Argentina será homenageada na Bienal do Livro do Rio

A 17ª edição terá a Argentina como país homenageado

DSC06787

Fotos: Anny Lucard

O Consulado da Argentina realizou no começo deste mês, uma coletiva de imprensa para divulgar as principais atrações da 17ª Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, que acontece de 3 a 13 de setembro, assim como o nome do país homenageado.

O local escolhido para a coletiva já dizia quem seria o homenageado da edição e durante um bruch, a mídia convidada recebeu informações sobre atrações de 2015, assim como puderam fazer perguntas aos organizadores.

Antes das perguntas, o cônsul argentino, Marcelo Bertoldi, falou da importância da homenagem ao seu país. A Argentina é o maior país da América Latina em número de leitores. “É um país de variedades e contrastes, com uma cultura rica e apaixonada que tem um reconhecimento sem precedentes no Brasil. A Bienal é uma oportunidade para estreitarmos ainda mais essa relação”, declarou o cônsul.

Sobre a nova edição

Um dos organizadores do evento, Marcos da Veiga Pereira de SNEL, falou do desafio de renovar a cada nova edição, lembrando da importância do evento no Rio de Janeiro, pois “a cidade se enfeita de Bienal do Livro”.

O Ministério das Relações Exteriores da Argentina, Gonzalo Entenza, afirmou que buscou a maior diversidade possível entre os autores selecionados para representar a Argentina.

Já sobre o stand argentino, além da opção glacial, por se tratar do país latino mais frio por conta de sua geografia, também há referência ao autor Jorge Luis Borges e o seu conto ‘A biblioteca de Babel’.

Quanto aos nomes dos autores que confirmaram presença na Bienal, estão Martín Kohan, Tamara Kamenszain, Eduardo Sacheri, Claudia Piñeiro, Mariana Enríquez, Mempo Giardinelli, María Moreno, Sergio Olguín e também o cartunista Tute, entre outros.

Quanto aos espaço tradicionais do evento, o Café Literário ganhou um novo curador, Rodrigo Lacerda, que em sua estreia no cargo não poderia ser uma melhor escolha.

Rodrigo Lacerda afirma que o mundo literário gira em torno da nossa realidade, por isso revelou que nessa edição haverá uma área especial para autógrafos. Também destacando temas atuais polêmicos, indo de biografias até crise econômica.

Um dos mais animados na coletiva, o autor e historiador João Alegria do Canal Futura, é o responsável pelas atrações focadas no público infanto juvenil e contou das novidades para esse ano. Responsável tanto pelo espaço Bamboleio, como pelo Cubovoxes, João Alegria, falou da ideia inovadora de se inspirar no Bambolê para criar o espaço para as crianças, que inclui uma enorme biblioteca, onde elas vão participar de jogos literários e brincadeiras.

200 autores confirmados

Com 950 expositores, cerca de 200 autores já confirmado, entre nacionais e estrangeiros, somando todos os dias de evento, serão 125 horas de programação diversificada. A Bienal abre suas portas no próximo mês (setembro), no Riocentro, em Jacarepaguá na zona oeste do Rio.

Nesse ano, a Bienal tem o objetivo de promover a aproximação de autores, fãs e também editores, livreiros, professores, estudantes e leitores num espaço para negócio, a Agents & Business Center, realizado nos três primeiros dias da Bienal.

Outra novidade, é o SarALL que busca aumentar a diversidade da Bienal, ampliando conteúdos e abrindo para o novo público. Em parceria com a Flupp (Festa Literária das Periferias), durante os dias 4 e 6 de setembro, poetas e grupos de saraus originários de diferentes regiões do país estarão se reunido para mostrar suas obras. A Bienal carioca 2015 fará homenagens a Mauricio de Sousas, que faz 80 anos, e aos 450 anos do Rio.

Confira algumas das atrações 

Entre as figuras já conhecidas no meio literário e editorial, há alguns estreantes, como a Editora Draco, Pavilhão Verde, O10A, especializada em literatura fantástica e quadrinhos, que virá a 17ª Bienal Internacional do Livro do Rio com vários de seus autores, como Ana Lúcia Merege nos dias 5, 6, 12 e 13 de setembro, às 10h às 14h; Vivianne Fair nos dias 12 e 13 de setembro, às 15h; Carlos Orsi no dia 6 de setembro, às 15h; Eduardo Kasse no dia 12 de setembro das 10:30h e 15:30h e no dia 13, a partir das 14h; entre outros.

Já a Editora Planeta investe na literatura fantástica sobrenatural e lança em 2015 o livro ‘Dom Pedro I Vampiro’ de Nazarethe Fonseca, que estará autografando no estande da editora, Pavilhão Azul, E06/E05, no dia 10 de setembro, às 15h.

A Madras Teen será uma das novidades da editora para esse ano, relançando o livro ‘Agridoce’ da Simone O. Marques, que autografa no dia 10 de setembro, às 18h, no estande da Editora Madras, Pavilhão Azul, H03/G04. Também pela Madras Teen, Simone O. Marques lança o livro ‘O Enigma da Adormecida’.

A edição 2015 da Bienal do Livro, terá muitas novidades e atrações imperdíveis. De autores conhecidos como Joseph Delaney da série ‘As Aventuras do Caça-Feitiço’ (Bertrand Brasil), a estreante Juliana Skwara, que estará autografando no dia 6 de setembro, às 16h, estande da Editora Qualis, Pavilhão Azul, E19.

Por

Webjornal O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

1 comentário

  1. elaina mello

    dia 6 estarei pegando o meu autografo com a Juliana Skwara; nao vejo a hora! amo demais! <3

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e