Colunistas

E a próxima fraude no Brasil já tem um nome: Privatização dos Correios

Faz algumas semanas que o coordenador da Secretaria Especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados — estratagema fabricado pela quadrilha neoliberal alojada no Ministério da Economia para derruir a soberania do país —, Diogo Mac Cord de Faria, vem bradando que o diagrama de privatização da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) está finalizado e disposto a ser implementado. Nada obstante aos paralogismos constantemente forjados pelo Governo Federal, esse diacrítico é uma verdade extremamente infeliz. No último dia 14, o chefe do Ministério das Comunicações, Fábio Faria, encaminhou oficialmente ao Gabinete da Presidência da República o Projeto de Lei (PL) relativo à desestatização do órgão. O plano será analisado pela Casa Civil e, posteriormente, remetido ao Congresso Nacional. Floriano Peixoto Vieira Neto, atual dirigente máximo da ECT, já asseverou que o destino da empresa é ser privatizada. Os demais lesas-pátrias, imbuídos em um nevoeiro de estultícias e fantasiados de governantes, louvam a animosidade que corrói mais uma entidade formulada...
Leia mais

Chip na pele, conforto ou controle?

A era da tecnologia proporciona muitas facilidades e praticidade em nossa sociedade: robôs falantes com inteligência artificial, internet de ultravelocidade, além de dispositivos digitais superinteligentes. Essas coisas há bem pouco tempo só existiam em livros ou filmes de ficção científica. A tecnologia está se aproximando mais do que você pensa. Na Suécia, na primavera de 2018, cerca de 4000 pessoas colocaram microchips embaixo da pele, e esse número continua crescendo por lá, além da adesão de outros países. Embora na pele humana assuste, a tecnologia RFID, identificação por rádio frequência, existe há décadas, e há muito tempo é considerada segura para uso comum. As companhias aéreas utilizam nas etiquetas para que as malas cheguem no mesmo destino do passageiro. As fazendas já conhecem bem, uma vez que quase todos os seus animais utilizam em suas orelhas como identificação. No âmbito familiar, os animais de estimação, caso se percam, podem facilmente ser encontrados se estiverem utilizando a tecnologia RFID....
Leia mais

Você é um bom vendedor?

Na verdade, será rotineiro. O sucesso virá da sua capacidade de atender necessidades e superar obstáculos, afinal, seu potencial cliente pode optar por um "não" levando em conta vários motivos, como tempo, urgência, educação e medo. Por isso é importante ver o "não" como uma oportunidade de ajudá-lo a entender o valor do que você está tentando vender. Entretanto, o “lado ruim” da venda envolve cobrança por resultados e o consequente uso de táticas mais agressivas, que provocam sentimentos como vergonha, culpa ou até desespero no cliente em potencial. Embora essas estratégias possam ser eficazes no curto prazo, o novo cliente pode sair se sentindo usado ou prejudicado. Veja três razões pelas quais você não deve usá-las e o que pode ser feito do lugar delas. Seus clientes retornam para fazer novas compras com você? Diminuição da confiançaA confiança é a base dos relacionamentos. Ao usar culpa, medo ou vergonha como parte da sua estratégia de vendas, você...
Leia mais

Educação ou Morte

Na data de ontem, 15 de outubro, comemorou-se o Dia Nacional do Professor. Uma farândola de políticos, almejando o êxito no sufrágio diferido para o mês seguinte, não hesitaram em utilizar o evento de maneira espúria a fim de incrementar o arrivismo que circunda a propaganda eleitoral de suas candidaturas. Muitos ratificaram as previsões já esperadas com a abordagem plástica que fizeram sobre os renques educação: prometeram melhores salários aos docentes e profissionais em geral; infraestrutura plena em todos os níveis didáticos e científicos; novas metodologias de ensino e modernização completa do setor. É difícil acreditar que existem cidadãos alheios a esse discurso, pois o mesmo reverbera há décadas e termina sofrendo com a negligência invariável de todos os governos. Tais promessas, absolutamente necessárias de serem cumpridas, porém vazias e deliberadamente afastadas da realidade brasileira por conta da atenção superficial que é dispensada ao problema, apenas ilustram que o Brasil jamais se tornará uma nação autêntica —...
Leia mais

Eleições à vista: a difícil missão de votar em alguém

Começou a temporada de propaganda política no rádio e na TV. E, gente..... ! Dá vergonha de ver quanto não existe de mínimo de discernimento para colocar um candidato na disputada eleitoral. Tem cada peça que parecer estar tirando sarro da cara do eleitor. E o que falar das promessas de campanha? Bem..., o que temos visto nos últimos tempos, é candidato prometendo milhões de coisas e chegar na hora do “vamos ver”, recuando e continuando com a velha política. Posso estar errada, mas, acho que não deve ser fácil para o politico que quer trabalhar de verdade, o que é raro... diria uma espécie em extinção fazer tudo que prometeu em campanha. A pergunta é: será que esses candidatos que hoje estão disputando as eleições municipais têm noção de como está o caixa da cidade nesse momento e como farão para cumprir suas promessas? Será que estudaram para saber se haverá um bom relacionamento com os candidatos...
Leia mais

