Anotaí

Peça, “Pouco amor não é amor”, é Nelson Rodrigues, no Sesc Tijuca

Amor, morte, família, loucura, traição e ciúme. Junte tudo isso, acrescente o "molho" de Nelson Rodrigues e – voilá! – temos um texto contundente, vigoroso, irônico: um tapa na cara da hipocrisia. Pegar essa receita e levá-la para os palcos é pura ousadia. Mas vale a pena. Que o diga o diretor Sidnei Cruz, que encarou o desafio e estreiou, no dia 15 de março, a peça "Pouco amor não é amor", no Teatro II no Sesc Tijuca, em temporada até 7 de abril, sempre de sexta a domingo, às 19h. No elenco, dando vida a diversos personagens, estão Alan Pellegrino, Daniel Chagas, Deborah Rocha e Gisela de Castro. Para essa audaciosa empreitada, Sidnei teceu a dramaturgia do espetáculo com os fios de contos da obra "Pouco amor não é amor", de Nelson Rodrigues, publicada, originalmente, entre 1953 e 1954, nas edições dominicais do Jornal da Semana - Flan. As histórias reunidas no livro tratam dos temas mais caros ao escritor,...
Leia mais

Comédia ‘Pão com Ovo’ em curtíssima temporada no João Caetano

O produtor cultural João Luiz Azevedo orgulhosamente, trás de volta ao Rio de Janeiro, para curtíssima temporada, apenas 09 apresentações, no Teatro João Caetano (Praça Tiradentes), do dia 15 ao dia 31 de março/2019, com apresentações as 6as feiras e sábados as 19h e domingos 18h, a engraçadíssima comedia Pão com Ovo, diretamente de São Luís do Maranhão, com os atores Adeilson Santos, César Boaes e Charles Júnior.​ ​Em cartaz pelo Brasil desde 2011, Pão com Ovo já foi aplaudido por mais de 1 milhão de pessoas em temporadas de sucesso por várias capitais do país e Portugal.​ Em 2016 fez sucesso aqui na Cidade Maravilhosa, em temporadas no Teatro Clara Nunes (Shopping da Gávea) e, em seguida, no início de 2017, no Teatro Miguel Falabella, no Norte Shopping.​ ​ ​Pão com Ovo, encenada pela Santa Ignorância Cia. de Artes, é uma das maiores comédias do teatro nacional, que retrata, com bom-humor, os costumes e o cotidiano das diferentes classes sociais...
Leia mais

São Paulo reforça policiamento para garantir segurança dos foliões

O estado de São Paulo está com mais policiais nas ruas neste carnaval. Segundo o governo do estado, o aumento é de cerca 40% no contingente empregado nas cidades paulistas. A Operação Carnaval + Seguro começou nessa sexta-feira (1º) e se estenderá até a próxima quarta-feira (6). Na capital paulista, o efetivo conta com um reforço de 5.700 policiais militares (PMs). A Polícia Militar instalou sete postos de comando nos grandes corredores onde desfilarão os megablocos – aqueles que têm público superior a 100 mil foliões. A maior concentração de policiais é nas imediações do Sambódromo do Anhembi, na zona norte, nas estações de metrô, terminais da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), de ônibus urbanos, e na Vila Madalena, zona oeste, tradicional ponto de foliões. Na Baixada Santista, estão sendo empregados 4,2 mil PMs do comando da região e mais 500 policiais da Operação Verão. Já o litoral norte recebe cerca de 1,3 mil policiais. Violência contra a mulher O Programa de...
Leia mais

