Carnaval: cai número de mortes nas rodovias federais no Rio

Ao todo, de acordo com o balanço da PRF, foram feitas 8.611 autuações durante a folia, sendo a maioria delas, 1.138, por ultrapassagens proibidas

Duas pessoas morreram e 84 ficaram feridas neste ano, em acidentes nas rodovias federais no estado do Rio de Janeiro  no período de carnaval (21 a 26 de fevereiro). O balanço foi divulgado hoje (27) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Ao todo, foram registrados 81 acidentes. 

O número de mortes foi inferior ao registrado no carnaval do ano passado, no período de 1º a 6 de março – sete. O número de acidentes, no entanto, aumentou em relação ao mesmo período de 2019, quando foram notificados 71.

Segundo a Polícia Rodoviária, as mortes ocorreram na noite do dia 21 e na madrugada do dia 22. Ambas foram por atropelamentos em Duque de Caxias. Um dos acidentes ocorreu no quilômetro (km) 118, na Rodovia Washington Luiz (BR-040), e outro na Rodovia Rio-Teresópolis (BR-116), km 138. 

Ao todo, de acordo com o balanço da PRF, foram feitas 8.611 autuações neste carnaval, sendo a maioria delas, 1.138, por ultrapassagens proibidas. Outras 898 autuações foram feitas a passageiros que estavam sem o cinto de segurança, 646 a condutores sem cinto e 112 a condutores ou passageiros sem capacetes em motos. 

A polícia autuou ainda 208 pessoas por dirigirem alcoolizadas. Cento e trinta  pessoas foram detidas. Foram apreendidos nas estradas 30 quilos de cocaína e 12 veículos roubados foram recuperados.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e