Sobre: Oerj

Webjornal O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Postagens recentes por Oerj

Governo discute novas linhas de créditos para caminhoneiros

O governo federal, caminhoneiros e  representantes do setor de transporte rodoviário de cargas discutiram, durante o 34º Fórum Permanente para o Transporte Rodoviário de Cargas (TRC), possibilidades de abertura de novas linhas de crédito para manutenção da frota. O fórum ocorreu esta semana em Brasília.

“O governo está discutindo com a categoria estratégias de estímulo ao cooperativismo, além de novas linhas de crédito que diminuirão as exigências e facilitar o acesso de caminhoneiros a linhas de crédito voltadas para manutenção da frota, com juros mais baixos e prazos maiores”, disse o ministro da InfraestruturaTarcísio Gomes de Freitas, sem detalhar as estratégias.

Renegociação de dívidas

O fórum também teve a participação da Caixa Econômica Federal, que tratou da renegociação de dívidas. Nos dois dias do evento, quarta-feira (9) e quinta-feira (10), um caminhão da Caixa ficou estacionado, recebendo caminhoneiros autônomos interessados em renegociar suas dívidas com o banco.

A Polícia Federal e a Receita Federal apreenderam 1.300 kg de cocaína no Porto de Paranaguá (PR) nessa sexta-feira (11). As equipes faziam vistorias no porto quando localizaram a droga em um carregamento de açúcar que seguia para o porto de Rotterdam, na Holanda.

Segundo a PF, a droga foi localizada quando as equipes vistoriavam um grupo de contêineres. A cocaína será encaminhada para a Polícia Federal e será instaurado um inquérito policial para identificar a organização criminosa envolvida no tráfico internacional.

Pará

A Holanda também seria o destino de droga apreendida no Porto de Vila do Conde, em Barcarena (PA), durante ação de fiscalização da Receita Federal na cidade. Segundo o órgão, há grande quantidade de tabletes de substância com indícios de cocaína. 

A droga foi encontrada junto à carga de argamassa em um dos quatro contêineres com destino à Amsterdã, na Holanda....

Leia mais

Vazão de usina pode evitar contaminação de óleo no São Francisco

A Agência Nacional de Água (ANA) disse nessa sexta-feira (11) que existe a possibilidade de se usar as águas do Rio Francisco para evitar a contaminação do próprio rio pela mancha de petróleo avistada em diversas localidades do litoral da Região Nordeste.

Nesta semana, foram encontradas manchas de óleo na foz do Rio São Francisco em Alagoas.

Segundo a ANA, existe a possibilidade de aumentar a vazão da usina hidrelétrica de Xingó no Rio São Francisco, na divisa entre Alagoas e Sergipe, de 800 metros cúbicos por segundo (m³/s), para 1.300 m³/s, caso seja identificado risco de contaminação da água do rio na região próxima à foz pelo óleo disperso no litoral nordestino.

Cabe ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) identificar a possibilidade de contaminação da água do São Francisco.

A distância entre a hidrelétrica de Xingó...

Leia mais

Petrobras vende campos terrestres no ES por US$ 9,4 milhões

A Petrobras assinou na sexta-feira (11), com a Imetame Energia Lagoa Parda Ltda., um contrato para a venda da totalidade de suas participações dos campos terrestres do Polo Lagoa Parda, próximo ao município de Linhares (ES).

O valor da venda é de US$ 9,372 milhões, que serão pagas em duas parcelas. O fechamento da transação está sujeito ao cumprimento de condições como a aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A operação está de acordo com a Sistemática para Desinvestimentos da Petrobras e com as disposições do procedimento especial de cessão de direitos de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos. 

Lagoa Parda

O Polo Lagoa Parda compreende três concessões terrestres em produção: Lagoa Parda, Lagoa Parda Norte e Lagoa Piabanha. A Petrobras é operadora com 100%...

Leia mais

Ao menos 400 crianças venezuelanas chegaram ao Brasil sozinhas

De um lado Santa Helena, Venezuela. Do outro Pacaraima, Brasil. Em média, 500 venezuelanos fazem esse trajeto, todos os dias. Desde 2017, mais de 200 mil já entraram no país fugindo da crise política, econômica e social do país.  Muitas vezes são famílias inteiras que entram no território de Roraima fugindo da fome. Mas uma situação em particular preocupa as autoridades brasileiras: as crianças imigrantes que chegam ao país desacompanhadas.

Levantamento da Defensoria Pública da União (DPU) apontou que no período de 11 meses, de agosto de 2018 a junho de 2019, quase 400 crianças chegaram ao Brasil totalmente desacompanhadas. Outras 1.499 vieram separadas dos pais e 1.701 com documentação insuficiente.

“São histórias tristes de pessoas que estão fugindo de um futuro tenebroso. Às vezes os pais são mortos, às vezes no fluxo migratório perdeu-se o contato entre os membros da família, outras vezes simplesmente a criança ou adolescente...

Leia mais

Comentários recentes por Oerj