Acordo entre EUA e China começa a vigorar com dúvidas por causa de epidemia

A “primeira fase” do acordo comercial entre Estados Unidos e China entrou em vigor nessa sexta-feira (14) com cortes significativos de tarifas de ambos os lados, embora a epimedia causada por coronavírus aumente as dúvidas sobre a capacidade de Pequim de cumprir o compromisso de aumentar as compras de produtos americanos.

O pacto firmado em janeiro, descrito pelo presidente dos EUA, Donald Trump, como “revolucionário”, marcou o início da trégua entre os dois países, após mais de 18 meses de guerra comercial.

Por

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e