Sobre: Plinio da Franca

* Cientista Social, Pesquisador e Consultor de Desenvolvimento Humano e Empresarial. Especilizações em Psicologia Social, Análise Transacional, Administração Mercadológica, Psicodrama e Dinâmica de Grupo. Autor de livro e de programas de treinamento comportamental, com reconhecimento científico a nível nacional.

Postagens recentes por Plinio da Franca

Um alerta aos negócios

O sucesso nos negócios não é mais determinado pelas variáveis preço e qualidade de produtos por já serem fatores excludentes de mercado.

Será pela capacidade de fazer conquistas humanas.

Um alerta: a conquista uma vez feita não garantirá a fidelidade das pessoas, pois ambas são situacionais. A cada encontro com a mesma pessoa temos que iniciar uma nova conquista.

Desenvolva a competência de conquistar e terás mais sucesso nos negócios.

...
Leia mais

Você vai conseguir

Conta-se que uma família para fugir dos horrores da guerra, percebeu que sua única chance seria atravessar as montanhas que circundavam a cidade. A família compunha-se de dez pessoas com diversas idades. Reuniram-se e planejaram os detalhes: a saída de casa, por onde tentariam a difícil travessia. O problema era o avô. Com muitos anos nos ombros, ele não estava muito bem. A viagem seria dura. – Deixem-me, pois serei um empecilho para o êxito de vocês. Somente atrapalharei. Entretanto, os filhos insistiram para que ele fosse. Chegaram a afirmar que se ele não fosse, eles também ali permaneceriam. Vencido pelas argumentações, o idoso cedeu. Entre eles havia uma menina de apenas um ano. Combinaram que, a fim de que ninguém ficasse exausto, ela seria carregada por todos os componentes da família, em sistema de revezamento. Depois de várias horas de subida difícil, o avô se sentou em uma rocha. Deixou pender a cabeça e quase em desespero, suplicou: – Deixem-me para trás. Não vou conseguir....
Leia mais

Maria Fernanda Félix questionou…

Maria Fernanda de 11 anos me presenteou nesse Natal, com seu questionamento, que me inspirou a elaborar e trazer essa reflexão a você como meu presente de Natal, apesar de modesto, é com amor.

Maria Fernanda, com a propriedade da lucidez infantil, me questionou:

- Ele (Jesus) faz aniversário e nós recebemos presente? Tem lógica isso?

Ensaiei a seguinte resposta: fazem 2018 anos que a humanidade poderia ter trilhado um novo caminho para evoluir mais no amor a si própria. Afinal, foi nesse dia 25 de dezembro, a data oficial para nós ocidentais da encarnação de Jesus Cristo, coroada com o nome de Natal, que recebemos Esse Presente de Deus com o objetivo de nos tornarmos melhor em nosso processo evolutivo.

Se não desprezássemos Esse Presente, com certeza, não estaríamos no patamar que estamos: violência e violências cometidas em todas as esferas de nossas vidas. Inclui-se aqui a violência desmesurada cometida dia-a-dia...

Leia mais

Cuide da sua usina de energia

Temos uma usina de energia que produz fundamentalmente o sentimento. Ela está interligada a um canal muito perigoso e vaidoso: o nosso ego. Este por sua vez está conectado ao corpo físico e ao mundo fenomênico, percebendo-o, vendo-o, ouvindo-o, tocando-o, enfim defrutando-o.Talvez por isso, ele, o ego, seja tão vaidoso por "pensar" que ele é tudo nesse mecanismo chamado vida.

Essa usina ao gerar um sentimento, produz um pensamento que quase que imediatamente ao configurar uma emoção, emitirá uma e quase sempre várias palavrasc arregadas de carga emotiva positiva ou negativa. Elas são energias condensadas numa carga eletromagnética, invisível ao olho nu, de grande alcance e impacto ao meio ambiente(pessoas, seres e coisas em geral),  que nos circunda e interagem conosco.

Diante disso, pense no que vai dizer antes de abrir a boca para errar menos e ser mais preciso na emanação de carga emocional positiva, já que cada vez que deixa sair uma...

Leia mais

A diferença na colheita

Muitas organizações contam com pessoas que trabalham em grupo, onde cada um, ou mesmo cada área, se preocupa apenas com seus próprios interesses e objetivos, ninguém sabe direito o que o outro pensa porque as pessoas não se comunicam, falam de forma política, sem dizer o que realmente pensam. Num grupo, é cada um no seu "quadrado", cada um por si, comprometendo assim, o resultado de todos. No grupo, o líder está distante das pessoas porque, em geral, julga estar acima delas.

Já o trabalho em equipe começa com objetivos comuns e metas coletivas que sejam conhecidas por todos, onde cada pessoa compreende o que os outros estão fazendo e tem consciência de sua importância para a conquista dos resultados. Numa equipe existe transparência, respeito e colaboração. Nela também existem conflitos, que são resolvidos por meio de diálogos construtivos, com a troca constante de feedbacks, que são dados de maneira transparente, construtiva e respeitosa, onde líderes e liderados dão e...

Leia mais

Comentários recentes por Plinio da Franca

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e