5 ferramentas essenciais para arquitetos: dicas sobre itens básicos

A tarefa consiste no planejamento de casas, edificações comerciais, construções para áreas públicas e etc

O desenho técnico de uma construção é a alma do trabalho em arquitetura. Através dele, o profissional da área, o arquiteto, apresentará os principais projetos aos seus clientes. Para cumprir o serviço, é imprescindível obter as melhores ferramentas, oferecendo projetos qualitativos, envolventes e eficientes. 

A tarefa consiste no planejamento de casas, edificações comerciais, construções para áreas públicas e etc. Os clientes buscam arquitetos capazes para apoiá-los na jornada da obra, além da obtenção de mais comodidade e excelência. 

Destacam-se os técnicos com ótimas ideias, apresentações visionárias, experiência, e aqueles que possuem os melhores recursos. Sendo assim, faz toda diferença investir em um kit ideal. Veja agora mesmo quais são as 5 ferramentas essenciais para arquitetos: dicas sobre itens básicos.

O site Portal da Construção separou 5 ferramentas tops essenciais para todo arquiteto, vamos lá?! 

1 – Trena digital ou trena laser

As ferramentas essenciais de medida são aquelas utilizadas para cálculos de distâncias amplas com mais destreza e versatilidade. Como é o caso da trena digital ou da trena a laser. Ambas as opções foram criadas para oportunizar ao arquiteto maior praticidade na compreensão de medidas. Afinal, a tecnologia veio para agilizar os processos, incluindo durante as idealizações arquitetônicas.

Como é de se esperar, tanto a trena digital como a trena a laser têm como principais funções:

>Determinar extensões;

>Estipular o espaço das áreas internas e externas;

>dentificar a altura e a profundidade total;

>Executar cálculos imediatamente;

>Converter imagens do local para desenhos CAD em tempo real e modelos 3D.

1 – Software para criar desenhos em 3D

Criar os desenhos em 3D proporciona ao arquiteto a visualização da profundidade do projeto. Esta ferramenta essencial traz para a tela do dispositivo digital a largura, altura e profundidade do espaço. Garantindo uma versão mais exata da construção que será desenvolvida.

Pensando na importância de apresentar modelos autênticos, vale a pena apostar em ótimos softwares para criar desenhos em 3D

SketchUp: Oportunidade de fazer modelagens incríveis em 3D. Com visualização das ideias, armazenagem de esboços na nuvem, versão Pro, ou gratuita no navegador do PC. É possível até mesmo figurar as sombras feitas pelas construções, baseando-se nos horários e ação do sol. Dica excelente para arquitetos avaliarem as hipóteses reais da construção civil.

Lembrando que para usar estes softwares é necessário ter um ótimo notebook para designers, o site total construção tem uma lista muito boa sobre este tema.

Apesar do SketchUp ser o software mais popular para essa finalidade, existem ainda outras alternativas muito úteis. Como o DAZ Studio ou o Blender.

1 – Software para determinar a base do projeto arquitetônico

A etapa inicial de uma construção é a planta baixa. A base da área, pública ou privada, precisa ser bem calculada e definida. O profissional responsável necessita de programas vantajosos para definir a planta baixa. Um erro de cálculo pode ser determinante para todo o andamento da obra. Sendo assim, a tecnologia favorece arquitetos que contam com ferramentas essenciais. 

Floor Plan Creator: O software disponibiliza manuseio prático para fazer as plantas baixas. Assegurando mecanismos para arquitetar as plantas dos ambientes; cozinhas, salas, quartos, banheiros, jardins e etc. Além disso, permite a integração de estruturas e itens básicos, como portas, armários, camas e mesas, por exemplo. Sua funcionalidade é vital para determinar a base do projeto arquitetônico.

Outras opções interessantes são: Floorplanner ou pCon Planner.

1 – Ferramenta para criar o projeto e decorá-lo

Os recursos técnicos produzidos para dispositivos eletrônicos se mostram em constantes otimizações. Os profissionais de arquitetura devem procurar os melhores métodos para criar imagens e conceitos que agradem os seus clientes. Portanto, esses softwares certamente compõem o caminho ideal para desenhos mais modernos e competentes. Isto é, em grande escala.

Autodesk Homestyler

Sem dúvidas, o mais conceituado e famoso instrumento para administrar projetos de arquitetura AutoCad é o Autodesk Homestyler. Além do benefício de proporcionar versões online e gratuita bastante abastecidas, possibilita ainda:

>Divulgar projetos;

>Salvar arquivos via internet;

>Inserir elementos decorativos;

>Elaboração de plantas 2D e 3D.

Se preferir, pode optar por outros softwares igualmente produtivos; como Roomle ou Mark on Call, por exemplo.

1- Instrumentos manuais

É claro que os instrumentos manuais são tão fundamentais quanto os programas eletrônicos. Ter um ótimo kit de itens básicos potencializa a performance de arquitetos bem preparados. É uma ótima dica para esboçar os traços das retas e paralelas, ângulos perpendiculares e demais ações, exibindo as idealizações desejadas para o papel.

Entre os principais instrumentos manuais aparecem:

>Esquadro profissional;

>Caderno de croqui;

>Canetas coloridas;

>Lápis ou lapiseira;

>Compasso de precisão.

Por

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e