Avenida Niemeyer é liberada após 36 horas de interdição

A prefeitura do Rio de Janeiro liberou às 19h05 de sexta-feira (17) a Avenida Niemeyer nos dois sentidos. A via estava interditada por 36 horas, devido a deslizamentos de terra na altura da comunidade do Vidigal. A Niemeyer liga os bairros do Leblon a São Conrado e é uma importante ligação com destino à Barra da Tijuca, na zona oeste.

A liberação da via foi uma decisão da prefeitura por conta da queda de uma viga do túnel acústico Rafael Mascarenhas, por volta das 12h de ontem (17). O túnel faz parte do conjunto viário que forma a autoestrada Lagoa-Barra, a principal ligação entre as zonas sul e oeste.

As pessoas andam na avenida Niemeyer durante as fortes chuvas perto da praia de São Conrado no Rio de Janeiro

Durante a tarde choveu forte perto da praia de São Conrado no Rio de Janeiro – Sergio Moraes/Direitos reservados

A cidade entrou em estado de crise e o prefeito Marcelo Crivella anunciou que a Niemeyer seria liberada às 18h, mas como ainda tinha muita lama e água descendo das encostas ela foi liberada uma hora mais tarde.

No final da tarde, a prefeitura reabriu o túnel Zuzu Angel, via contígua ao Rafael Mascarenhas, e que havia sido fechada por segurança. A prefeitura está usando um desvio existente entre os dois túneis para o tráfego fluir entre São Conrado e a zona sul.

A queda da viga atingiu um ônibus, mas não houve vítimas. O acidente foi causado pelo deslizamento de terra que acabou forçando a viga de sustentação de uma das partes do túnel Rafael Mascarenhas, nome do filho da atriz Cissa Guimarães, morto em um atropelamento na saída do túnel.

Por

Webjornal O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e