Biden defende aprofundar controle de armas e proibir fuzis de assalto

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, acredita que é preciso ir mais além em uma reforma que estabeleça restrições a armas de fogo e proíba os fuzis de assalto, após o tiroteio que deixou sete mortos e dezenas de feridos no estado de Illinois na segunda-feira passada.

A porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, disse nesta terça-feira, que o presidente foi “muito claro” sobre a necessidade de se aprofundar em uma reforma a respeito das armas de fogo. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e