Bachelet diz que programas espiões são ameaça à liberdade de expressão

A alta comissária da ONU para Direitos Humanos, Michelle Bachelet, afirmou nesta terça-feira que o uso de programas espiões, como o Pegasus ou o Candiru, “é uma afronta à privacidade e uma obstrução à liberdade de expressão”, que ameaça jornalistas e outros profissionais.

O Pegasus voltou a ser notícia ontem, depois que o Executivo da Espanha anunciou que o telefone celular do presidente do governo do país, Pedro Sánchez, foi alvo de invasão, assim como a ministra da Defesa, Margarita Robles. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e