Cartas Digitais

 Se alguém me dissesse em 1990 que eu poderia enviar uma carta com tamanha velocidade que chegasse imediatamente ao destinatário eu não acreditaria que seria possível fazê-lo. Hoje em dia se alguém me disser que envia cartas constantemente para todos os seus amigos, eu não acreditaria.

 Vou além, se contarmos às crianças que utilizam a internet e sabem mandar e-mails que antes só havia a possibilidade de correspondência por cartas, telex e fax, elas possivelmente não compreenderiam boa parte do significado das palavras que apresentarmos a elas no diálogo. Mas talvez muitos adultos de hoje também não compreendam todas.

 Segundo dados do site Mashable por dia são enviados 144,8 bilhões de e-mails no mundo todo. Cerca de 89 bilhões profissionais e 55,8 bilhões são pessoais. Algo inimaginável há 22 anos.  Desde sua invenção em 1971, 3,3 bilhões de contas de e-mail foram criadas. Destas, 25% são de uso pessoal e 75% profissional. É importante ainda saber que 65% das mensagens enviadas são de spam, mas para nossa sorte boa parte delas é retida por filtros e não chegam até o usuário final.

 A comunicação tem se tornado cada dia mais possível e veloz. Independente de onde estejam nossos amigos é possível nos conectarmos a eles por mensagens via e-mail e de forma instantânea. Se algum dia não tivesse mais a possiblidade de enviar e-mail, creio que seria muito difícil a adaptação. Para as gerações que nasceram dentro do contexto da era tecnológica, acredito que seria impossível viver sem e-mail, isso sem considerar as redes sociais.

 Quando na escola eu ouvia falar em um mundo globalizado, informações chegando de forma rápida, que na verdade demorava um pouco ainda, pois levavam alguns dias, me sentia parte integrante do contexto dos acontecimentos e conectada ao mundo. Mas hoje estamos mais que conectados, estamos plugados ao mundo, pois as informações nos chegam instantaneamente. Não acredito que ficaremos sem e-mail ou internet algum dia. Espero que não, pois já criamos um vínculo de amor com tudo isso, mas se acontecesse poderíamos retornar às nossas cartas tradicionais.

Por

Webjornal O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e