Câmara de São Paulo obriga supermercado a fornecer sacola plástica gratuitamente

Há cerca de um ano e meio esses estabelecimentos não podem entregar as sacolinhas plásticas brancas e devem substituí-las por sacolas nas cores cinza e verde, a um custo médio de R$ 0,08

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou  nesta sexta-feira (24) o Projeto de Lei 238/2012, que obriga supermercados, hipermercados, atacadistas e estabelecimentos varejistas da cidade de São Paulo a fornecer gratuitamente sacolas plásticas aos clientes.

Há cerca de um ano e meio esses estabelecimentos não podem entregar as sacolinhas plásticas brancas e devem substituí-las por sacolas nas cores cinza e verde, a um custo médio de R$ 0,08.

Pelo projeto, as sacolas plásticas elaboradas com plástico biodegradável deverão obedecer espessura mínima determinada em norma técnica da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e indicar, em quilogramas, a capacidade de carga.

Estabelecimentos de pequeno porte e com menos de quatro caixas registradoras estarão fora da obrigação.

O projeto foi encaminhado para análise e sanção do prefeito Fernando Haddad.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e