Gustavo Lins, no Samba da Feira, no Armazém do Engenhão

Sábado é dia de Samba da Feira, a roda de samba que ganhou o respeito de artistas, como: o grupo Fundo de Quintal e o sambista Diogo Nogueira. O evento tem atraído famosos em busca de boa música e revelado novidades no gênero, tornando a atração uma tradição nos Armazéns do Engenhão, localizados na parte externa do Estádio Nilton Santos, no Engenho de Dentro. O evento traz como atração para o sábado, dia 16, Gustavo Lins para uma noite de muita música nos Armazéns do Engenhão, localizados na parte externa do Estádio Nilton Santos.  A entrada é gratuita e o samba o começa às 16h.  Considerado um dos sambistas da "nova safra" mais queridos do público, além de ser o compositor e interprete de grandes sucessos, Gustavo Lins iniciou sua carreira de forma muito precoce, com apenas 16 anos, e já coleciona diversos prêmios, como discos de ouro e platina, 6 álbuns e 3 DVD's, além de mais de 150 músicas gravadas por muitos artistas consagrados como Alcione e Exaltasamba em sua grande fase. O...
Leia mais

Paulo Costta e Moreno Veloso fazem lançamento nacional do DVD “Meu Recôncavo” no Sesc Ginástico

Na terça-feira (19), dia dedicado à programação musical no Sesc Ginástico, o palco recebe primeiro show da turnê nacional de lançamento do DVD “Meu Recôncavo”, trabalho dos baianos Paulo Costta e Moreno Veloso, que reúne poemas musicados de Mabel Velloso, poeta que participou da educação primária de Costta. Mabel, irmã de Maria Bethânia e Caetano Veloso, tem mais de 400 poemas escritos, e deste conjunto foram escolhidos 14 para serem musicados. O show traz uma dezena de ritmos do Recôncavo Baiano que Paulo Costta ouvia em sua infância, quando alfabetizado por Mabel, tia de Moreno Veloso, com quem divide o palco durante toda a apresentação. A performance conta com cenário criado a partir de elementos que remetem ao artesanato do Recôncavo, entre obras do artista plástico Odamar Versolatto e malas da exposição “Maria de todo nós” – em comemoração aos 50 anos de carreira de Maria Bethânia -, a abertura e o encerramento do show ficam marcados pela voz de Bethânia em off, em...
Leia mais

Luiz Henrique apresenta “Sambas que o tempo levou”, na sala Paulo Moura, Tijuca, no Rio

Comemorando 20 anos de carreira, o cantor Luiz Henrique apresenta seu mais novo álbum ''Sambas que o tempo levou'' no show de lançamento que acontece no próximo dia 22 de fevereiro, às 20h, na sala Paulo Moura, do Centro de Referência da Música Carioca Artur da Távola - na Tijuca. A obra é um verdadeiro mergulho na memória musical brasileira através das 12 faixas que, embora já consagradas nas vozes de Carmen Miranda, Francisco Alves e Aracy de Almeida; acabaram caindo no esquecimento por parte do grande público. Entre os compositores marcam presença: Noel Rosa, Sinhô, Custódio Mesquita, Henrique Vogeler, Eduardo Souto e J. Aimberê. Os músicos Alceu Maia e Dirceu Leite também participam das gravações, com produção e arranjos do bandolinista Ricardo Calafate em uma seleção de sambas, sambas-canção e sambas-choros. A direção artística é da jornalista Sonia Monte, além de direção musical e arranjos de Gabriel Gonzaga. Convidada mais do que especial, a cantora Lu Fogaça, faz com Luiz um passeio que retrata...
Leia mais

Teatro negro musical, ‘Reza’, estreia nacionalmente na Arena do Sesc Copacabana

A Arena do Sesc Copacabana recebe, de 31 de janeiro a 24 de fevereiro, a estreia nacional do espetáculo REZA, livre adaptação de Carmen Luz para teatro, negro e musical, do conto Reza de Mãe, do escritor paulistano Allan da Rosa. Com elenco formado pela Orquestra de Pretos Novos, a peça narra a saga urbana de três diferentes mulheres negras chamadas Pérolas, moradoras da periferia carioca, para sobreviver, criar e proteger seus filhos. A respeito do conceito de REZA, a diretora Carmen Luz, que também assina a adaptação, nos revela que "Reza é uma perspectiva, onde as imagens, a fala e a escuta constituem rezas, ou seja, formas de relacionamento com a precariedade de nossa existência. Uma perspectiva aberta à instabilidade, ao diálogo e ao desejo permanente de comunicar outras epistemologias, diferentes sensibilidades, modos de ser, modos de estar e falar, modos de viver presentes na vida negra periférica." Em cena três músicos e sete jovens artistas, especializados em canto, teatro e música, autodeclarados negros e com identidades sexuais diversas, oriundos de diferentes classes sociais e territórios brasileiros,...
Leia mais

