Bolsonaro vai ao STF contra ato da CPI da Pandemia

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) entrou com um mandado de segurança no STF (Supremo Tribunal Federal) contra atos da CPI da Pandemia, cujo relatório final foi aprovado na terça-feira (26) e entregue nesta quarta-feira (27) ao procurador-geral da República, Augusto Aras, e à Corte.

O mandado de segurança, impetrado pela Advocacia-Geral da União (AGU) em nome de Bolsonaro, pede que o STF entenda como “ilegal” e “arbitrária” a transferência do sigilo dos dados telemáticos do presidente — de abril de 2020 até o presente momento — à PGR e ao Supremo.

Além disso, a AGU também pede que seja considerada ilegal a solicitação feita pela CPI da suspensão de contas em redes sociais do presidente. CNN

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e