Biden promete defender direito ao aborto após lei restritiva do Texas

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, prometeu que defenderá o direito ao abordo após ter entrado em vigor nesta quarta-feira uma polêmica lei estadual do Texas que proíbe que as mulheres interrompam a gravidez após seis semanas de gestação.

Biden disse que a lei texana “viola flagrantemente o direito constitucional” ao aborto, estabelecida em 1973 pela Suprema Corte no caso “Roe contra Wade”, mas não chegou a anunciar ações legais do governo contra a lei, como ocorreucom outras iniciativas estaduais para restringir o aborto. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e