Ciência e Tecnologia

Alunos da UERJ fazem ‘vaquinha’ para entrar em competição de foguetes

O Grupo de Foguetes do Rio de Janeiro, formado por estudantes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), está realizando uma campanha de financiamento colaborativo na expectativa de arrecadarem os fundos necessários para a participação na Spaceport America Cup. Trata-se da maior competição de foguetes do mundo, que ocorre no estado do Novo México, nos Estados Unidos. O evento ocorrerá entre 19 e 23 de junho. Os estudantes da UERJ pretendem levar para a competição o Atom, um foguete de 3 metros de altura projetado para atingir uma distância de três quilômetros. Ele vem sendo elaborado há cerca de um ano e começou a ganhar forma a partir de novembro do ano passado. No interior do foguete será colocado um pequeno modelo de satélite que permitirá o monitoramento de dados de voo e a detecção de raios cósmicos, além da verificação da temperatura, velocidade e pressão. Desde o fim do ano passado, a equipe tem enviado relatórios mensais...
Leia mais

A inovadora técnica capaz de transformar areia do deserto em terra fértil

Faisal Mohammed Al Shimmari tem uma fazenda em uma das regiões mais inóspitas do mundo para agricultura: Al Ain, um oasis no deserto dos Emirados Árabes Unidos, onde as temperaturas podem alcançar os 50º C. "É caro porque temos que comprar água para irrigar as plantas", diz ele. Os agricultores precisam contratar navios tanque para levar água para as fazendas, que precisa de três vezes mais irrigação do que uma área de cultivo em clima temperado. Como a agricultura no deserto é pouco prática, os Emirados Arábes acabam importando 80% dos alimentos consumidos no país. Uma pesquisa do cientista norueguês Kristian Morten Olesen, no entanto, pode revolucionar a agricultura na região – e, potencialmente, no mundo. Olesen fez um acortdo com Shimmari para testar em sua fazenda nos Emirados Árabes uma nova técnica para acondicionar o solo do deserto, mesclando nanopartículas de argila com água e partículas de areia. Argila Líquida A tecnologia, chamada "Liquid Nanoclay" (nanoargila líquida), está sendo desenvolvida desde 2005. "O tratamento recobre...
Leia mais

Nasa lança missão para explorar coração de Marte

A missão InSight da Nasa, que tem como objetivo analisar o "coração de Marte", decolou com sucesso do Space Launch Complex-3 na Base Aérea Vandenberg, na Califórnia sábado (5). O foguete United Launch Alliance Atlas V 401 leva no interior um veículo robótico que será o encarregado de explorar o núcleo de Marte para ampliar o conhecimento humano sobre a formação marciana e a de outros planetas rochosos, como a Terra. O lançamento ocorreu sem problemas às 4h05 (hora local; 8h05 em Brasília) e a previsão é que o foguete aterrisse no planeta vermelho no dia 26 de novembro. Esta é a primeira vez que uma missão espacial tem como único objetivo analisar as entranhas do segundo menor planeta do Sistema Solar, depois de Mercúrio. Até agora, as missões a Marte capturaram imagens da superfície, estudaram rochas, escavaram a terra e procuraram indícios da água em Marte, mas o interior do planeta nunca foi observado. "Cerca de 99% deste planeta nunca foi observado....
Leia mais

Em mostra no CCBB, público participa de experiências com tecnologia

O visitante da exposição Disruptiva - A arte eletrônica na época disruptiva não vai ficar apenas na contemplação das obras. Se quiser, pode participar de uma experiência que usa a tecnologia para propor novas sensações. Em muitos espaços culturais, o visitante é obrigado a manter distância, mas neste caso, vai poder tocar, balançar, deitar e interagir com as obras. Mas, se não quiser, pode apenas acompanhar os movimentos de quem esteja buscando uma participação diferente. A exposição gratuita está instalada no térreo e no 1º andar do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), no centro do Rio de Janeiro. Reúne mais de 120 obras de 85 artistas de 29 países, entre eles, Alemanha, Estados Unidos, Espanha, Polônia, Reino Unido, Argentina, Japão, Irã, Uruguai, e México. Celina Portella levou para a mostra a obra Vídeo-Boleba, que provoca os visitantes com bolinhas de gude, que surgem a partir de uma imagem de vídeo. Na obra Swing, de Christin Marczinzik e Thi Binh Minh...
Leia mais

Nasa lança satélite para analisar 20 mil planetas fora do sistema solar

A Nasa lançou na quarta-feira (18) da base de Cabo Canaveral, na Flórida, o satélite TESS, que analisará nos próximos dois anos cerca de 20 mil exoplanetas, uma das missões mais ambiciosas da agência espacial americana. O lançamento do foguete Falcon 9, da empresa SpaceX, que levará o satélite ao espaço, ocorreu às 18h51 locais (19h51 em Brasília). A missão estava prevista inicialmente para segunda-feira, mas sofreu um atraso de dois dias. Desenvolvido em parceria com o Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT), o satélite observará 85% do céu para encontrar planetas que estão fora do sistema solar. Mais adiante, o objetivo é tentar determinar se há condições para existência de vida. "Esperamos que o Tess nos ajude a responder se o nosso sistema solar é comum ou é único. Há planetas e galáxias muito raras e estranhas; mundos aquáticos, cobertos de lava", afirmou entrevista à Agência Efe a pesquisadora Natalia Guerrero, que faz parte da equipe que desenvolveu o satélite no...
Leia mais

