Brasil e México querem ampliar comércio bilateral

Em negociação conjunta, os dois países concordaram em revisar dois acordos comerciais para aumentar as trocas bilaterais

O Brasil e o México concordaram em avançar nas negociações para ampliar o comércio bilateral, informaram na sexta-feira (7) os Ministérios da Economia e das Relações Exteriores. Em negociação conjunta, os dois países concordaram em revisar dois acordos comerciais para aumentar as trocas bilaterais.

O primeiro acordo a ser revisto será o que estabeleceu preferências tarifárias a cerca de 800 produtos, assinado em setembro de 2002. O segundo acordo, assinado entre o Mercosul e o México, trata sobre o comércio automotivo. O documento também foi firmado em setembro de 2002, mas foi revisto no fim de 2012 para incluir quotas anuais de importação de veículos com tarifa zero.

As reuniões ocorreram no fim de maio, mas só foram divulgadas nessa sexta-feira pelos dois ministérios.

A delegação brasileira foi chefiada pelo secretário de Negociações Bilaterais e Regionais nas Américas do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Pedro Miguel da Costa e Silva, e pelo secretário de Comércio Exterior do Ministério da Economia, Lucas Ferraz. A delegação mexicana foi chefiada pela subsecretária de Comércio Exterior da Secretaria de Economia, Luz María de la Mora.

Por

Webjornal O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.