Brasileiro é eleito juiz na Corte Interamericana de Direitos Humanos

Mudrovitsch foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para tentar a vaga na OEA

O jurista Rodrigo de Bittencourt Mudrovitsch foi eleito juiz da Corte Interamericana de Direitos Humanos nesta sexta-feira (12), informou o Ministério das Relações Exteriores em nota.

O brasileiro disputou a eleição da Convenção Americana sobre Direitos Humanos durante a 51ª Assembleia Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), realizada em Washington, DC (EUA).

Mudrovitsch foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para tentar a vaga na OEA.

Segundo a nota do Ministério, Mudrovitsch foi o mais votado entre sete candidatos que disputavam quatro vagas na OEA. Ele foi a escolha de 19 votantes.

“O resultado demonstra, além das qualidades do candidato, o reconhecimento da atuação da política externa brasileira no sistema interamericano de direitos humanos”, diz o informe do Itamaraty, que parabenizou o jurista.

Rodrigo Mudrovitsch é formado em direito pela Universidade de Brasília (UnB), onde adquiriu o título de mestre em  Direito, Estado e Constituição. Ele também é Doutor em Direito Constitucional pelo Departamento de Direito do Estado da Universidade de São Paulo (USP). CNN

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e