Sobre: Cristiane Lopes

* Jornalista e especialista em Gestão Cultural. Amante da cultura e das artes.

Postagens recentes por Cristiane Lopes

O espelho que reflete a falsa perfeição

A tecnologia trouxe muitas oportunidades de comunicação de forma que jamais se sonhou. A comunicação com alguém que está do outro lado do mundo ser instantânea, não era algo pensado quando eu tinha os meus 12 anos. As crianças de hoje, aos sete, já ostentam a profissão de influenciadores digitais. E as que restam, maiores ou menores, já possuem o grande sonho de um dia se tornarem.

Quando eu ainda frequentava a faculdade de jornalismo, por vezes na companhia dos colegas publicitários, participava de aulas compartilhadas e contemplavam uma parcela de como fazer uma boa publicidade, e como chamar atenção por meio dela. Quando a publicidade envolvia pessoas, como revistas de moda e beleza, sempre estava em voga a quantidade de photoshop utilizado na produção e o quanto as pessoas se espelhavam nas belas mulheres e homens expostos ali. O ideal de beleza perseguido na ocasião era...

Leia mais

A modernidade segue com o Pix, sistema de pagamento instantâneo

Quanto mais caminha a humanidade, mais nos aproximamos de opções digitais que facilitam o dia a dia da sociedade. Em 16 de novembro entrará em vigor mais uma dessas facilidades que permitem agilizar a vida e facilitar transações de dinheiro que antes demoravam dias, úteis, para serem concretizadas e agora levará apenas segundos.

Nos últimos dias você deve ter ouvido e lido muito essa palavrinha de três letras, mas talvez ainda não entenda o que significa em sua totalidade. O Pix é o novo meio de transferir, pagar e receber desenvolvido pelo Banco Central. Ele permitirá que as transações ocorram de forma rápida e segura entre diferentes instituições financeiras, pessoas e governo. Apesar da criação ter sido pelo Banco Central, quem irá oferecer o Pix as pessoas serão as instituições financeiras: meios de pagamento, fintechs e bancos. Aqui é o ponto onde o rápido entra na velocidade da era...

Leia mais

Chip na pele, conforto ou controle?

A era da tecnologia proporciona muitas facilidades e praticidade em nossa sociedade: robôs falantes com inteligência artificial, internet de ultravelocidade, além de dispositivos digitais superinteligentes. Essas coisas há bem pouco tempo só existiam em livros ou filmes de ficção científica. A tecnologia está se aproximando mais do que você pensa. Na Suécia, na primavera de 2018, cerca de 4000 pessoas colocaram microchips embaixo da pele, e esse número continua crescendo por lá, além da adesão de outros países.

Embora na pele humana assuste, a tecnologia RFID, identificação por rádio frequência, existe há décadas, e há muito tempo é considerada segura para uso comum. As companhias aéreas utilizam nas etiquetas para que as malas cheguem no mesmo destino do passageiro. As fazendas já conhecem bem, uma vez que quase todos os seus animais utilizam em suas orelhas como identificação. No âmbito familiar, os animais de estimação, caso se percam, podem facilmente...

Leia mais

Home office, terra de oportunidades em meio à pandemia

Talvez alguns se recordem que na década de 90 era possível fazer curso de datilografia. Aqueles mais novos, talvez nunca tenham escutado tal palavra. Mas era moderno e interessante fazer curso para aprender a utilizar uma máquina de escrever manual. Mais interessante ainda era fazer o curso na máquina elétrica, algo tão moderno para a ocasião. Com a chegada dos cursos de informática, o MS-DOS trazia grande evolução para o mercado de trabalho.  Agora a aceleração do digital permitiu uma transformação enorme na sociedade mundial, e está promovendo uma transição bem mais rápida do que foi a da máquina de escrever para a era do computador.

O cenário de pandemia forçou empresas e escolas a adotarem um modelo de trabalho e estudo em casa. Em março deste ano, quando muitas pessoas se viram forçadas a ficar em casa, foi necessário que as empresas e escolas acompanhassem o mesmo ritmo...

Leia mais

LGPD traz maior proteção para dados pessoais na era da informação

Na sociedade da informação, onde dados valem mais que petróleo, há um grande assédio pelos dados pessoais disponibilizados em qualquer parte, onde possam ser capturados e usados de alguma forma para identificar aspectos importantes das pessoas; o que gostam, o que não gostam e até mesmo a personalidade. Os dados se tornam uma moeda muito valiosa, em especial no meio digital, onde as pessoas demonstram muito de seus interesses.

Visando proteger, eu diria devolver, um certo controle de dados às pessoas, entrou em vigor no dia 18 de setembro, a Lei Geral de Proteção de Dados - LGPD. Se você já recebeu uma ligação e se perguntou onde encontraram seu telefone, vai gostar dessa bastante dessa nova lei. A LGPD traz regras e situações específicas em que o tratamento de dados pessoais possam ocorrer em conformidade com a lei. Trata-se de medidas técnicas e administrativas, para proteger os...

Leia mais

Comentários recentes por Cristiane Lopes

    Sem comentários por Cristiane Lopes yet.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e