Farmanguinhos já produz remédio para transplantados

O Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos) finalizou a produção dos primeiros lotes do medicamento tacrolimo, utilizado continuamente por pacientes transplantados de rim e fígado. A medicação era produzida pela indústria privada nacional Libbs Farmacêutica, mas por meio de um acordo de transferência de tecnologia passou a ser produzida por Farmanguinhos, que é vinculada à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Mesmo antes de iniciar a produção em Farmanguinhos, a Fiocruz e a Libbs já tinham desenvolvido uma parceria de desenvolvimento produtivo do medicamento que gerou, em cinco anos, uma economia de R$ 980 milhões para os cofres públicos, por tornar a medicação mais acessível aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). A expectativa é de que a economia possa ser ainda maior com a continuidade da produção, após o credenciamento de Farmanguinhos na Anvisa como local de fabricação do remédio. Segundo a Fiocruz, atualmente cerca de 34 mil brasileiros fazem uso do medicamento, que é um imunossupressor, ou seja, reduz a...
Leia mais

Em nota, empresas de telecomunicações rejeitam instalar bloqueadores de telefones em presídios

As federações que representam empresas e trabalhadores dos serviços de telecomunicação divulgaram, neta terça-feira (3), nota em que se manifestam contra a obrigação de instalar aparelhos bloqueadores de sinal de celular em presídios. O tema consta do Projeto de Lei Complementar (PLP) 470/18, do Senado e está na pauta de votação da Câmara dos Deputados. De acordo com a nota, o setor não é contra o uso dos recursos, e sim contra a obrigatoriedade de as prestadoras do serviço se encarregarem da instalação e manutenção dos bloqueadores. Segundo a nota, a iniciativa pode colocar em risco a integridade física dos trabalhadores e o patrimônio das empresas. Responsabilizar as empresas “e os milhares de técnicos por essa tarefa é colocar vidas em risco”, diz o texto, que relaciona ainda recentes atentados ocorridos no Ceará com o bloqueio de sinal de celulares em presídios. “Há dois anos, também no Ceará, instalações de telefonia foram incendiadas quando se tentou interromper o sinal num presídio”,...
Leia mais

Brasil ajuda África a combater praga em lavouras de algodão, milho e soja

O Brasil pretende ajudar 35 países africanos a lidar com uma praga que atinge diversos tipos de lavoura, em especial as de algodão, milho e soja. A lagarta-do-cartucho não representa mais uma ameaça à produção brasileira, graças às tecnologias desenvolvidas pelo país. Representantes de 12 países africanos estão no Brasil, onde participam do seminário Faw Study Tour, promovido pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC). “Não temos medo da lagarta-do-cartucho no Brasil”, disse o chefe da Embrapa Milho e Sorgo, Antônio Álvaro Purcino. A unidade, localizada no interior de Minas Gerais, será uma das visitadas pelos africanos. Sete países africanos já vinham desenvolvendo em suas plantações as técnicas brasileiras de manejo integrado de pragas: Togo, Mali, Benin, Chade, Burquina Faro, Malaui e Moçambique. Para também conhecer essas técnicas, representantes de 12 outros países africanos vieram ao Brasil participar da Faw Study Tour. Estão previstas várias visitas a unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), universidades e institutos que desenvolveram técnicas...
Leia mais

Usina passa a produzir biogás a partir de resíduos orgânicos e lodo de esgoto

Pela primeira vez, uma usina produzirá energia, no Brasil, a partir da combinação entre resíduos orgânicos e lodo de esgoto. Nesta semana, a CS Bioenergia, formada pela estatal Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) e pelo grupo Cattalini Bio Energia, recebeu Licença de Operação do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) para geração de biogás, no Paraná. A expectativa é que a operação estimule a adoção da tecnologia em outros estados. O processo, conhecido como biodigestão, começa com o recebimento do lodo de esgoto da estação de tratamento e seu armazenamento em um tanque. Paralelamente, também são recebidos resíduos sólidos urbanos. Estes passam por um mecanismo de separação, retirando, por exemplo, os plásticos. Depois, a fração orgânica é limpa. Só então o material é enviado ao tanque de biodigestão, onde vai ser adicionado ao lodo. Diretor da Cattalini Bio Energia, Sérgio Vidoto, explica que, no Brasil, o lodo de esgoto contém muitas bactérias. Um problema que, na usina, vira solução. Isto...
Leia mais

Semente de soja é opção para produzir substância usada no combate à aids

Uma pesquisa desenvolvida por quatro instituições, entre as quais a Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, foi premiada pelo Consórcio Federal de Laboratórios (FLC, sigla em inglês) pela excelência na transferência de tecnologia na área de saúde e serviços humanos em todo o território norte-americano. O estudo feito em parceria com o Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos (NIH, sigla em inglês), a Universidade de Londres e o Conselho de Pesquisa Científica e Industrial da África do Sul (CSIR, sigla em inglês) comprovou que sementes de soja geneticamente modificadas podem se constituir em biofábrica para a cianovirina, proteína muito eficaz no combate à aids. O pesquisador Elibio Rech, que coordenou a participação brasileira nos estudos, diz que, além do reconhecimento científico, o prêmio comprova a importância da cooperação técnica para o desenvolvimento de pesquisas de ponta na área de biotecnologia. Para Rech, a homenagem "coroa" uma pesquisa de mais de uma década, que obteve excelentes resultados graças à parceria com...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e