Afinal, quem manda nessa casa?

Um apanhado geral da hierarquia nada cientificamente comprovada sobre a obediência animal, doméstica e nada política

Machos alfa, beta, gama ou ômega. Tudo o que é alfa significa estar e ser o primeiro. Alfa é a primeira letra no alfabeto grego, o que já nos põe em situação de respeito na lista telefônica da vida.

É só pesquisar um pouquinho que já dá para ler num site que o “macho alpha ou  alfa é uma expressão do ramo da zoologia, usada para descrever um elemento de um grupo de animais que apresenta características dominantes, sendo o líder desse grupo. No caso do ser humano, um macho alpha (ou homem alpha) é a designação de um indivíduo dominante e confiante, que exerce uma função de liderança perante outros elementos do grupo.”

E o que levamos para a vida com essa informação? Nada, além de saber com quem nos relacionamos, com quem escolhemos a vida, como nossos filhos serão ou são, como escolhemos nossos dirigentes, como nossos animaizinhos se comportam. No caso dos animais, e mais precisamente dos nossos domésticos, castrados, como se determina um macho alfa sem todas as suas ferramentas? Normalmente, os cães já mostram desde pequenos suas características, dessa forma ele já nos mostra a que veio, sem mais pudores. Claro que uma ajudazinha humana não faz mal, tudo o que está ao nosso lado tem sempre uma assessoria para que nada fuja – muito- do nosso controle.

Já os gatos também têm seus alfas e são tão ou mais organizados que os cães e menos exibidinhos que os homens. Um gato alfa, normalmente não é castrado mas quando é também não deixa a peteca cair, pois é sempre controlador, equilibrado e não deixa nunca de mostrar sua patente de marechal a quem miar mais forte que ele.Medalhas de Honra - Dunoir Sempre é o primeiro a ir na caixa de areia, sempre fica no topo mais alto do lugar em que vivem e nunca perde as estribeiras. Por aí já vemos o quanto somos inferiores no quesito respeito. Tenho escutado muito disso ultimamente.

Ser alfa, ou alpha, pra ficar mais bonito, é ser carismático, educado, seguro, confiante, sedutor. Em outras palavras, é O CARA. Será? E se a fêmea quiser um companheiro mais bonachão, calmo, que ama ir fazer compras no supermercado pra você, que nunca reclama mais que dois minutos ou que, simplesmente não tá a fim de ficar se achando o tempo todo, isso é ruim? Não, esse pode ser o cara macho beta, nada besta.

O macho beta é o segundo na hierarquia, assumindo a primeira posição quando o alfa morre ou quando perde esse estatuto. Depois de perder a hora, ou se esquecer do aniversário de namoro, por exemplo. Tipo um vice. O oposto do macho alfa é o macho ômega, o elemento mais fraco do grupo e submisso a todos os outros. Esse já perdeu na saída do útero. Coitado. Uma salva de palmas para esse perdedor de todas as eleições. E só.

Por

paula.toom@oestadorj.com.br

Jornalista, tradutora, revisora e redatora. Tem 3 cachorros, 3 gatos fixos e mais um monte ao seu redor. Cuida para que eles não sejam abandonados pelas sarjetas. É editora-chefe das colunas que você lê aqui.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e