Catar exige “corredor seguro” para saída e entrada de civis do Afeganistão

O ministro das Relações Exteriores do Catar, país que atua como mediador no conflito no Afeganistão, Mohamed bin Abderrahman Al Zani, exigiu nesta quarta-feira que os talibãs abram “um corredor seguro” para a saída e entrada de civis do país, após o fim das operações de retirada das missões internacionais.

O chanceler concedeu entrevista coletiva com a ministra das Relações Exteriores da Holanda, Sigrid Kaag, e garantiu que o governo catariano está trabalhando de “forma contínua para facilitar a saída dos estrangeiros do Afeganistão”. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e