Sobre: Alexandre Mauro

Jornalista e comentarista esportivo. Moro em Niterói há 22 anos. Fã de cultura e esportes. Ex-editor em jornais na cidade do Rio de Janeiro. Atualmente me dedico à interatividade cultural. Acredito na importância da divulgação por todos os meios da cultura nesse país.

Postagens recentes por Alexandre Mauro

Viva a Segunda arte!

Os tempos são outros, mas a velha arte ainda prevalece. Percebo que a cultura em meio a turbulência vivida nos últimos anos ainda assim sobrevive e mostra sinais de transformação. Fico muito feliz em falar sobre um tema que me é bastante peculiar. Desde pequeno sempre fui chegado a arte de uma forma geral. Aos poucos foi se desenhando em mim uma tendência e ela veio ao som de Supertramp cantando "The Logical Song"(A música lógica) e depois mais outras tantas que hoje não tenho a mínima condição de mensurar. O fato é que sempre fui ligado a música, a boa música. Melodia é o coração da musica que a envolve a cada frase dita. A letra é, sem dúvida nenhuma, o que te faz viajar, pensar e se emocionar. Quem nunca sentiu a sensação de estar viajando e ouvindo a sua música favorita e assim se perder em devaneios? Assim como despertei para a música cedo, aos poucos e...
Leia mais

O último a sair apaga a luz…

Hoje quero falar de um programa que ao longo dos anos foi se perdendo e hoje está encerrando seu ciclo na TV Globo: o Video Show. Faz 35 anos que entrou no ar em 20 de março de 1983, tendo como primeira apresentadora, a atriz Tássia Camargo. De lá pra cá foram muitos os apresentadores que sentaram naquela bancada para trazer alegria e diversão às tardes da emissora. Bem como tudo que é bom sempre acaba, foi assim com o Video Show. O motivo que levou ao fim o programa foi a audiência. Faz muito tempo que ele vem perdendo para programas do SBT e Record. E isso se tornou o principal problema da Vênus Platinada. A verdade é que o programa foi criado com um objetivo: resgatar os 18 anos até então de TV Globo em seus arquivos e entreter o público com clipes e entrevistas com artistas da emissora. Durante um bom tempo essa foi a tônica...
Leia mais

2019 – Tendência da moda a partir de agora: roxo

Primeira sexta-feira do ano e estamos aqui de novo. Quantas coisas aconteceram em uma semana. O ano acabou, o novo presidente foi empossado, o verão realmente começou com temperaturas de 40 graus. Parece que o ano começou acima da expectativa. O mercado reage favorável a "nova era" como citou a ministra da mulher, família e direitos humanos, Damares Alves, referindo-se ao mandato do presidente. Ela se empolgou tanto que já determinou que a partir de agora a moda será rosa e azul, as cores características de meninas (rosa) e meninos (azul). Faltou dizer que todos os filhos que nascerem a partir de agora deverão usar roxo (mistura de rosa e azul) para consolidarem a volta do antigo modelo da família brasileira, o roxo é misterioso e místico, sendo a cor apropriada para um local de meditação. Pode ser uma cor depressiva e melancólica, se usada em excesso. E com a formação de...
Leia mais

Até 2019!

O ano está acabando e o que fizemos? Bem eu respondo: fizemos a diferença! 2018 está nos seus últimos dias e podemos afirmar que foi um ano de intensa experiência. Muitas coisas ficarão para sempre e outras vamos querer esquecer. Na verdade, todo fim de ano pensamos e falamos as mesmas coisas como uma espécie de mantra. "Ano que vem eu vou emagrecer", "Vou buscar um novo emprego, uma noca colocação", "Vou ler mais", "Vou fazer aquele curso", etc. E o que de fato concretizamos? Nada! Ou quase nada. Isso se deve em grande parte a vida que vivemos hoje em dia. As 24 horas do dia passaram a ser um tempo quase que insignificante para tudo aquilo que se tornou básico em nossas vidas. Já acordamos na correria e assim levamos o dia inteiro. Ponto para a procrastinação dos desejos. Emagrecer virou um tabu, pois com a vida agitada e pouco tempo para se alimentar adequadamente acabamos por ingerir...
Leia mais

Olha o mate! Olha o limão!

E continuando com nossa saga pelas décadas passadas em relação a cultura vintage/retrô podemos nos deparar com coisas que ainda hoje nos são familiares. Na coluna passada falei sobre os sabores do Rio antigo que alimentou muitas bocas pela madrugada. Sim, pois a noite carioca era muito mais intensa que a de hoje em dia e digo isso baseado em amigos que outrora gostavam de ser chamados de boêmios. Saíam à noite e não tinham hora para voltar. A violência não era motivo para prendê-los em suas casas. Existia maior liberdade pela rua para andar de bar em bar até que o último fechasse as portas. Muitas histórias contadas em mesas com bebidas e guimbas de cigarros. Mas o que não posso deixar de citar é onde era realmente o fechamento da noite, e acertou quem disse Cachorro Quente Geneal e Angu do Gomes. Mas hoje venho falar sobre o "day after"(dia seguinte). Acordar no Rio de Janeiro é como...
Leia mais

Comentários recentes por Alexandre Mauro

    Sem comentários por Alexandre Mauro yet.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e