Batalhão Azov indica que seguirá resistindo na “incendiada” Mariupol

O batalhão Azov, integrado pelos últimos militares que resistem na sitiada Mariupol, na Ucrânia, divulgou um vídeo nesta quarta-feira, garantindo que a cidade está “incendiada”, com corpos nas ruas, enquanto confirmou que seus integrantes não se renderão.

“O que é Mariupol hoje? Uma cidade completamente destruída e com centenas de cadáveres pelas ruas”, indica o regimento, no material postado no Twitter. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e