Peça “Por Elas”, sobre feminicídio, ganha duas apresentações gratuitas em janeiro

Uma mulher é lançada do quarto andar pelo namorado que não aceitava o fim do relacionamento. Outra leva um tiro do marido por não largar o emprego. Uma terceira, que jurava ter se casado com príncipe encantado, é espancada por ele. A namorada do dono do morro é mantida por ele em cárcere privado. Histórias reais e impactantes, dores sem cor e classe social, compõem o texto do espetáculo "Por Elas", que, será apresentado nos dias 24 e 25 de janeiro no Museu da Justiça-Centro Cultural do Poder Judiciário. Em três semanas em cartaz, a peça levou ao teatro mulheres vitimadas pela violência doméstica. Luiza Brunet, modelo e atriz, que denunciou o ex-marido por agressões, conta suas impressões: "O espetáculo é incrível, super bem ilustrado, atores são muito bons e as histórias são reais, que a gente está acostumado a ver. Eu fiquei muito mexida, constrangida, o final que as penas são tão pequenas para esses tipos de casos. A peça desmistifica essa...
Leia mais

Rosana traz ao palco do Teatro o novo show “Hits”

Consagrada por vários hits, Rosana sobe ao palco com o espetáculo "Hits", um projeto que reúne vários clássicos da MPB, Pop internacional e grandes sucessos de sua carreira. A apresentação acontecerá no Teatro Rival Petrobras, na Cinelândia, no dia 16 de janeiro, quarta-feira, às 19h30. No repertório, "Nem Um Toque", "Custe o que Custar", "Direto no Olhar", "O Amor e o Poder" (Como uma Deusa) e outros grandes sucessos que marcaram a carreira da artista dentro e fora do Brasil. Rosana ficou muito famosa nos anos 1980 ao lançar a música "O Amor e o Poder" (Como uma deusa), que integrou a trilha sonora da telenovela Mandala, como tema da personagem da atriz Vera Fischer. Versão da música "The Power of Love", ficou semanas consecutivas em primeiro lugar nas paradas de sucesso. Já disco Coração Selvagem, que contem esta canção, vendeu mais de um milhão de cópias, rendendo à cantora vários troféus e homenagens. Ao logo da carreira, gravou mais de...
Leia mais

Show de comédia “Jogo do Humor”, na Lona Cultural Carlos Zéfiro, em Anchieta, Rio

A Lona Cultural Carlos Zéfiro, em Anchieta, Zona Norte do Rio, recebe no dia 07 de dezembro, sexta, às 20h, o show de comédia "Jogo do Humor". O espetáculo é composto por Esquete, Mágica e Stand-up Comedy e traz no elenco Igor Millord e Hugo de Faria recebendo as participações especiais do humorista Daniel Lopes. Igor Millord entrou nos caminhos da mágica na infância, sob a influência do pai, também mágico que décadas de 80 e 90 por atuou como mágico do programa da Xuxa, na TV Globo. Aos 12 anos Millord foi introduzido no cenário artístico por Dom Cataldi. Aos 19 anos exerceu o cargo de diretor do Círculo Brasileiro de Ilusionismo – a entidade mágica mais antiga do Brasil - durante o biênio 2011/2012. Atualmente Millord vem se apresentando junto com a Nouvelle Troupe, que é um grupo de jovens artistas circenses, em baladas e eventos adultos, como por exemplo a badalada boate Miroir, do ator e empresário Luciano Szafir,...
Leia mais
http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e