura vaidade...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e