Afeganistão vive “horas mais perigosas” e requer ajuda global, diz Guterres

O secretário-geral da ONU, António Guterres, abriu nesta segunda-feira a conferência internacional sobre a situação humanitária no Afeganistão advertindo que o país enfrenta suas “horas mais perigosas” e necessita mais ajuda internacional para superá-las.

“É o momento de a comunidade internacional estar com eles”, ressaltou o chefe da ONU, ao enfatizar que antes mesmo de os talibãs chegarem ao poder o país já vivia “uma das piores crises humanitárias globais”. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e