Batata frita custa mais de R$ 1.000 em restaurante de Nova York

As fatias cortadas são imersas em vinagre de um fino champanhe francês

Você pagaria mais de R$ 1.000 por batatas fritas? Um restaurante famoso de Nova York, nos Estados Unidos, oferece esse clássico das lanchonetes a esse preço, considerado o mais caro do mundo.

O luxo já começa pelo próprio ingrediente: as batatas usadas fazem parte de uma variedade específica, que absorve menos óleo, tem mais amido e menos açúcar, além de serem ricas em potássio e vitamina C.

As fatias cortadas são imersas em vinagre de um fino champanhe francês. Depois, são fritas em óleo de gordura de ganso em duas temperaturas diferentes.

Isso é para garantir que o exterior seja crocante e o interior, macio, segundo o chef por trás da criação.

A finalização é feita com diferentes tipos de trufas, um dos ingredientes mais caros e raros do planeta. Por cima da batata vai pó de ouro 23 quilates.

Para acompanhar, a receita pede um molho especial de queijo gruyère e mais trufas.

O preço do prato, que na verdade é apenas um acompanhamento do prato principal, é de US$ 200, o maior do mundo, segundo o livro dos recordes.

O restaurante é conhecido pelos exageros e pelo luxo: serve um sundae de US$ 1.000 e um hambúrguer de quase US$ 300. CNN

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e