A primavera chegou. O amor está no ar

Ah, a primavera… tempo de renovação, de flores e de criação de outros lares e famílias. Tempo também de muitas disputas por novos parceiros e parceiras. Não, não digo isso para nós, seres humanos, que temos educação, dignidade e respeito, coisa que os animais irracionais não têm; nós temos a sorte de nos conectar o tempo todo, quando quisermos e o parceiro permitir. E os signos combinarem! O instinto deles é unicamente a preservação de sua espécie, não interessa se a cachorra é uma cadela, se a ruminante é uma vaca, se a peixinha é uma piranha ou se a gatinha da rua de cima é mais linda que a sua. Todos só buscam o sexo sem nenhuma outra intenção, a não ser a de preservar a sua espécie. Julguem depois. "Você enfeitiçou minha mente, meu corpo e alma. E eu te amo." Nessa época, tudo seria tecnicamente perfeito, se não tivesse esse calor infernal, essas queimadas e secas intermináveis, tirando...
Leia mais

Líder ou Opressor?

“As práticas de liderança podem determinar como as equipes se sentem, observam e se apoiam em tempos de crise e ambiguidade. Sua equipe se lembrará de como foi liderada ao longo deste período”, diz um profissional de coach de liderança, para o empreendedor. Na visão da profissional, existem oito medidas que podem ajudar os líderes a causar um impacto positivo neste período: Um líder deixa o ambiente mais alegre e o desenvolvimento flui positivamente 1. Comunicação clara Palavras e ações de um líder podem ajudar os funcionários a se sentirem seguros. “Os líderes devem dar às pessoas o que elas precisam, quando precisam”, o líder acrescenta que eles devem se comunicar com clareza e com frequência, mantendo a transparência e ajudando as pessoas a entender tudo o que aconteceu e acontece em seu setor, em seu trabalho. 2. Fortalecer a química da equipe Uma equipe bem entrosada faz toda a diferença, e isso pode ser alcançado de formas simples. Uma delas é separando...
Leia mais

O Ser e o saber

A humanidade está vivendo momentos de inteiro caos. Essa desordem parece muito com o mito da construção da Torre de Babel. A grande era do saber: elementos de informação disseminados aleatoriamente pelos quatro cantos do mundo, pelo alicerce do desenvolvimento tecnológico, que vem com o intuito de trazer mais conforto, mais bens materiais, mais tudo que existe na vida material, que é transitório e, portanto, pode ser tirado, abastecendo cada vez mais o pensamento materialista e empobrecendo assustadoramente os alicerces do Ser humano constituídos pela moral: conjunto de valores, virtudes como honradez, honestidade, fraternidade...tudo aquilo que forma o caráter do Homem e que não pode ser tirado por ser eterno. Tem-se dado primeiro o saber(a informação) antes da formação do Ser, então, não poderíamos esperar outro resultado senão a dilapidação das vidas dos seres planetários, incluindo a nossa como consequência. Conhecimento e informação nas mãos de quem não tem base moral básica e sólida é um grande fracasso. Primeiro...
Leia mais

Quero meu DNA igual ao do Marlon Brando

Estava conversando com um amigo outro dia e ele me pareceu bastante confuso em relação a pandemia e suas consequências. Eu perguntei por que ele estava tão preocupado. Ele me disse o seguinte: Sabia que o vírus foi criado em laboratório? Fiquei sabendo que a vacina é para controle da população, que vão monitorar todos que tomarem a vacina, e pior, que a técnica usada será mrna (mRNA é o ácido ribonucleico responsável pela transferência de informações do ADN até o citoplasma) e causará alterações irreversíveis em nossos DNA (o Ácido Desoxirribonucleico é uma molécula presente no núcleo das células dos seres vivos que carrega toda a informação genética de um organismo) e que Bill Gates está por trás dessa manobra e que seriam instaladas nanopartículas nas pessoas que se vacinassem. Tudo com o financiamento que Bill Gates fez para a produção de uma vacina contra a COVID-19. Eu fiquei de boca aberta com tanta informação, dignas...
Leia mais

A extinção do dinheiro físico: desejo antigo do sistema financeiro

Sendo eu filho de um servidor público aposentado da Casa da Moeda do Brasil (CMB), já faz décadas que ouço sobre a “iminente abolição” física da unidade monetária brasileira. Mas esse debate, que sempre ocorre vinculado aos efeitos que o desenvolvimento tecnológico acarreta, é uma pretensão que os financistas majoritários conservam desde épocas remotas e que seguirá insurgindo enquanto moedas e cédulas permanecerem se materializando. Neste átimo do Século XXI, onde os procedimentos digitais são intrínsecos à rotina de uma quantidade incalculável de pessoas em diferentes circunstâncias, as requisições para que os artefatos pecuniários sejam completamente transformados em utensílios virtuais atingiram proporções hiperbólicas. O objetivo é substituir os cartões magnéticos e caixas eletrônicos por aplicativos de pagamentos via celular, dado que as funções comerciais do numerário de metal e papel seriam extintas. E o que confirma esse prognóstico é a veleidade que Reginaldo Lopes, parlamentar da Câmara Baixa pela unidade federativa de Minas Gerais, apresentou como Projeto de Lei...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e