Sobre: Piterson Hageland

Jornalista literário no segmento metapolítico e sociocultural. Pesquisador de assuntos históricos, filosóficos e aspectos econômicos do Brasil e da Ásia Oriental. Colaborador de periódicos geopolíticos e podcasts. Tradutor, locutor e dublador ocasional.

Postagens recentes por Piterson Hageland

Inflação ou unidade monetária desvalorizada? (primeira parte)

Ao contrário do título deste prospecto, os brasileiros não duvidam — incluindo os apedeutas que negam a ciência — que a nação esteja sofrendo com as vicissitudes que (o descumprimento da quarentena) a peste do Covid-19 acarretou.

Esse horizonte soturno, repleto de caos e agonia, faz com que o desespero se una à inscicia e produza o dislate que apregoa o retorno da inflação que macerou o país nas últimas décadas do Século XX.

Mesmo que haja uma impressão de que o raciocínio lógico e formal tenha sido expugnado pelo surrealismo no Brasil, é válido redigir algumas linhas — ao menos em consideração à posteridade —no intuito de esclarecer que os preços do arroz e de uma porção de mantimentos não se elevaram por causa de uma tempestade inflacionária apocalíptica, e sim por uma eventualidade macroeconômica denominada “choque de oferta”. Também é importante frisar que as soluções apresentadas para um determinado enigma não se...

Leia mais

Liquidez espiritual

Em um país feito o Brasil, exageradamente atrelado aos dogmas religiosos, os últimos casos envolvendo políticos corruptos que fizeram uso das vertentes do cristianismo para obter sucesso nas eleições são traduzidos como mera insídia.

De fato, é realmente incorreto negar a existência de um discurso produzido a fim de encantar o povo. Todavia, a questão principal é sobre entender como esse ambiente fervoroso que o neopentecostalismo acarreta vem depreciando a essência humanitária mediante a promoção de um moralismo artificial e inexequível; que conserva a angústia, a selvageria e as injustiças sociais no intuito de manter as pessoas como vassalos.

No que tange ao fundamentalismo neopentecostal — que vem se alastrando pelo Brasil de um modo tétrico —, o foco incide, logicamente, dentro das escrituras bíblicas, visto que a maioria da população adota este livro como verdade incontestável. Nenhuma objeção referente a isso; o problema efetivo sobrevém quando os devotos exigem que tais certezas sejam...

Leia mais

Como impedir o avanço da selvageria pelo Brasil? (segunda parte)

A cada etapa decorrida neste terrível ano de 2020, o Brasil é ainda mais subjugado pelas trevas (sem acepções hermenêuticas). A turbulência atual encontra-se na mordaça imposta por magistrados sinuosos em razão de denúncias verídicas referentes à alienação do patrimônio nacional brasileiro.

 Após a enésima opugnação que Jair Bolsonaro, maníaco alojado no Poder Executivo Federal, praticou contra o jornalismo a fim de não explicar a negociata de R$ 89 mil entre a primeira-dama e um miliciano, a imprensa sofre outro ataque mediante uma deliberação forense que impossibilita o bom funcionamento da comunicação social.

Leonardo Grandmasson, juiz do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), vetou a publicação de conteúdos que apontem as fraudes efetuadas pelo BTG Pactual, célula financeira onde Paulo Guedes, ministro da economia, participa como acionista. A decisão monocrática ordenou também que as notícias relacionadas ao tema — que abordam sobre uma remessa de “títulos podres” advindos do Banco...

Leia mais

Como impedir o avanço da selvageria pelo Brasil? (primeira parte)

Passados sete anos desde que as farândolas abjetas do neoliberalismo deturparam as reivindicações que conferiam legitimidade às famosas Jornadas de Junho, o Brasil permanece soçobrando em um vórtice de hipocrisia; estupidez; injustiça e politicagem ostensivamente forjado por estes mesmos sevandijas.

No intuito de manter o apoio de seus devotos, o esquálido governo de Jair Bolsonaro, trigésimo oitavo Presidente da República, intensifica seu discurso ufanista através de um moralismo boquirroto e de jargões estólidos que oferecem suporte a um conservadorismo profundamente abstrato e egresso da realidade social do país. A razão disso encontra-se nos sucessivos ataques deletérios do Palácio do Planalto contra aquilo que restou das instituições que configuram o Estado nacional a fim de multiplicar o poder do Executivo e de seus lacaios de forma indiscriminada e, consequentemente, acarretar maiores prejuízos às diferentes camadas da sociedade brasileira.

Entre um feixe de livros capazes de examinar o assunto com o máximo de qualidade, três possuem...

Leia mais

O fogo de palha da oposição social brasileira

O Brasil do último semestre tem mergulhado em um oceano de lamentações acarretadas por desavenças e procedimentos ignóbeis e negligentes das facções alojadas nos Três Poderes da República e em suas instâncias contíguas.

A desordem também está sendo causada por uma horda de bárbaros fundamentalistas que zurravam em prol de um moralismo abstrato e que renunciaram ao bem-comum no intuito de realizarem uma porção de festas insanas que homenageiam o SARS-CoV-2 e amaldiçoam as medidas de segurança da quarentena. Outra parvoíce destas criaturas jurássicas é a violação do recinto hospitalar; incitando escândalos e agredindo pacientes e trabalhadores com ofensas e golpes físicos. Todavia, nada disso surpreende àqueles que observam os panoramas nacionais com o devido cuidado.

Tantas situações efervescentes produzem certos níveis de indignação quando ocorrem de forma constante, principalmente se houver indícios de atrocidade contra os legalmente incapazes. Essa multitude de reclamações exasperadas são hábeis em comover pessoas e no direcionamento de...

Leia mais

Comentários recentes por Piterson Hageland

    Sem comentários por Piterson Hageland yet.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e